web analytics

NASA revela nova simulação de habitat de Marte na Terra

COMPARTILHE COM A GALÁXIA:
Tempo de leitura: 2 min.

A NASA está atualmente focada nas próximas duas missões Artemis, a segunda das quais colocará humanos de volta na superfície lunar pela primeira vez em 50 anos.

NASA revela nova simulação de habitat de Marte na Terra
O habitat simulado de Marte da NASA inclui uma caixa de areia de 111 metros quadrados com areia vermelha para simular a paisagem marciana. A área será usada para realizar caminhadas espaciais simuladas ou “Marswalks” durante as missões analógicas. Créditos: NASA

As missões abrirão caminho para uma base lunar permanente que servirá como ponto de parada para missões tripuladas a Marte, a primeira das quais poderá ocorrer na década de 2030.

A NASA já sabe que pode pousar jipes-sonda no planeta vermelho, mas levar humanos para lá – e de volta – é outro desafio.

Com uma missão tripulada possivelmente durando vários anos (apenas chegar lá levará cerca de nove meses), a NASA precisa ter certeza de que qualquer tripulação possa coexistir com segurança e harmonia em um ambiente único longe de casa.

Para saber mais sobre como os humanos lidam com as condições fora da Terra durante um longo período de tempo, a NASA colocará quatro voluntários dentro de um habitat simulado de Marte especialmente projetado por um ano inteiro a partir deste verão.

Instalado no Johnson Space Center em Houston, Texas, e apresentado à imprensa esta semana, o habitat CHAPEA (Crew Health and Performance Exploration Analog) compreende um espaço de 158 metros quadrados com cerca de nove cômodos, incluindo quartos privados, um quarto compartilhado, casa de banho e WC, e um espaço comum.

A instalação foi construída usando grandes impressoras 3D, também parte da pesquisa foi feita é para ver se métodos de construção semelhantes podem ser usados ​​em Marte.

Durante a estadia, os quatro voluntários – cada um com formação científica, mas não um astronauta treinado – viverão e trabalharão em equipe, realizando tarefas semelhantes às que os astronautas realizarão no planeta vermelho.

Isso incluirá o cultivo de salada para alimentação, a realização de pesquisas científicas, a realização de “Marswalks” (caminhadas em Marte) e a operação de uma série de máquinas robóticas ao longo de sua estada de 12 meses.

Para garantir que a experiência seja o mais realista possível, os voluntários também serão forçados a lidar com demandas ambientais, como isolamento, limitações de recursos e falha de equipamentos, disse a NASA. De fato, o monitoramento do estado físico e mental de cada pessoa é uma parte importante do exercício.

Os habitantes poderão manter contato com familiares e amigos, mas as comunicações enfrentarão um atraso de 20 minutos, assim como entre a Terra e Marte. Isso significa que chamadas regulares estão fora de questão, com mensagens de vídeo e e-mails que provavelmente oferecem a melhor maneira de manter contato.

Seremos muito limitados, mais limitados do que na Estação Espacial Internacional, significativamente”, disse a investigadora principal da NASA, Dra. Grace Douglas, em um noticiário de TV (abaixo).

Se algum dos habitantes descobrir que não consegue lidar com as condições extremas por 12 meses inteiros, eles poderão deixar as instalações, e a NASA tem alguns membros de apoio que podem intervir. No entanto, quaisquer futuros habitantes de Marte que começarem a sentir a tensão enfrentarão um desafio maior se também quiserem abandonar sua missão.

[Para instruções de como ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora esta não seja precisa, clique aqui.]

(Fonte)

Colaboração: Lindolfo Alves de Carvalho


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Paulo Sanchez ||| Edward Vaz Jr. ||| Silas Raposo ||| Franklin Viana ||| Karin Gottert ||| Leopoldo Della Rocca

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portanto aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com éticasempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

COMPARTILHE COM A GALÁXIA:
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code