web analytics

É possível encontrar vida em lua de Saturno estudando seus anéis

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.

Segundo uma pesquisa, seria possível encontrar vida extraterrestre na lua Encélado, estudando os anéis do gigante gasoso Saturno.

É possível encontrar vida em lua de Saturno estudando seus anéis
Uma ilustração da espaçonave Cassini da NASA voando através de uma coluna ejetada através da superfície da lua de Saturno, Encélado. Crédito: NASA/JPL-Caltech

O desenvolvimento de um novo modelo explica algumas observações peculiares da sonda desaparecida Cassini e pode ajudar na busca por vida na lua gelada.

O anel E é muito diferente dos outros anéis de Saturno. É muito mais largo, aproximadamente a distância entre a Terra e a Lua, e muito mais espesso que os outros anéis. Também é rico em partículas microscópicas de gelo e sílica, e a missão Cassini identificou a lua gelada Encélado como sendo seu criador.

Sob sua concha gelada, Encélado abriga um profundo oceano de água com atividade hidrotermal em seu fundo. E no polo sul daquela lua, uma região chamada de ‘listras de tigre’ é conhecida por ter gêiseres. E esses gêiseres expeliram material no espaço e acabaram formando o anel E.

Partículas de Encélado

Não está claro como as partículas de nanossílica vistas pela Cassini se formaram, mas uma sugestão é que elas vieram do fundo do mar de Encélado, e os novos modelos concordam.

Os materiais podem ser extraídos do fundo do mar daquela lua e trazidos para a crosta gelada em questão de meses.

Emily Hawkins, professora adjunta da Loyola Marymount University, disse em um comunicado:

“Nossa modelagem mostra que esses grãos podem ser transportados pelo interior do oceano em escalas de tempo mais rápidas do que se pensava anteriormente. Acredita-se que o material de nano-sílica seja importante na geração de vida na lua gelada.

Por fim, nossa pesquisa ajuda a entender a habitabilidade de Encélado e guiará futuras missões àquela lua no Sistema Solar externo.”

O que mantém o interior de Encélado em movimento são as forças de maré que ele experimenta ao girar em torno de Saturno em uma órbita altamente elíptica. As forças esmagam o núcleo rochoso e o lençol de gelo, e o fundo do oceano é aquecido por fontes hidrotermais que se formam ali.

Ashley Schoenfeld, cientista planetária, principal autora do artigo e estudante de pós-graduação da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, disse em um comunicado:

“É como ferver uma panela no fogão. A fricção das marés adiciona calor ao oceano e causa correntes ascendentes de água quente. O que nosso estudo mostra é que essas correntes são fortes o suficiente para pegar materiais do fundo do mar e carregá-los para a camada de gelo que separa o oceano do vácuo do espaço.”

Embora leve apenas alguns meses para que as partículas subam do fundo do mar, não está claro quanto tempo leva para que sejam pulverizadas no espaço. O processo pode ser rápido ou envolver processos mais complexos relacionados à camada de gelo.

A equipe agora está estudando ainda mais a evolução desse oceano distante e investigando o que pode acabar no espaço. Mas está claro que entender a composição dos anéis E pode fornecer informações fantásticas sobre o que está por baixo da plataforma de gelo. Talvez até a vida. Os resultados da pesquisa foram publicados na Communications Earth & Environment.

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Paulo Sanchez ❤️ Edward Vaz Jr. ❤️ Jose Carlos Mamede ❤️ Silas Raposo ❤️ Franklin Viana ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portanto aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com éticasempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code