web analytics

A estranha ligação entre a mente humana e a mecânica quântica

Ouça este artigo...
Tempo de leitura: 3 min.

Ninguém sabe o que é a consciência e como ela funciona. Claro, cientistas de diferentes campos da ciência têm uma variedade de suposições sobre esse assunto, mas ninguém pode dar uma resposta exata à questão do que é a consciência.

A estranha ligação entre a mente humana e a mecânica quântica
Imagem ilustrativa de Gerd Altmann por Pixabay

Uma situação semelhante é observada com a mecânica quântica – estudando a interação das menores partículas do Universo entre si, os físicos aprenderam muito.

Mas, como a mecânica quântica é inconsistente com a teoria geral da relatividade de Einstein, os pesquisadores não conseguem descobrir como trazê-las a um denominador comum.

De acordo com um dos maiores cientistas do século XX, o físico Richard Feynman, ninguém realmente entende a mecânica quântica. Curiosamente, ele poderia muito bem estar falando sobre o problema igualmente intrincado da consciência.

Embora alguns cientistas acreditem que a consciência é apenas uma ilusão, outros, ao contrário, acreditam que não entendemos de onde ela vem.

Portanto, não é surpreendente que o antigo mistério da consciência tenha levado alguns pesquisadores a recorrer à física quântica para explicá-la. Alguns cientistas acreditam que existe uma conexão entre a consciência e a física quântica. Mas como pode um mistério não resolvido ser explicado por outro?

O que é consciência?

É difícil definir a consciência. Como responder à pergunta “por que eu sou eu?” ou “como minha consciência é diferente da consciência de um gato?” ou “por que percebo o mundo desta forma e não de outra?”.

Felizmente, existem cientistas no mundo que estão prontos para responder, senão a todas, muitas perguntas sobre o que é a consciência humana.

Por exemplo, o filósofo cognitivo Daniel Dennett, professor da Tufts University (EUA), em seu livro “From Bacteria to Bach and Back“, fala sobre como os processos biológicos no corpo humano criam um fluxo de pensamentos e imagens.

O professor acredita que o filme subjetivo que passa diante dos olhos de cada um de nós nada mais é do que uma ilusão habilmente tecida pelo nosso cérebro. Ele também acredita que a consciência não é tão misteriosa quanto pensamos e acredita que a ciência deve explicar o funcionamento objetivo do cérebro.

Entre os cientistas que discordam do ponto de vista de Dennett está o filósofo e professor australiano David Chalmers. Ele propõe considerar a consciência como algo fundamental, por exemplo, como as leis da física, que podem ser descobertas no futuro com a ajuda das tecnologias mais recentes.

Sua segunda ideia ainda mais radical é chamada de “hipótese do pampsiquismo”, segundo a qual a consciência é universal e qualquer sistema a possui até certo ponto, até partículas elementares e fótons. E onde há fótons, pode haver mecânica quântica.

Como a física quântica está relacionada à consciência?

Albert Einstein recebeu o Prêmio Nobel de Física em 1921 pela descoberta da lei do efeito fotoelétrico. O físico acreditava que a luz, normalmente considerada uma onda contínua, também pode ser distribuída em quanta, que chamamos de fótons.

Este evento, juntamente com a compreensão de Max Planck sobre a radiação do corpo negro, o novo modelo do átomo de Niels Bohr, o estudo dos raios-X de Arthur Compton e a sugestão de Louis de Broglie de que a matéria tem propriedades semelhantes a ondas, marcou o início de uma nova era quântica em que temos a sorte de viver.

É de se admirar o surgimento de uma nova teoria quântica da consciência chamada “Redução Objetiva Orquestrada” (ou “Orch OR” – sigla em inglês), cujos autores são o físico ganhador do Prêmio Nobel Roger Penrose, da Universidade de Oxford, e o anestesista Stuart Hameroff, da a Universidade do Arizona.

A teoria Orch OR, embora tenha sofrido uma série de mudanças desde a sua criação, geralmente diz que a descoberta de flutuações quânticas em “microtúbulos” que estão dentro dos neurônios do cérebro dá origem à consciência.

Os microtúbulos (polímeros de proteínas) controlam as funções neuronais e sinápticas e ligam os processos cerebrais aos processos de auto-organização no nível quântico. Os cientistas acreditam que a nova teoria pode até explicar a vida após a morte.

Note-se que a teoria de Penrose e Hameroff causou uma série de críticas. No entanto, a aplicação da teoria quântica em um contexto biológico continuou e teve o maior sucesso em relação à fotossíntese.

Curiosamente, estudos sobre o sentido do olfato, enzimas e até DNA de pássaros também sugerem que os efeitos quânticos podem estar mais amplamente envolvidos no funcionamento de organismos biológicos.

A estudante de doutorado Bethany Adams publicou recentemente um artigo sobre o papel dos efeitos quânticos no cérebro no Physics World. A pesquisa de Adams destaca uma série de possíveis efeitos quânticos na função cerebral, enquanto sua pesquisa de doutorado se concentra no emaranhamento quântico entre neurônios e como drogas farmacêuticas como o lítio podem afetá-lo.

Embora o trabalho de Adams abranja várias aplicações possíveis, ela mesma espera que sua pesquisa traga ao mundo uma melhor compreensão de como funcionam os antidepressivos e estabilizadores de humor, bem como novos tratamentos para muitas doenças mentais. Mas quem sabe, talvez seu trabalho permita aos cientistas explicar como a consciência funciona e de onde ela vem.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Participe dos comentários mais abaixo… e (importante) se puder, colabore na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo, ou use a chave PIX “OVNIHoje” (sem as aspas):

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Edward de Lima, Maria Dorotea Soares, Leopoldo DeLa Rocca, Fabiano de Faria, Silas Raposo, Eduardo Figueiredo, Paulo Sanchez.

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!