Poderemos observar dois buracos negros colidindo daqui a 3 anos

Tempo de leitura: 2 min.

Os astrônomos acreditam que podemos estar prestes a testemunhar um dos eventos mais esperados da astronomia moderna.

Poderemos observar dois buracos negros colidindo daqui a 3 anos
Imagem ilustrativa d eum buraco negro.

Flutuações nas leituras de luz do centro da galáxia SDSS J1430 + 2303 sugerem que um par de buracos negros supermassivos com uma massa combinada de aproximadamente 200 milhões de sóis estão se aproximando para um evento de colisão massivo, revela um artigo do Science Alert.

Uma colisão de buracos negros supermassivos em tempo real

Se os cientistas interpretaram corretamente os dados, a colisão pode entrar para a história como um dos grandes eventos astronômicos modernos, ao lado da primeira imagem de um buraco negro capturada pelo Event Horizon Telescope (EHT). Nesse caso, os astrônomos acreditam que seus dados indicam que os buracos negros se fundirão nos próximos três anos – uma escala de tempo de um minuto quando se trata de observações astronômicas.

No entanto, os cientistas admitem que são necessárias mais observações para ajudar a confirmar se os dois buracos negros estão prestes a colidir no coração de J1429+2303. Suas descobertas foram aceitas na revista Astronomy & Astrophysics e estão disponíveis no servidor de pré-impressão ArXiv.

A primeira colisão de buraco negro foi detectada em 2015 devido às ondas gravitacionais que o evento enviou ondulando pelo espaço-tempo. No entanto, essa colisão, bem como observações futuras, foram todas detectadas após o fato, com a força gravitacional ondulando do evento por anos depois. Isso significa que a colisão no centro do SDSS J1430+2303 pode ser a primeira vez que os astrônomos podem observar tal evento à medida que se desenrola.

Há uma ressalva importante na preparação para este evento cósmico. Buracos negros supermassivos geram ondulações gravitacionais em uma faixa muito baixa para nossos atuais instrumentos de ondas gravitacionais detectarem. Quase todas as fusões de buracos negros até agora foram detectadas pelos LIGO e Virgo, ambos capazes de detectar ondulações na frequência gerada por buracos negros binários.

Ainda assim, os astrônomos acreditam que o evento emitirá uma enorme explosão de luz em todo o espectro que eles poderão capturar usando outros observatórios. Se e quando isso acontecer, poderá ajudar a comunidade científica a aprender muito sobre a evolução dos buracos negros supermassivos.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO… e (importante) se puder, ajude na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo:

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!