web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Compartilhamos o mundo com outra espécie avançada

Tempo de leitura: 2 min.

Durante décadas, diferentes especialistas, exploradores e arqueólogos têm acreditado que o mundo não é o que parece. Na verdade, eles estão convencidos de que não somos os únicos habitantes inteligentes da Terra e poderíamos compartilhá-la com uma civilização subterrânea.

Compartilhamos o mundo com outra espécie avançada
Alguns grupos acreditam que um “Jardim do Éden” da vida real existe no núcleo do planeta.

As diferentes histórias sobre avistamentos de criaturas humanóides em cavernas, como a Cueva de los Tayos, no Equador, ou a Cueva del Guácharo, na Venezuela, sugerem que há algo que não sabemos. Especialistas sugerem a existência de uma civilização subterrânea desconhecida.

Esses seres possivelmente seriam mais inteligentes que a própria espécie humana e poderiam estar protegendo o conhecimento ancestral.

Compartilhamos a Terra com uma civilização subterrânea

Os habitantes internos, como às vezes são chamados, têm sido mencionados e discutidos em diferentes espaços e em diferentes momentos. Na verdade, com o passar dos anos, as evidências se acumulam; um mundo subterrâneo poderia existir, atravessando a superfície do nosso planeta.

Muitos especialistas acreditam que a entrada para o interior da Terra, ou Terra Oca, está localizada em algum lugar da Antártica. Uma área pouco explorada devido às suas condições inóspitas, razão pela qual muitos cientistas concordam cada dia mais com essa hipótese.

Um dos principais precursores dessa teoria é o doutor Edmond Halley, um dos cientistas mais prestigiados da história.

O astrônomo discutiu a possibilidade de que todos os planetas fossem ocos. Além disso, ele afirmou que nosso mundo não é exceção.

Especialistas que apoiam a teoria

Nos anos 1700, o matemático e físico suíço Leonhard Euler também discutiu a possibilidade. Ele até mencionou o fato de que também poderia haver um mundo dentro do Sol, que poderia ser habitado.

O capitão John Cleves Symmes também foi um dos que acredita nisso, pois ele disse ter convencido James McBride no século XIX de que, afinal, compartilhamos a Terra com uma civilização subterrânea.

O escritor William Reed publicou um livro sobre esta teoria sob o título “The Ghost of the Poles” (“O Fantasma dos Polos”, em tradução livre), que alcançou grande popularidade em 1906.

Estes são alguns dos nomes mais prestigiados que, em algum momento, sustentaram a hipótese de que existe uma civilização subterrânea habitando um mundo semelhante ao nosso abaixo da superfície.

A isso se somam as lendas dos povos indígenas e as histórias de exploradores que se aproximaram desses lugares.

Existem realmente seres vivendo placidamente sob nossa superfície?

[Para instruções de como ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora esta não seja precisa, clique aqui.]

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!