web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Famoso sinal alienigena pode ter vindo de estrela parecida com o Sol

Tempo de leitura: 3 min.

Pesquisadores podem ter identificado a fonte de uma famosa suposta transmissão alienígena descoberta há quase meio século.

Sinal WOW!
Teria o Sinal WOW! vindo de uma civilização extraterrestre?

O proeminente e ainda misterioso Sinal Wow!, que soou brevemente em um radiotelescópio na noite de 15 de agosto de 1977, pode ter vindo de uma estrela parecida com o Sol localizada a 1.800 anos-luz de distância ,na constelação de Sagitário.

Alberto Caballero, astrônomo amador, disse à Live Science:

“O sinal Wow! é considerado o melhor sinal de rádio candidato a SETI que captamos com nossos telescópios.”

SETI, ou a busca por inteligência extraterrestre em inglês, é um campo que está ouvindo possíveis mensagens de seres tecnológicos no Universo desde meados do século XX, de acordo com a NASA.

Aparecendo durante uma busca SETI no telescópio Big Ear da Ohio State University, o Sinal Wow! foi incrivelmente forte, mas muito breve, durando apenas 1 minuto e 12 segundos, de acordo com um relatório escrito por seu descobridor, o astrônomo Jerry Ehman, em homenagem ao seu 30º aniversário.

Ao ver uma impressão de um sinal anômalo, Ehman rabiscou “WOW! (‘Uau!’, em português) na página, dando o nome ao evento. O agora desmontado telescópio Big Ear procurou mensagens na banda de frequência eletromagnética de 1420,4056 megahertz, que é produzida pelo elemento hidrogênio.

Sinal WOW!
“UAU! Parece que isso veio dos ETs”.

Ehman escreveu em seu relatório de aniversário:

“Uma vez que o hidrogênio é o elemento mais abundante no universo, há uma boa lógica em adivinhar que uma civilização inteligente dentro de nossa galáxia Via Láctea, desejosa de atrair atenção para si mesma, possa transmitir um forte sinal de farol, de banda estreita, na frequência da linha neutra de hidrogênio ou próximo dela.”

Desde então, os pesquisadores procuraram repetidamente por acompanhamentos originários do mesmo local, mas eles apareceram vazios, de acordo com um histórico da American Astronomical Society. O Sinal WOW! provavelmente veio de algum tipo de evento natural e não de alienígenas, disse Caballero à Live Science, embora os astrônomos tenham descartado algumas origens possíveis, como um cometa que passa.

Ainda assim, Caballero observou que em nossas tentativas infrequentes de dizer olá aos ETs, os humanos produziram principalmente transmissões únicas, como a mensagem de Arecibo enviada para o aglomerado estelar globular M13 em 1974. O sinal WOW! pode ter sido algo semelhante, acrescentou.

Sabendo que os dois receptores do telescópio Big Ear estavam apontando na direção da constelação de Sagitário na noite do Sinal Wow!, Caballero decidiu pesquisar um catálogo de estrelas do satélite Gaia da Agência Espacial Europeia para procurar por possíveis candidatos.

Encontrei especificamente uma estrela parecida com o Sol”, disse ele, um objeto designado 2MASS 19281982-2640123 a cerca de 1.800 anos-luz de distância que tem temperatura, diâmetro e luminosidade quase idênticos ao nosso próprio companheiro estelar. As descobertas de Caballero apareceram em 6 de maio no International Journal of Astrobiology.

Embora os organismos vivos possam existir em uma ampla variedade de ambientes em torno de estrelas bastante diferentes das nossas, ele optou por se concentrar em estrelas semelhantes ao Sol porque “estamos procurando a vida tal como a conhecemos“. Devido aos seus resultados, ele acha que “poderia ser uma boa ideia procurar [na estrela] planetas habitáveis ​​e até civilizações“.

Rebecca Charbonneau, historiadora que estuda SETI no Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics e que não esteve envolvida na pesquisa ou no trabalho, disse a Live Science:

“Acho que vale a pena fazer isso porque queremos apontar nossos instrumentos na direção de coisas que achamos interessantes. Existem bilhões de estrelas na galáxia, e temos que descobrir uma maneira de filtra-las.”

Mas ela se pergunta se procurar apenas estrelas parecidas com o Sol é muito limitante.

Ele perguntou:

“Por que não apenas olhar para um monte de estrelas?”

Os humanos têm apenas um ponto de dados, nós mesmos, ao considerar que tipos de tecnologia os alienígenas podem ter ou como eles podem usar essa tecnologia, disse Charbonneau. O próprio conceito de SETI surgiu em meados do século XX, logo após os militares de todo o mundo começarem a transmitir mensagens usando poderosos instrumentos eletromagnéticos.

Charbonneau disse:

“Não acho que seja coincidência que o ponto da história humana em que começamos a colocar sinais inteligentes no espaço também seja o mesmo ponto na história em que temos a ideia de procurar sinais inteligentes do espaço.”

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!

Por favor, para ajudar manter o OH vivo, considere desativar seu bloqueador de anúncios ou colocar o OH na lista de sites permitidos (whitelist).

Agora, mais do que nunca. isto é importante.

Seu acesso sempre foi e sempre será gratuito, e você não é obrigado a clicar em nenhum anúncio, embora isso ajude muito na continuidade do site.

Muito obrigado.