web analytics
Tempo de leitura: 4 min.

Marcianos secretamente entre nós? Não descarte esta possibilidade

Tempo de leitura: 4 min.

Por Nick Redfern

O falecido Mac Tonnies não era apenas conhecido e respeitado por seu trabalho no campo das anomalias marcianas: ele também tinha um profundo interesse no campo do que ele chamou pessoalmente de Criptoterrestres. É um termo que ele cunhou no início dos anos 2000, quando sua pesquisa nessa área em particular começou.

Marcianos secretamente entre nós? Não descarte esta possibilidade
Crédito da foto ilustrativa: 0fjd125gk87/Pixabay

Para Tonnies, os Criptoterrestres caíram em dois grupos claramente delineados. Em essência, é assim: para Tonnies, pelo menos alguns encontros e incidentes com OVNIs – e particularmente abduções alienígenas – não foram obra de extraterrestres. Em vez disso, eles foram o trabalho de uma raça extremamente antiga de humanóides que se desenvolveu ao nosso lado, mas que escolheu ficar longe de nós, exceto quando eles precisavam de certas coisas de nós; essas “certas coisas” são nosso DNA, células, óvulos, espermatozóides e assim por diante – devido ao fato de que sua civilização, hoje, está se degradando e decaindo e requer sangue novo. Então, eles nos usam para reforçar sua raça – pelo menos, na medida em que são capazes de fazê-lo.

Para complicar esse cenário já controverso, Tonnies também especulou sobre a possibilidade de haver outro grupo de Criptoterrestres em nosso meio.

Como aquele primeiro grupo que ele estava perseguindo, Tonnies sugeriu que eles também tinham o mesmo cuidado de permanecer escondidos sempre que possível. Tonnies suspeitava que este segundo grupo fosse possivelmente marciano – nada menos que os descendentes de marcianos anteriores que fugiram de seu mundo em um tempo antigo e obscuro, quando Marte estava enfrentando quase destruição, seja devido à guerra, colapso atmosférico ou ambos.

Tonnies levou as coisas a um nível ainda mais controverso quando refletiu sobre o cenário de ambos os grupos trabalhando juntos, em conjunto, e como forma de se salvarem e se protegerem de nós, a raça humana reconhecidamente violenta e destrutiva. Tonnies se perguntou como poderia ser para os criptoterrestres de duas camadas – uma de um tipo humano antigo e o outro um bando de marcianos esfarrapados – lutando para viver e tendo que compartilhar a Terra conosco, seu pior inimigo possível em potencial. Tonnies concluiu que faria sentido que os dois grupos se unissem e mascarassem cuidadosamente suas verdadeiras origens e intenções.

Tonnies levantou um ponto muito bom quando observou que os dois tipos primários de alienígenas dominantes que são relatados por testemunhas oculares são (A) os Grays de olhos esbugalhados e parecidos com insetos; e (B) os Space Brothers (Irmãos do Espaço) de aparência muito humana do tipo que George Van Tassel conheceu em Giant Rock na década de 1950.

Tonnies sugeriu que os Irmãos do Espaço não eram alienígenas, mas criptoterrestres. Quanto aos criptoterrestres marcianos, Tonnies sentiu que eles podem estar aqui há tanto tempo que agora se consideram cidadãos da Terra – mas, obviamente, não como humanos. Em algum momento, Tonnies especulou que ambos os grupos podem ter concordado em se unir; apresentando-se a nós como algo muito diferente do que eles realmente são: (A) uma ramificação de nós e (B) uma raça de marcianos encalhados cuja tecnologia pode não ser suficiente para permitir que eles retornem ao seu planeta natal, Marte – ou o que resta dele.

Que a teoria de Tonnies fosse tão controversa, alternativa e quase única – marcianos e humanos antigos trabalhando juntos para se salvar, e azar de nós quando terminarem com a raça humana – inevitavelmente garantiu que Tonnies recebesse algumas críticas. E adivinha? Ele recebeu. No entanto, Tonnies tinha mais do que alguns pontos a seu favor. Sobre este ponto em particular, ele me disse:

“A teoria criptoterrestre encontrou reações mistas. Alguns parecem pensar que estou certo. A maioria dos pesquisadores de OVNIs são, na melhor das hipóteses, extremamente céticos. Outros pensam que estou repetindo o ‘superespectro’ de John Keel [Keel foi o autor do aclamado livro de 1975, The Mothman Prophecies], uma variação do tema dos ‘mundos paralelos’ que, por sua vez, compartilha memes com o ‘multiverso’ de Jacques Vallée. ambas ideia sugerem que de alguma forma ocupamos espaço dimensional com nossos visitantes ‘alienígenas’, eliminando a necessidade de espaçonaves extraterrestres enquanto ajudamos a explicar a sensação de absurdo que acompanha muitos avistamentos de OVNIs e ocupantes. Keel e Vallee arriscaram ideias essencialmente ‘ocultas’ em termos cosmológicos; tanto o ‘superespectro’” quanto o ‘multiverso’” exigem uma revisão de nossa compreensão do modo como a própria realidade funciona. Mas a hipótese criptoterrestre é fundamentada em um contexto mais familiar.”

Ele acrescentou:

“Não estou sugerindo dimensões invisíveis ou a necessidade dos ovninautas ‘se reduzirem’ para o nosso nível de consciência. Em vez disso, estou perguntando se é viável que os supostos alienígenas que ocupam a mitologia histórica e contemporânea sejam criaturas humanas de carne e osso que vivem aqui na Terra. Não outra versão da Terra em algum Cosmos paralelo, mas na Terra. Embora eu não possa excluir automaticamente os aspectos ‘paranormais’ do fenômeno OVNI, posso tentar explicá-los em termos tecnológicos. Por exemplo, não vejo nenhuma razão teórica condenatória para que a ‘telepatia’ e a ‘desmaterialização’ não possam ser explicadas pelo apelo à cibernética, nanotecnologia e outros campos geralmente excluídos do discurso ovnilógico.”

Por fim, Tonnies forneceu estas palavras:

“A hipótese criptoterrestre consegue alienar os campeões da hipótese extraterrestre e aqueles que apóiam uma explicação mais esotérica e ‘interdimensional’. Não oferece uma reconciliação clara. No entanto, possui o potencial explicativo que falta em ambos os campos.”

Curiosamente, Tonnies se perguntou se os caras pálidos, magros e parecidos com manequins conhecidos como Homens de Preto (de sigla em inglês, MIB) – que também surgiram no início dos anos 1950 – são parte integrante dos Criptoterrestres e de sua agenda. E que os MIB são possivelmente marcianos também, e estão fazendo um bom trabalho em se mover entre nós – e sem muito para serem descobertos.

Apesar das imagens e histórias que são apresentadas nos filmes Homens de Preto {Men in Black) fenomenalmente bem-sucedidos, o fato é que o verdadeiro MIB não é do governo dos EUA. Eles não são agentes 007 ovnilógicos. Eles nem parecem humanos – e também não agem como nós. Em vez disso, com seus ternos pretos, chapéus fedora pretos e rostos esqueléticos, parecidos com plásticos, eles claramente não são de nenhum lugar por aqui.

O fenômeno dos Homens de Preto começou no início dos anos 1950, e com um homem chamado Albert Bender – que faleceu em 2016 aos noventa e quatro anos. Foi logo depois que ele criou um grupo de pesquisa de OVNIs – o International Flying Saucer Bureau – em sua cidade natal de Bridgeport, estado de Connecticut (EUA), no início dos anos 50, que Bender foi visitado por um trio de homens ameaçadores em ternos escuros. Eles não eram da CIA, nem do FBI ou da Força Aérea. Os três “homens” literalmente se materializaram no quarto do sótão de Bender. Eles deixaram bem claro que ele deveria deixar a ovnilogia para trás. Ele o fez: Bender fechou o IFSB e abandonou a ovnilogia, apenas retornando b revemente em 1962 para escrever um livro sobre suas experiências. Seu título apropriado era “Flying Saucers and the Three Men” (“Discos Voadores e os Três Homens”, em tradução livre). Bender passou o resto de sua vida vivendo tranquilamente com sua esposa e família em Los Angeles, Califórnia.

Desde os dias de Albert Bender, houve literalmente centenas de relatos de encontros perturbadores com MIBs.

Ameaças dos Criptoterrestres? Tonnies tinha certeza de que estava no caminho certo.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Plugin Kapsule Corp

hit counter code