web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Oannes, o sábio alienígena que veio do mar

Tempo de leitura: 2 min.

Você certamente já ouviu falar das divindades babilônicas, muitas das quais ao longo dos séculos compartilharam com o povo assírio.

Oannes, o sábio alienígena que veio do mar
Um dos muitos Oannes, um ser humanoide parecido com um peixe.

A história sobre a criação do mundo e da humanidade começa de longe no passado com Berosus, baseado no Enuma Elish, mas aparece resumida na tradição armênia por Eusébio no “Chronicon” e depois é traduzido por Gerald Verbrugghe e John Wickersham.

Berosus fala-nos de uma entidade que veio do mar da Eritreia e que contribuiu de forma preponderante para a propagação da civilização no nosso planeta. Este ser era metade homem e metade peixe.

Esta criatura explicou as ciências, direito, astronomia, agricultura, matemática, legislação, como semear e arar campos e muito, muito mais.

Um pouco da história do que aconteceu com o povo Dogon, talvez estivesse relacionada com o mesmo ser?

Alguma curiosidade

Durante o reinado de Ammenon, apareceu o terceiro dos dez reis antediluvianos cuja dinastia terminou com Xisuthros, o caldeu Noé.

Oannes passava os dias com os homens e nunca comia. À noite retirava-se para o mar; era um ser anfíbio, contam-nos também Polistoro e Apolodoro. Ele pertencia a dois planos, o espiritual e o físico.

A palavra grega “amphibios” significa “vida em dois planos” de “amphi” – nos dois planos”, e “bios” – vida.

Uma curiosidade, a mitologia suméria muitas vezes retrata o deus Enki no Abzu, o reino da água, mas também na mitologia hindu encontramos semelhanças. Por exemplo Varuna, o deus da água do Vedismo é quase idêntico a Oannes.

Oannes saiu de um ovo, conta-nos o mito, mostrando o seu corpo de peixe, mas cuja cabeça era humana assim como os pés unidos à cauda do peixe. Até a linguagem vocal era típica do ser humano.

Segundo Layard, a cabeça de peixe era na verdade um chapéu, a mitra, aquela que os prelados e sacerdotes usam. A própria deusa Osíris usava um e o rabo de peixe seria a parte final de um manto rígido.

O mito dos homens-peixe também está presente nas inscrições sumérias em cuneiforme. Aqui 7 sábios são referidos ao Apkallu (acadiano) e Abgal.

Em vários contextos os Apkallu são sete semideuses, associados à sabedoria humana; essas criaturas são muitas vezes referidas na literatura acadêmica como os Sete Sábios, também descritos como homens-peixe enviados pelos deuses para ensinar o conhecimento à humanidade.

Os termos Apkallu (assim como Abgal) também são usados ​​como um epíteto para reis e deuses como um sinal de sabedoria ou conhecimento.

Um outro uso do termo Apkallu é quando se refere a estatuetas usadas em rituais apotropaicos. Essas figuras incluem híbridos de homem-peixe representando os sete sábios, mas também incluem cabeças de pássaros e outras figuras.

O que dizer? Coincidentemente, diferentes povos, em diferentes períodos com diferentes culturas contam, representam e descrevem quase as mesmas tradições.

Temos aqui um caso?

(Fonte)

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Plugin Kapsule Corp

hit counter code