web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Estudo descobre que a “experiência de quase morte” não é alucinação

Tempo de leitura: 2 min.

A maioria das pessoas já ouviu a expressão “experiência de quase morte” (EQM) e muitos conhecem alguém que teve a experiência de ver as memórias de sua vida passarem, observar seu corpo flutuando sobre si, encontrar parentes mortos e outras atividades, enquanto seu corpo físico parecia estar morrendo.

Estudo descobre que a "experiência de quase morte" não é alucinação
Foto meramente ilustrativa.

Enquanto alguns médicos acreditavam que isto era real, a maioria via a EQM como uma alucinação causada pelo cérebro tentando reduzir o choque da morte. O que nenhum deles fez foi estudar… até agora.

Sam Parnia, MD, PhD e diretor do Cardiopulmonary Resuscitation Research Program da NYU Langone, liderou esse estudo e foi co-autor de “Diretrizes e padrões para o estudo da morte e experiências recordadas de morte”, publicado recentemente nos Anais da Academia de Ciências de Nova Iorque.

“A vida é uma experiência de quase morte.”

— George Carlin

A equipe de pesquisadores do Dr. Parnia veio de neurociência, cuidados intensivos, psiquiatria, psicologia, ciências sociais, humanidades e outras disciplinas. Eles sabiam que a ciência agora mostra que as células cerebrais podem sobreviver e funcionar por horas ou mesmo dias depois que o coração para de bater e começa a privação de oxigênio. Isso permite que pessoas que parecem estar mortas sejam “trazidas de volta à vida” com seus cérebros saudáveis ​​o suficiente para lembrar e recontar, se possível, o que “viram” ou experimentaram durante esse período. Ao estudarem o vasto banco de dados dessas experiências relatadas, Parnia e sua equipe encontraram uma série de pontos em comum.

“A ciência da ressuscitação permitiu que a vida fosse restaurada a milhões de pessoas depois que seus corações pararam. Esses sobreviventes descreveram um conjunto único de lembranças em relação à morte que parecem universais…

…As experiências lembradas em torno da morte não são consistentes com alucinações, ilusões ou experiências induzidas por drogas psicodélicas, de acordo com vários estudos publicados anteriormente. Em vez disso, elas seguem um arco narrativo específico envolvendo uma percepção de (a) separação do corpo com um senso de consciência e reconhecimento da morte elevado e vasto; (b) viajar para um destino; (c) uma revisão significativa e intencional da vida, envolvendo uma análise crítica de todas as ações, intenções e pensamentos em relação aos outros; uma percepção de (d) estar em um lugar que parece “lar”; e (e) um retorno à vida.

Isso soa como a maioria dos relatos de experiências de quase morte? Em um comunicado à imprensa, Parnia explica que essa atividade gama e picos elétricos medidos por eletroencefalografia (EEG) geralmente indicam os mesmos sinais de um estado elevado de consciência durante o tempo da EQM. Isso foi comprovado no início deste ano, quando um homem não identificado na Estônia morreu enquanto estava em uma máquina de EEG contínua durante uma convulsão e os médicos foram capazes de registrar inadvertidamente a atividade de um cérebro humano moribundo pela primeira vez. Essas ondas cerebrais corresponderam às oscilações de um cérebro na recuperação da memória, processamento de informações e percepção consciente – as mesmas atividades vistas em flashbacks de memória.

Este novo estudo é mais uma prova de experiências de quase morte, como memórias piscando diante dos olhos? Parnia diz que é impossível provar absolutamente a realidade ou o significado das experiências de quase morte, mas também é impossível negá-las.

“Poucos estudos exploraram o que acontece quando morremos de maneira objetiva e científica, mas essas descobertas oferecem informações intrigantes sobre como a consciência existe em humanos e podem abrir caminho para novas pesquisas.”

Devemos ser gratos por aqueles que compartilham suas experiências de quase morte. Nem todo mundo é tão disposto a fazer isso.

“Não é que eu tenha medo de morrer, eu só não quero estar lá quando isso acontecer.”

– Woody Allen

Paul Seaburn

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Plugin Kapsule Corp

hit counter code