web analytics
Tempo de leitura: 4 min.

O que o Vaticano sabe sobre os OVNIs?

Tempo de leitura: 4 min.

O Vaticano se refere aos OVNIs como coisas voadoras inexplicáveis ​​ou ‘Res Inexplicatae Volantes‘.

O que o Vaticano sabe sobre os OVNIs?

Lue Elizondo, ex-diretor do programa OVNI do Pentágono chamado AATIP, citou uma visita ao Vaticano, onde lhe foram fornecidos relatos sobre OVNIs que datam do período romano, afirmando:

“Quando estive em Roma, não muito tempo, tive a honra e o privilégio de falar com algumas pessoas no Vaticano, alguns acadêmicos seniores, e eles forneceram a mim e a alguns de meus colegas uma cópia de um texto antigo.

E esta foi uma correspondência entre um soldado romano e seu general e lá eles descrevem o que eles chamam em latim de clipeus.

Um clipeus é a designação do escudo romano, é este escudo redondo em forma de lenticular que os romanos carregavam e eles descrevem esses escudos romanos flamejantes no céu que os seguiram de batalha em batalha.”

Os arquivos do Vaticano se estendem por 85 quilômetros, com prateleiras cheias de documentos acumulados ao longo de centenas de anos. É muito raro que qualquer membro do público tenha acesso a tais arquivos, muitas vezes caracterizados como sigilosos.

Incluídos nos arquivos estão relatos do milagre de Nossa Senhora de Fátima – onde a Virgem Maria teria visitado três pastorinhos portugueses em 1917. A senhora foi descrita pelas crianças como “mais brilhante que o Sol”.

Mas estranhamente (para alguns), a senhora angelical afirmou que a consagração da Rússia (uma nação cristã ortodoxa) inauguraria um período de paz mundial.

A saga de Nossa Senhora de Fátima culminou no maior avistamento de OVNI conhecido do mundo. A senhora havia prometido um milagre para a última de suas aparições. Ocorreria no dia 13 de outubro na cidade de Fátima.

Entre 30.000 e 100.000 espectadores se reuniram para o evento conhecido como o Milagre do Sol.

Depois de um forte período de chuva, diz-se que o Sol apareceu como um disco giratório, lançando luzes multicoloridas pela paisagem; o Sol foi então relatado ter vindo em direção aos espectadores antes de ziguezaguear de volta à sua posição normal.

Para aqueles que estudam OVNIs, tal encontro tem uma estranha semelhança com casos modernos.

A história de Nossa Senhora de Fátima está entre muitos encontros documentados pela Igreja Católica.

Diana Walsh Pasulka em seu livro “American Cosmic: UFOs, Religion, Technology“, descreve relatos em primeira mão com anjos descritos como não parecendo humanoides, mas “estranhas coisas giratórias” que usam telepatia para se comunicar.

Tais relatos vieram de pesquisas dos arquivos do Vaticano, aos quais Pasulka teve acesso.

Existem muitos textos e relatos cristãos mantidos nos arquivos. Mas nem todos os relatos e interpretações podem ser incluídos na Bíblia Sagrada.

Desde o nascimento da Igreja, ela tem lutado para resolver interpretações conflitantes. A Igreja primitiva foi salva e definida após tais lutas, pelo Concílio de Nicéia, onde os cristãos se reuniam e as disputas eram reconciliadas.

Mas ao longo dos séculos ocorreram cismas, e o cristianismo se estilhaçou – embora restem perdedores, como os gnósticos, que acreditavam em um Deus maior, além do antigo testamento.

Diante de um possível contato com ETs, o Vaticano enfrenta desafios teológicos fundamentais que não enfrentava desde os tempos de Galileu e da Igreja primitiva do século III d.C.

Mas, a acreditar em algumas histórias, certos papas não apenas estão cientes de tais questões, mas também se envolveram com ETs.

Papas anteriores tiveram seus próprios encontros com ETs?

Se a especulação for verdadeira, o Papa Pio XII, sabia de uma suposta nave ET recuperada, que pousou em solo italiano em 1933. O boato é que ele informou os americanos da nave, que mais tarde foi transportada de volta para os EUA após a Segunda Guerra Mundial, onde permanece até hoje.

E em 1961, foi alegado que o Papa João XXIII se encontrou com um alienígena no Palácio de Castel Gandolfo, residência de verão dos Papas.

O encontro foi aparentemente testemunhado por Loris Francesco Capovilla. A história foi noticiada pelo jornal The Sun em 1985, mas passou despercebida.

De acordo com a história, Capovilla e o Papa estavam andando dentro do jardim do Palácio, quando luzes multicoloridas se tornaram visíveis de cima, como Capovilla descreve:

“Tínhamos elas sobre nossas cabeças, luzes, eram luzes coloridas, azuis, laranja, âmbar.”

As luzes, como Capovilla alegou, eram naves espaciais. Uma das naves pousou no lado sul do jardim.

Um “ser” descrito como “completamente humano”, mas envolto em luz fraca, saiu da nave. Segundo a história, o Papa e o ser falaram durante cerca de 20 minutos, embora Capovilla não pudesse ouvir o que diziam.

O ser então voltou para a espaçonave – o Papa olhou para Capovilla e chorou.

O Papa então teria dito:

“Os filhos de Deus estão em toda parte, mesmo que às vezes tenhamos dificuldade em reconhecer nossos próprios irmãos.”

Questões agora enfrentadas pelo Vaticano

O Papa Francisco pode se consolar em um estudo de 2011 para a Royal Society, onde cerca de 90% dos crentes sentiram que não teriam uma crise de fé se a vida inteligente fosse descoberta em outros planetas.

Mas talvez a questão seja mais complexa – especialmente se tal inteligência reside neste mundo, e já existe há algum tempo.

Em seu livro, “Jesus, UFOs, Aliens“, o autor Armin Kreiner, apresenta algumas das questões com as quais a Igreja Católica pode ter que lidar.

Por exemplo:

  • Jesus encarnou entre os ETs também?
  • Os ETs se encaixam no pecado original?
  • Os ETs precisariam de salvação se não houvesse pecado original?
  • Os ETs são religiosos?

Mesmo o ex-vaticano José Gabriel Funes (que fez declarações mistas sobre a possibilidade de inteligência não humana) aceita que as consequências para o cristianismo podem ser profundas.

Em 2009, o Observatório do Vaticano e a Pontifícia Academia de Ciências realizaram discussões com cientistas para examinar a origem da vida e a possibilidade de vida extraterrestre.

As discussões foram concluídas com uma coletiva de imprensa, onde Funes comentou:

“As questões sobre as origens da vida e se a vida existe em outras partes do universo são muito interessantes e merecem consideração séria.

Essas questões oferecem muitas implicações filosóficas e teológicas.”

Se a inteligência não humana (talvez nesta Terra) é milhares ou milhões de anos mais avançada, as questões historicamente tratadas pela religião podem ser respondidas definitivamente.

Em outras palavras, a Igreja poderia perder sua autoridade sobre temas, como a vida após a morte.

As questões filosóficas seriam respondidas e se tornariam fatos científicos.

Alguns estudiosos têm uma visão mais otimista embora.

Como David Wilkinson, teólogo e astrofísico comentou no fórum “Our Future in Space” que ocorreu em Washington D.C., em 10 de novembro de 2021, talvez um encontro com o “outro” possa nos dizer algo sobre nós mesmos.

Wilkinson acrescentou que os cristãos não devem se preocupar em conhecer a inteligência ET e que isso representaria uma questão de humildade, que o cristianismo ensina.

De acordo com o cristianismo, Deus ama toda a Sua criação, incluindo outras vidas.

Como Wilkinson coloca:

“O interesse de Deus é muito mais do que os seres humanos.”

Isso pode ser verdade – e tal contemplação pode muito bem estar acontecendo dentro dos limites do Vaticano neste momento.

Apesar da aparente mistura de mensagens, talvez o Vaticano já esteja ciente da realidade por trás dos ETs?

Tal é a riqueza de conhecimento que existe em seus arquivos – alguns funcionários do Vaticano, como Pasulka, podem concluir que o material de fonte primária aponta para personagens, como anjos, representando vida não humana avançada.

Quaisquer que sejam os desafios que os ETs possam representar – sejam bons ou ruins – o Vaticano desempenhará um papel importante em qualquer conversa futura.

O Impacto na Sociedade

Em uma entrevista recente com o jornalista George Knapp, Lue Elizondo afirmou que uma das prioridades mais importantes para avançar na discussão dos OVNIs seria a sociologia, que é por definição o estudo de:

  • Vida social
  • Mudança social
  • As causas sociais e consequências do comportamento humano.

Se o cristianismo é o tanque de peixes moral no qual o mundo ocidental nada, então muitos estarão olhando para o Vaticano, caso ocorram grandes revelações sobre os OVNIs.

Não esqueçamos também que o cristianismo reflete a religião mais proeminente na Europa, África, América do Norte, Oceania e América do Sul.

Em breve, pode chegar a hora das autoridades do Vaticano intensificarem essa conversa.

Parece razoável esperar que tal narrativa possa surgir em breve, à medida que as autoridades do Vaticano se tornam mais vocalmente favoráveis ​​a evidências sugerindo que inteligência não humana está presente entre nós.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Plugin Kapsule Corp

hit counter code