web analytics
Tempo de leitura: 9 min.

A realidade é mais estranha do que parece: incríveis encontros com reptilianos

Tempo de leitura: 9 min.

Por PREDADOR

Os reptilianos são um dos mais assustadores tipos da ufologia, ainda que os grays com seus olhos negros como os de um tubarão não sejam nada agradáveis de se ver. Comumente, diz-se que os reptilianos são aliens com uma agenda própria, mas restam dúvidas, porque eles têm sido vistos sob o comando de insetóides ou acompanhando os grays.

A realidade é mais estranha do que parece: incríveis encontros com reptilianos
Foto meramente ilustrativa.

(A propósito, enquanto escrevia essa matéria o meu notebook começou a travar… o mesmo ocorre quando estou conversando sobre eles com a colega Mary H. aqui nos comentários… só coincidência?  Não sei, mas porque só ocorre quando falamos deles? Bem, espero que o Neme consiga publicar a matéria, sem panes nos servidores…).

Votando ao assunto. Inegavelmente, apesar dos céticos em ufologia, quando se fala em reptilianos, pularem da cadeira para dizerem coisas como “é muita imaginação” ou “isso é coisa de gente maluca”, existe um número tão grande de relatos em todo o mundo que é possível se questionar: será que toda essa gente está inventando coisas? Será que descrições tão coincidentes com relação aos seres é fruto de uma imaginação, digamos, coletiva? Seria um delírio mundial?

Ok, existem relatos e relatos. Mas quando essas “coisas” deixam traços físicos evidentes?  Sim, porque existem casos em que as “criaturas” atacaram carros, deixando marcas enormes de garras e latarias destruídas… ou até mesmo pegadas inconfundíveis.

Aqui no Ovni Hoje algumas pessoas já relataram suas experiências pessoais. Vamos a eles primeiramente:

Relato de Zoltar

“O tio da minha esposa se deparou com algo parecido há mais de 30 anos. Ele ia ao banheiro que ficava no fundo de um terreno cercado de mato, ele ia naqueles banheiros estilo de interior, bem precário, de madeira no canto do terreno. Pois bem, ele estava lá, e na volta encontrou o bicho no pátio, tinha saído de um matagal, o bicho ficou encarando ele, tinha os olhos vermelhos, pele escamosa verde escuro, dois pequenos chifres e pequena cauda, além das garras nas mãos, aproximadamente 2 m.

Ele quando viu aquilo, ficou paralisado de pânico e quando chegou em casa relatou chorando o fato. São pessoas humildes e sem instrução, nem sequer cogitaram extraterrestres e conhecem esse termo “reptiliano”. Segundo o relato, o ser encarou ele e depois foi embora. Ele e a família acham até hoje que viram o diabo e ele não gosta de falar sobre o assunto, fiquei sabendo por outra pessoa da família. Pela descrição parece ser um reptiliano. Vejo que há outros relatos parecidos por aí.”

Esse caso, segundo o Zoltar ocorreu no interior do RS, na cidade de Novo Hamburgo. Na epoca o terreno ficava proximo a uma área com mata.

Relato de Alan Luiz

“Sim e é o meu caso , era umas 20:30 ~~ 21:00 da noite , meu pai e minha mãe estavam aprontando a janta e eu fui para a porta que dava com a varanda de casa, no meu lado esquerdo tinha um grande muro e tinha o portão de casa.

Então eu fiquei sentado na porta esperando a janta rsrs , foi aí que eu olhei para o lado do portão (um breu lascado daquele lado!) eu vi um ser com formato de homem mas com a pele de cobra. Fiquei bem assustado e ele ficou lá me olhando. Ele não tinha orelhas, tinha os olhos bem negros, unhas enormes e era bem alto, uns 2 metros no minimo, ele só ficou me olhando mesmo.

Tomei aquele susto mas fiquei olhando ele alguns minutos em choque total (travei mesmo ).

Quando voltei em si corri para dentro de casa, minha mãe inclusive fala que eu nunca fiquei tão branco como aquele dia. Fiquei em choque uns dias mas guardava isso pra mim.

Minha família foi sempre muito religiosa, a minha mãe fala que o que eu vi foi uma apresentação do diabo, claro que eu nunca acreditei nisso… minha mãe quando criança também relata que teve um caso com um ser do tipo réptil.

Vai ver isso é de família, aonde eu morava nesta época tinha muita vegetação ao lado da minha casa, quase não tínhamos vizinhos. Este é o meu relato que certamente não vou esquecer.”

Relato de Maria

“Minha ex-cunhada J. – Ela e o namorado R. estavam na casa de veranear que ficava no bairro Ponta Grossa/Porto Alegre, RS. A casa tem uma entrada para ancorar lanchas, ela fica na beira do rio Guaíba. Era verão e eles estavam deitados nas redes que ficavam em uma área do 2º piso, bem de frente para o rio.

Foi quando ela viu um ser saindo de dentro do rio, e subindo pela entrada de concreto que dava para dentro da água (onde se amarra lanchas). Ela viu este ser “se transformando estranhamente”, conforme suas palavras.

Ela disse que ele parecia ser muito forte, corpulento, e suas feições eram muito feias como um réptil. O ser começou a caminhar pelo mato e pedras que há ali, talvez procurando algo ou apenas explorando o local.

Eles se assustaram ao ver aquilo, pois não sabiam o que era. Então o namorado foi até a sala e pegou um revólver 38 que ele sempre carregava com ele e deu 2 tiros em direção à criatura. A criatura naquele momento dos tiros se assustou e pulou de volta para dentro do rio desaparecendo. J. conta este caso até hoje. Disse que nunca conseguiu esquecer aquela cena.”

Agora buscando fontes em relatos coletados pelo pesquisador americano Albert Rosales, temos inúmeros testemunhos e experiências impressionantes:

1965 —Rio Claro, São Paulo – Brasil

Edemilson Mendes ouviu os gritos aterrorizados de um vizinho e quando saiu para investigar, viu duas figuras se aproximando dele na calçada. As figuras eram humanoides na aparência, mas verdes e escamosas como répteis. Mais tarde, ele ficou tonto e desmaiou, e acordou mais tarde sem se lembrar do que aconteceu; algo muito comum em encontros extraterrestres.

No mesmo ano, perto de Durango, no México, um homem e seu filho de 15 anos encontraram um objeto em forma de disco pairando próximo ao solo. Surgiu um ser, descrito como uma criatura reptiliana com orelhas muito longas com uma cauda longa e esverdeada. Ele carregava um objeto estranho que parecia um guarda-chuva. Os dois entraram em pânico e fugiram da área.

1969 — Uravan, condado de Montrose, Colorado -EUA

Testemunhas foram acordadas pelo cachorro da família e, quando investigaram o que estava provocando o animal, viram um pequeno navio circular com trem de pouso abaixado e escadas desdobradas até o chão. Havia vários alienígenas reptilianos verdes com olhos amarelos brilhantes, pele escamosa e mãos palmadas. Outro alienígena emergiu da nave e parecia estar dando ordens aos outros reptilianos menores, que pareciam estar procurando por algo. O cachorro começou a latir e um dos reptilianos se aproximou do cachorro e o examinou. Nesse momento, a testemunha ficou apavorada e tentou acordar a mãe, que não respondia e parecia drogada; algo muito comumente relatado durante os encontros com ETs. Pouco depois disso, ela viu uma figura escura olhando pela janela e esta é a última coisa que ela se lembra antes de adormecer.

1975 — Idar Oberstein – Alemanha Ocidental

Um casal foi fazer um piquenique em Baumholder. Enquanto estavam lá, eles exploraram uma caverna próxima e viram uma criatura reptiliana de 7 pés (2 m) de altura ajoelhada e desenhando um símbolo estranho no chão. Dois humanoides de pele cinza acompanhavam os reptilianos. Quando eles fizeram contato com as testemunhas, eles caminharam para dentro da própria rocha, como se teletransportassem através dela.

1976 — Perto de William’s Lake, Michigan – EUA

Um casal viu uma luz estranha que pairou e depois oscilou rapidamente sobre a área acima de um lago antes de pousar ao lado do lago. O homem tentou dar uma olhada melhor quando uma enorme entidade escura se inclinou sobre o carro e começou a arranhar e balançar o veículo. Foi descrito como uma enorme criatura reptiliana que se lançou pela janela e agarrou uma das testemunhas. A segunda testemunha atingiu a criatura no rosto com uma garrafa e ela se retirou, dando tempo para o casal fugir.

1978 — Em St. Catharine’s, Ontário – Canadá

Lee Nigro estava dirigindo por uma estrada escura quando seu passageiro viu o que inicialmente parecia ser um homem alto parado no meio da estrada. Lee Nigro buzinou para ele, mas o “homem” não se mexeu. Lee recorreu a desviar dele apenas para perceber, quando os faróis o iluminaram, que o homem parecia um jacaré bípede com pele escamosa e sem pêlos como um réptil. Ele parou o carro para investigar, trazendo um taco de beisebol com ele e, aterrorizado com a aparição da entidade, o acertou, mas sem efeito. A criatura arrancou o taco da mão de Nigro, fazendo-o correr de volta para seu veículo. Quando ele saiu a toda velocidade, o reptiliano saltou para o capô do carro e, com a mesma rapidez, saltou e correu para as árvores próximas, desaparecendo de vista.

1987 — Norte do Monte Demerdzhi, Crimeia – Ucrânia

Um homem chamado Viktor, morador de Simferopol, estava caminhando nas montanhas e decidiu tirar uma soneca em uma clareira. Quando ele acordou, foi um mês depois e ele logo se lembrou de ter sido levado a bordo de uma nave alienígena através de um feixe de luz e passou o mês inteiro em um planeta alienígena onde foi submetido a exames médicos. Os alienígenas eram muito altos, entre 2,5 e 2,9 metros de altura, com cabelos loiros e olhos azuis e ele lembrou que já os havia visto antes, perto do Monte Demerdzhi. Ele foi avisado por esses alienígenas que havia outra civilização hostil nos visitando, esses seres eram entidades reptilianas com garras – e que eles estavam tentando impedi-los de controlar nosso planeta.

No mesmo ano, em Monte Palodina, Itália, um caçador ouviu um som estridente em uma área arborizada perto de onde ele estava acampando, antes de ser confrontado por um humanoide reptiliano enorme e escamoso. Ele tentou atingir a entidade com seu rifle, mas errou, antes de largar a arma e fugir. Mais tarde, ele voltou para a área com outros amigos, onde encontraram seu rifle quebrado em pedaços. Eles foram incapazes de encontrar qualquer vestígio da criatura.

1987 —

Uma testemunha chamada Dan dirigia até um cemitério isolado para meditar e tentar fazer contato com seres alienígenas. Eventualmente, ouviu uma voz dizer: “Não vá embora ainda, meu amigo. Nós estamos vindo.” Ele então viu o chão ao seu redor se iluminar com uma luz branca vinda de uma nave triangular, antes de observar enormes seres reptilianos bípedes que estavam andando entre as lápides. Ele logo percebeu que eles estavam desenterrando cadáveres. Os seres então voltaram sua atenção para ele e ele ligou a ignição em seu carro, tendo permanecido nele o tempo todo, e acelerou.

1988 — Em Steelville, Missouri – EUA

David Gowers e seu amigo Danny pegaram carona para a casa de sua avó, mas a certa altura tiveram que sair do carro que ia para outra direção e seguiram o resto do caminho a pé. Eventualmente, eles foram parados por um policial que perguntou o que eles estavam fazendo, e o policial lhes deu uma carona. De repente, eles viram um brilho laranja ofuscante emergindo das nuvens que vagamente pareciam um helicóptero, mas se moviam de uma maneira impossível para qualquer aeronave conhecida. A luz alaranjada logo chegou bem perto deles. A próxima coisa que eles lembravam, é que estavam em um grande cilindro de vidro e foram telepaticamente informados por um ser reptiliano bípede de 2,4 metros de altura que lhes disse: “Fiquem calmos”.

Ele usava uma placa peitoral e coberturas de tornozelo e canela, e disse aos dois que eles não seriam feridos. O reptiliano perguntou se eles estavam interessados ​​na nave e explicou a eles que havia dois campos magnéticos retendo fluxos de plasma carregados que viajavam ao redor de um anel em altas velocidades e altas temperaturas, e que era isso que alimentava a nave. A criatura explicou que a catástrofe estava prestes a acontecer na Terra, mas que eles viriam buscar os dois antes que isso ocorresse. Depois disso não lembraram de mais nada, a não ser que estavam na estrada e conseguiram pegar carona numa caminhonete para chegar à casa da avó. Os dois explicaram o que aconteceu com ela e, bizarramente, ela acreditou neles e alegou que os tinha visto muitas vezes (fato interessante, porque o Alan Luiz, do relato no inicio da matéria, disse o mesmo – quando contou a sua mãe, ela disse que já tinha visto um reptiliano antes – talvez como outros aliens, eles monitorem ou acompanham diferentes gerações de uma família).

1988 — Perto de Joanesburgo – África do Sul

Phyllis e sua filha adulta Diane viram um estranho objeto semelhante a uma estrela que se aproximou deles, e rapidamente ficou claro que se tratava de uma nave. Eles viram seis figuras através de suas janelas e de repente se viram subindo rapidamente uma rampa para o OVNI. Uma mulher careca de pele clara com olhos ligeiramente puxados e um terno azul marinho se apresentou como Meleelah, das Plêiades. Os outros membros da tripulação submeteram as duas mulheres a exames médicos e avisaram que ondas gigantes iriam destruir grande parte da área do Cabo na África do Sul e que desastres semelhantes devastariam o resto do planeta. Meleelah começou a questionar as mulheres, e logo ficou claro que ela era telepática. Quando as mulheres responderam as perguntas desonestamente, Meleelah ficou com raiva e suas pupilas começaram a parecer verticais, como uma criatura reptiliana. Após este momento de raiva, ela disse a elas que podiam ir e elas foram escoltados para fora.

1988 — Torre Orsaia, Salerno – Itália.

Um fazendeiro avistou uma grande entidade humanoide escamosa verde de 2 metros de altura com olhos de serpente, que o perseguiram. Ele fugiu da área e notificou a polícia local, e uma entidade semelhante foi vista por várias outras pessoas nesta área.

1988 — Lomagna, Como – Itália

Um guarda de segurança patrulhando uma estrada em Lomagna viu uma criatura reptiliana alta, escamosa e verde na beira da estrada que fugiu quando ele se aproximou.

1989 — Rosharon, Texas – EUA

Duas mulheres e um homem encontraram uma embarcação pairando sobre a estrada antes de serem sequestrados, com uma hora de tempo perdido. Eles descreveram encontrar grandes seres reptilianos. Uma das mulheres ficou com uma marca estranha na perna após o incidente.

1991 — Perto de Tucson, Arizona – EUA

Uma mulher acordou e saiu para fora de casa para ver um enorme OVNI em forma de cilindro. De repente, ela se viu dentro do objeto onde encontrou uma entidade semelhante a um humano que parecia estar no comando, acompanhada por pequenos humanoides cinza com grandes olhos negros e uma entidade alta e reptiliana com pele verde escamosa e grandes olhos dourados.

Em agosto deste ano, Linda Dusenberry estava na cama quando percebeu que começou a flutuar para fora do quarto em direção a uma luz e através da parede. Antes que ela percebesse, ela estava cara a cara com um reptiliano sendo cerca de 5’9” (1,79 m) , com um corpo que era verde e escamoso. Ele disse a ela que eles precisavam de humanos para tornar sua raça mais forte; algo que muitos abduzidos relataram, especialmente vindo de alienígenas cinzentos.

1996 — Thurso, Quebec – Canadá

Testemunhas relataram uma enorme nave triangular pairando sobre Buckingham, Quebec. Durante esta mesma noite, outra testemunha independente, Louis Boisvert, de 19 anos, viu uma grande nave triangular metálica com luzes vermelhas pairando sobre um celeiro. A nave partiu imediatamente, mas Louis começou a ter sonhos perturbadores. Ele passou por uma regressão hipnótica e lembrou-se de encontrar seu pai no celeiro com uma expressão vazia e de pé perto de duas criaturas reptilianas com pele escamosa e mãos com garras. Ele e seu pai foram levados a bordo do OVNI por essas entidades.

Este mesmo ano, no Rio Paraná, Buenos Aires, Argentina, vários moradores relataram que enquanto pescavam no Rio Paraná, viram uma estranha entidade meio homem/meio réptil que danificou algumas de suas redes antes de desaparecer sob a água.

1999 — Em Vancouver, Colúmbia Britânica – Canadá

Eva Trent acordou com um zumbido e se viu cercada por duas criaturas reptilianas, de 2 a 2,5 metros de altura e aproximadamente 130 quilos, cuja pele lembrava a de uma cobra ou de um crocodilo. Elas parecem se comunicar através de chilreios até que começaram a se comunicar com ela telepaticamente, criando imagens mentais para distorcer sua percepção da situação. Ela se convenceu de que elas haviam se alimentado de sua energia vital de alguma forma.

Este ano, em San Nicolas de los Ranchos, perto de Popocatepetl, no México, um grupo de amigos acampou perto da pequena aldeia de Nealtican, onde houve um grande festival cujo objetivo era afastar monstros e espíritos malignos. Passaram a noite em San Nicolas de los Ranchos e depois saíram para caminhar perto do famoso Vulcão Popocatepetl, onde brincaram sobre os amuletos que lhes foram dados pelos nativos locais. Depois de cerca de meia hora, o grupo de sete testemunhas viu uma figura no caminho, à distância.

Um dos indivíduos, Gerardo, encontrou um indivíduo estranho, pelo menos 2,5 metros de altura. Ele se aproximou do indivíduo apenas para descobrir que seu rosto se assemelhava ao de um dragão ou dinossauro. Seu rosto parecia estar ficando distorcido de uma forma que lembrava uma tela de televisão antiga que está superaquecendo. Sua pele era verde-acinzentada e escamosa como um réptil e ele relatou que seus olhos pareciam olhar através dele, como se estivesse lendo a sua mente. Ele correu, aterrorizado, para junto de seus amigos, que haviam notado a criatura e estavam histéricos. A criatura os seguiu brevemente antes de deixá-los, partindo para a floresta em alta velocidade. Mais tarde, ele soube que os habitantes da área se referem à área como a “montanha dos lagartos”.

Este mesmo ano, em Grove Hill, Alabama – EUA, a polícia local recebeu várias ligações sobre um indivíduo incomum visto em um campo local. O vice-assistente do xerife, Gene Sheffield finalmente respondeu a um chamado e deslocou para lá, onde viu uma criatura reptiliana muito alta, musculosa e escamosa, a quem ele perseguiu, mas ela conseguiu fugir.  

Da leitura de todos esses relatos saltam aos olhos a semelhança na descrição dos seres, o seu comportamento (fuga ou hostilidade contra as testemunhas), além de testemunhos evidenciando que as naves triangulares são usadas por eles.

Se algum visitante do OH tiver algum relato de experiência com esse tipo de ser, deixe seu testemunho na área de comentários.

Se você tiver algum relato de avistamento ou contato alienígena pessoal ou conhece algum caso mas queira manter sigilo, me escreva:  [email protected]

PREDADOR


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Plugin Kapsule Corp

hit counter code