web analytics
Tempo de leitura: 5 min.

Seja lá o que forem os OVNIs, eles não são de forma alguma armas hipersônicas

Tempo de leitura: 5 min.

A tecnologia alienígena é uma explicação mais confiável para avistamentos de OVNIs do que a nova teoria favorita de alguns oficiais de defesa.

Seja lá o que forem os OVNIs, eles não são de forma alguma armas hipersônicas
O agora famoso OVNI Tic-Tac, filmado por câmera infravermelha.

Uma das coisas mais interessantes que acontecem, porém, não tem a ver com o relatório real, mas com uma possível explicação para OVNIs que está começando a vir à tona é que aquilo que os pilotos da Marinha têm visto são na verdade, convenientemente, produtos de experimentos avançados de chineses e russos com uma tecnologia de mísseis exótica, na qual Donald Trump esbanjou bilhões e na qual Joe Biden planeja esbanjar ainda mais.

O primeiro veículo a dar notícias sobre o que estará ou não no relatório OVNI foi o New York Times, que publicou uma reportagem a qual, além de apresentar as descobertas básicas e enfatizar que o governo não pode descartar que os OVNIs são de origem extraterrestre, ofereceu uma explicação atribuída a um oficial sênior não identificado de que estes são possivelmente os resultados de experimentos chineses ou russos com armamento hipersônico.

A Rússia tem investido pesadamente em hipersônicos, acreditando que a tecnologia oferece a capacidade de escapar da tecnologia americana de defesa antimísseis. A China também desenvolveu armamento hipersônico e o incluiu em paradas militares. Se os fenômenos fossem aeronaves chinesas ou russas, disseram as autoridades, isso sugeriria que a pesquisa hipersônica das duas potências ultrapassou em muito o desenvolvimento militar estadunidense.

Em seu próprio breve relatório, o Wall Street Journal confirmou que os líderes da defesa estão preocupados com a possibilidade de avistamentos de OVNIs serem o resultado de inimigos estrangeiros trabalhando em capacidades hipersônicas avançadas:

Uma possibilidade que as autoridades têm debatido é que as naves são o resultado de programas secretos de pesquisa de um adversário estrangeiro, como a Rússia ou a China, que acredita-se que ambos tenham feito experiências com naves hipersônicas, que podem viajar mais de cinco vezes a velocidade do som.

Um problema com isso é que, tecnicamente, não existe uma arma hipersônica. A frase é um termo de marketing que descreve diferentes tecnologias não comprovadas, incluindo veículos planadores e mísseis de cruzeiro. Eles não são diferentes dos mísseis balísticos nos quais vários países montam há muito tempo ogivas nucleares porque são rápidos – ICBMs viajam a 20 vezes a velocidade do som – mas porque viajam em altitudes relativamente baixas, em vez de deixar a atmosfera antes de descerem em um alvo.

Como Cameron Tracy da Union of Concerned Scientists, um especialista no assunto e co-autor de um artigo recente que submeteou as alegações feitas sobre armas hipersônicas à matemática, explicou ao Motherboard: “As armas hipersônicas são, na verdade, comparadas aos mísseis balísticos, excepcionalmente lentas“. A principal utilidade dessas tecnologias não é permitir que cargas úteis se movam ou alcancem um alvo mais rapidamente; é que, como voam mais perto da superfície da Terra, podem teoricamente frustrar os sistemas de defesa projetados para interceptar mísseis que viajam no espaço sideral.

Um problema mais saliente é que as armas hipersônicas não apenas não agem, mas não podem se comportar da mesma forma dos OVNIs que conquistaram a imaginação do público e do Pentágono. Se a ideia de que essas naves são pilotadas por alienígenas cinzas com a intenção de tratar a humanidade como gado parece mágica, ela é mais realista do que elas serem variantes revolucionárias de sistemas de armas conhecidos que desafiam a física. Em um artigo do Times de 2017, por exemplo, os pilotos da Marinha descreveram uma nave oval de 12 metros de comprimento aparentemente saindo do Oceano Pacífico, pairando e depois acelerando a velocidades incríveis. Isso não é algo que qualquer arma hipersônica poderia fazer, de acordo com Tracy.

Tracy disse:

“Quando falamos sobre mergulho subaquático, isso não é possível para um veículo hipersônico. Viajar pelo ar, que é de densidade bastante baixa em comparação com a água, já envolve alguns desafios enormes. Conforme você viaja através de ar bastante denso, há um enorme aquecimento do ar ao redor do veículo. Quando ele viaja em velocidades hipersônicas, ondas de choque se formam no ar. Na verdade, você tem uma química complexa em que as moléculas do ar podem começar a se quebrar. É realmente um ambiente desafiador para voar. Muito desse calor danificará seu veículo, degradará a superfície dele. Esse tipo de molécula incomum, átomos, agora presentes no ar, reagirão com a superfície do seu veículo. É um grande desafio. Se de repente estamos falando de água, algo obviamente muito mais denso que o ar, isso se torna essencialmente uma impossibilidade.”

Em um artigo do Times de 2019, anos depois, os pilotos descreveram a nave fazendo “paradas repentinas e curvas instantâneas”. Isso, novamente, não é algo que uma arma hipersônica pode fazer, de acordo com Tracy. (Os especialistas que falaram com a ABC concordaram.) Ele estava especialmente incrédulo com a ideia de que um veículo impulsionador e deslizante, que é o tipo mais rápido, pudesse fazer isso.

Ele disse:

“Um planador hipersônico – eles podem virar. Eles voam pela atmosfera. Eles geram sustentação à medida que voam. Eles funcionam, de várias maneiras, como uma aeronave comercial muito mais rápida. Eles podem virar, mas não podem fazer isso bruscamente. Se você pensar em algo viajando, digamos, 10 vezes a velocidade do som, ele gira gerando sustentação. Então, em um voo normal e direto, ele geraria sustentação na direção para cima, para neutralizar a gravidade. Isso é o que o ajuda a permanecer no ar. Isso é o planar, assim como um avião. Se ele quiser virar para a esquerda ou direita, ele pode apenas girar um pouco, de modo que uma parte da força de sustentação que está gerando aponte para a esquerda ou direita. Portanto, se imaginarmos cenários realistas – em que você não pode parar completamente de gerar sustentação porque ainda precisa permanecer no ar de alguma forma, contrariando a gravidade – então as forças de rotação realistas que você poderia gerar começariam a empurrá-lo para a esquerda ou direita a uma certa taxa, alguma aceleração nessa direção.

Agora você já está viajando 10 vezes a velocidade do som para a frente, então mesmo que tenhamos a mesma força de sustentação agindo inteiramente para a esquerda ou direita, vai demorar algum tempo para realmente começar a virar rapidamente para a esquerda ou direita, e nesse tempo você vai voar para a frente por uma distância muito longa. Para situações realistas, você pode ter um raio de viragem de centenas de quilômetros – mil quilômetros ou mais, possivelmente, para velocidades mais altas. Então, essa virada instantânea de 90 graus? Isso é algo que não é possível. As forças envolvidas simplesmente não funcionam assim.”

Existem ainda mais razões básicas para achar a teoria das armas hipersônicas obviamente sem sentido. A ideia de que China e Rússia – que gastam, respectivamente, menos de um terço e menos de um duodécimo do que os EUA gastam em defesa – teriam tecnologia não apenas mais avançada do que a dos EUA, mas muito mais avançada que não pode ser identificada. E o mesmo acontece com a ideia de que esses países teriam chegado a inovações tão distantes do estado das tecnologias conhecidas a ponto de serem funcionalmente mágicas. Embora Tracy tenha se recusado a especular sobre a verdade por trás dos OVNIs, “há muitas explicações que alguém pode imaginar que são mais realistas do que uma nova classe de armas hipersônicas”, disse ele.

Apesar desses fatos inconvenientes, as alegações de funcionários não identificados se espalharam descontroladamente pelo ecossistema da mídia, com uma série de tablóides britânicos e estações de notícias locais descrevendo a ameaça nefasta de armamento hipersônico em termos às vezes apocalípticos. Estranhamente, isso está acontecendo exatamente quando a proposta de orçamento de Biden busca $ 3,8 bilhões em gastos com essas armas – muito mais do que Trump jamais pediu – e apesar da pesquisa publicada recentemente por Tracy e seu colega David Wright mostrando que o alegações feitas sobre esta supostamente nova classe de armas são em grande parte absurdas.

Exatamente como o aviso prévio de um relatório elaborado pelo Escritório do Diretor de Inteligência Nacional em colaboração com o Pentágono sobre o fenômeno OVNI acabou exagerando sobre a possível ameaça representada para os Estados Unidos por tecnologias quase inúteis nas quais oficiais de defesa com reputação de manter querem gastar bilhões, talvez nunca seja conhecido.

Aqueles que buscam uma explicação, no entanto, fazem pior do que recorrer ao artigo que Tracy e Wright escreveram, que propunha que “A persistência de percepções errôneas sobre o desempenho de armas hipersônicas resultou de processos sociais pelos quais fatos técnicos errôneos foram socialmente construídos e divulgados por organizações que desenvolvem essas armas“.

O artigo atraiu a cobertura respeitosa e profunda no New York Times.

(Fonte)


Ao que tudo indica, este ideia de que “podem ser” armas hipersônicas de países com a Rússia ou a China é somente um discurso dos macacos beligerantes para conseguirem ainda mais dinheiro. E, ao que tudo indica, se os relatos dos militares da Marinha dos EUA forem corretos quanto ao comportamento desses misteriosos objetos, não ficamos com muitas opções extras para determinarmos o que eles são.

Por mais incrível que pareçam, as propostas de que esses objetos possam ser tecnologias extraterrestres, intra-terrestres, extra-dimensionais, etc., são muito mais plausíveis do que tecnologia de nações do nosso planeta. Mas, a verdade poderá nos surpreender, pois estas manifestações podem ser fruto do ainda inimaginável por nós.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é produtos-OVNI-Hoje-1.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Loja-Nerd.jpg

Leitores OVNI Hoje ganham 10% de desconto em todos os produtos da Loja Nerd, inclusive nos produtos OVNI Hoje. (Use o cupom OVH10)


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.

Plugin Kapsule Corp