A vez que militares na Coreia disseram que um OVNI os deixou doentes

Compartilhe esta informação com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
A vez que militares na Coreia disseram que um OVNI os deixou doentes
Crédito da imagem ilustrativa: depositphotos

Enquanto um grupo de soldados americanos se preparava para bombardear um vilarejo próximo a cerca de 100 quilômetros ao norte de Seul, a unidade teve uma visão estranha nas colinas – lanternas flutuando pela montanha.

Ou pelo menos, essa é a história que o Soldado de Primeira classe Francis P. Wall e o resto de seu regimento contou. Ainda mais misterioso é o que Wall e seus amigos dizem que aconteceu depois – uma luz pulsante e agressiva que os deixou com sintomas físicos persistentes e debilitantes.

O ano era 1951 e os Estados Unidos estavam há 12 meses na Guerra da Coréia. Postado perto de Chorwon, PFC Wall e seus amigos estavam completamente despreparados para o que aconteceu com eles nas colinas coreanas.

Enquanto eles observavam, uma nave alienígena veio em direção à aldeia. A artilharia começou a atirar. Wall lembra que o objeto ia direto para o centro de uma explosão de artilharia, mas nunca pareceu mostrar qualquer sinal de dano.

Mais tarde, Wall confirmou que o objeto podia manobrar em curvas fechadas e parecia ter capacidades de navegação fora do comum.

Então, de repente, o objeto se voltou para Wall e sua unidade. Ele mudou de cor de laranja para uma luz azul-esverdeada pulsante, uma luz tão brilhante que era quase difícil de olhar.

Wall pediu a seu comandante permissão para atirar com seu rifle M1, mas quando as balas atingiram a nave, elas fizeram apenas um som metálico antes de cair no chão. O objeto começou a se mover, disparar de um lado para o outro e acender e apagar as luzes.

O que acontece a seguir é ainda mais difícil de acreditar. Wall diz que ele e sua unidade foram atacados por alguma forma de raio que “era emitido em pulsos, em ondas que você podia ver visualmente apenas quando estava apontando diretamente para você. Ou seja, como um holofote varre ao redor e os segmentos de luz … você o via chegando até você“. Walls disse isso a John P. Timmerman do Center for UFO Studies durante uma entrevista em 1987.

Wall se lembrou de uma sensação de formigamento ardente percorrer todo o seu corpo. Todos em sua unidade correram para casamatas subterrâneas e olharam pelas janelas enquanto a nave pairava acima deles. Em seguida, ela disparou em um ângulo de 45 graus. De repente, tão rapidamente quanto apareceu, ela se foi.

Três dias depois, toda a companhia foi evacuada. Quando finalmente receberam tratamento médico, descobriu-se que todos tinham disenteria e uma contagem de leucócitos muito alta.

Para Richard F. Haines, um pesquisador de OVNIs, e ex-cientistas da NASA, os resultados soaram como sintomas de envenenamento por radiação.

Então, o que aconteceu com Wall e seus amigos?

Após o fim da Guerra da Coréia, dezenas de militares relataram ter visto objetos voadores não identificados semelhantes. As naves muitas vezes pareciam com discos voadores.

A princípio, muitos historiadores acreditaram que os avistamentos eram experimentos soviéticos baseados em tecnologia alemã e pesquisa alienígena. Mas após a queda da União Soviética, essa teoria foi desmascarada, à medida que vários anos de avistamentos soviéticos foram revelados.

De 1952 a 1986, a Força Aérea dos EUA conduziu o Projeto Blue Book, um estudo sobre objetos voadores não identificados e sua ameaça à segurança nacional. Quando o projeto terminou, a Força Aérea anunciou que não havia descoberto nada de incomum.

Mas para Wall e outros como ele, eles não têm tanta certeza. Se as naves fossem realmente experimentos soviéticos, como muitos sugeriram, elas teriam aparecido em outros conflitos além da Guerra da Coréia.

E uma vez que os avistamentos registrados por membros da União Soviética se assemelhavam muito ao que Wall testemunhou, muitos se perguntam se não foi algo totalmente diferente.

Mesmo que a grande maioria de todos os avistamentos de OVNIs se revelem fenômenos comuns, como nuvens ou naves humanas, ainda não há evidências conclusivas sobre o que Wall viu.

Sem o testemunho dos outros na unidade de Wall, não há como corroborar o que ele viu, tornando ainda mais impossível determinar o que aconteceu naquele dia nas colinas coreanas.

(Fonte)


n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe esta informação com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.