web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Criaturas estranhas são encontradas nas profundezas do gelo antártico

Tempo de leitura: 3 min.
Criaturas estranhas são encontradas nas profundezas do gelo antártico
As imagens mostram as esponjas e os animais vivendo sob a plataforma de gelo Filchner-Ronne. Fonte da imagem: BAS

Pesquisadores do British Antarctic Survey (BAS) fizeram uma descoberta inesperada e chocante, encontrando várias critauras estranhas – espécies de vida marinha estranhas potencialmente desconhecidas – que vivem nas profundezas do gelo da Antártica.

Perfurando mais de 800 metros de gelo na plataforma de gelo Filchner-Ronne, os pesquisadores descobriram vida estacionária, incluindo várias esponjas parecidas com alienígenas e animais – presos a uma rocha no fundo do mar, disse um comunicado divulgado na manhã de ontem (15) pela BAS.

Os pesquisadores ficaram surpresos ao se depararem com a misteriosa vida marinha na escuridão completa, com temperaturas bem abaixo de zero e a mais de 260 quilômetros do oceano aberto. De acordo com a BAS, poucos animais foram vistos nessas condições extremas. A descoberta e os resultados do estudo foram publicados em 15 de fevereiro na revista Frontiers in Marine Science.

O biogeógrafo e principal autor do estudo, Dr. Huw Griffiths, informou:

“Nossa descoberta levanta muito mais perguntas do que respostas, por exemplo, como eles chegaram lá? O que estão comendo? Há quanto tempo eles estão lá? Quão comuns são essas pedras cobertas em vida? São as mesmas espécies que vemos fora da plataforma de gelo ou são novas espécies? E o que aconteceria com essas comunidades se a plataforma de gelo colapsasse?”

As plataformas de gelo flutuantes cobrem mais de 1,44 milhão de quilômetros quadrados da plataforma continental da Antártica. No entanto, de acordo com a BAS, “apenas uma área total em torno do tamanho de uma quadra de tênis foi estudada por meio de oito furos anteriores”, tornando-a uma das regiões mais inexploradas do mundo.

As teorias atuais sugerem que a vida se torna muito mais rara quanto mais você se afasta das águas abertas e da luz solar. Estudos anteriores desses ambientes hostis encontraram um número limitado de pequenos necrófagos e predadores, como peixes, vermes, águas-vivas ou krill. Até recentemente, os cientistas não esperavam encontrar organismos alimentadores de filtros estacionários – que dependem de um suprimento de comida de cima – vivendo nas profundezas geladas.

Enquanto perfuravam o gelo para coletar amostras de sedimentos, os geólogos do BAS ficaram surpresos ao encontrarem uma rocha em vez de lama no congelante fundo do mar da Antártica. Esta surpresa inicial empalideceu em comparação com o choque que os pesquisadores tiveram quando baixaram uma câmera no poço.

A filmagem da câmera revelou vários tipos de criaturas semelhantes a esponjas e animais em forma de junco presos à grande superfície plana da rocha. A rocha também estava coberta por uma camada de microorganismos em várias camadas, chamada de tapete microbiano. Os pesquisadores notaram que o revestimento da rocha eram fibras finas, que eles teorizaram que poderiam ser um componente da esteira bacteriana ou um pequeno predador relacionado à água-viva chamado Hydroid.

O Dr. James Smith, geólogo da BAS, que fazia parte da equipe de perfuração, disse:

“Esperávamos recuperar um núcleo de sedimento sob a plataforma de gelo, por isso foi uma surpresa quando batemos na rocha e vimos no vídeo que havia animais vivendo nela.”

[Para instruções de como ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora esta possa não ser precisa, acesse este link aqui.]

A descoberta representa o primeiro registro de um ambiente natural rochoso sustentando vida nas profundezas de uma plataforma de gelo da Antártica. BAS diz que a descoberta vai contra todas as teorias anteriores sobre quais tipos de vida poderiam sobreviver em tais condições extremas.

Como os pesquisadores tiveram a casualidade de um em um milhão de perfurar bem em cima dela, agora, eles não podem dizer se a rocha e a vida marinha ligada a ela são uma anomalia verdadeira ou se mais desses tipos de sistemas podem ser comuns nas profundezas do gelo antártico.

Dr. Griffiths disse:

“Esta descoberta é um daqueles acidentes afortunados que empurra as ideias em uma direção diferente e nos mostra que a vida marinha da Antártica é incrivelmente especial e incrivelmente adaptada a um mundo congelado.”

Com base nas correntes de água da região, os cientistas do BAS calcularam que a comunidade biológica pode estar a mais de 1.400 quilômetros da fonte mais próxima de fotossíntese. Os pesquisadores dizem que não viram nenhuma outra vida marinha móvel ao redor da rocha. Atualmente, não se sabe qual poderia ser a fonte de alimento dessas estranhas criaturas. No entanto, os cientistas notaram ondas no sedimento normalmente formadas por correntes, levando à teoria de que o alimento está sendo transportado de longe.

Outros organismos do fundo do mar são conhecidos por coletar nutrientes de derretimentos glaciais ou produtos químicos de infiltrações de metano. No entanto, os pesquisadores não saberão mais sobre essas criaturas antárticas em particular até que possam coletar amostras dos organismos.

Os pesquisadores observam que, com as mudanças climáticas e o rápido colapso das plataformas de gelo da Antártica, o tempo pode estar se esgotando para estudar e proteger esses ecossistemas incomuns.

O Dr. Griffiths ainda disse:

“Para responder às nossas perguntas, teremos que encontrar uma maneira de nos aproximarmos desses animais e de seu ambiente – e isso fica a menos de 900 m de gelo, 260 km de distância dos navios onde nossos laboratórios estão. Isso significa que, como cientistas polares, teremos que encontrar maneiras novas e inovadoras de estudá-los e responder a todas as novas perguntas que temos.”

(Fonte)

Colaboração: Marcelino


Assim, se aqui mesmo no nosso planeta temos encontrado vida nos lugares que antes eram considerados impossíveis de contê-la, imagine então lá fora nos trilhões ou mais de corpos celestes. A chance de não haver vida lá fora é a impossibilidade, e não o contrário.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é produtos-OVNI-Hoje-1.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Loja-Nerd.jpg

Leitores OVNI Hoje ganham 10% de desconto em todos os produtos da Loja Nerd, inclusive nos produtos OVNI Hoje. (Use o cupom OVH10)


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.

Plugin Kapsule Corp