E se os extraterrestres quiserem ajudar, mas não formos humildes o suficiente?

Tempo de leitura: 6 min.

Julia Mossbridge, PhD, diretora executiva, do Institute for Love and Time (TILT) e membro do Institute of Noetic Sciences, escreveu o interessante artigo abaixo de coautoria de John Vivanco:

E se os extraterrestres quiserem ajudar, mas não formos humildes o suficiente?

Recentemente, você deve ter notado que os OVNIs estão sendo discutidos publicamente por membros importantes do governo dos EUA e das forças armadas, em voz alta. Nós também notamos. Estudamos outro tópico polêmico com um tabu de longa data: as habilidades psíquicas. Portanto, sabemos um pouco sobre como é passar décadas estudando algo, fazendo um trabalho cuidadoso para examinar as evidências, relatando essas evidências e não tendo o trabalho levado a sério. E também sabemos um pouco sobre os tipos de lutas internas e desinformação que podem retardar o progresso nas áreas de pesquisa científica que, devido ao tabu cultural, são amplamente conduzidas nas sombras.

Devido às recentes divulgações e à mídia que as acompanha, mais pessoas estão aprendendo sobre objetos voadores não identificados (OVNIs), também chamados de veículos aeroespaciais avançados (de sigla em inglês, AAVs), veículos aéreos não identificados/não tripulados (idem, UAVs) e fenômenos aéreos não identificados (idem, UAPs). Quando os tabus culturais começam a relaxar e o medo da vergonha é reduzido, as pessoas com ensino superior começam a se sentir à vontade para falar sobre um assunto. Muitas opiniões são veiculadas, mas poucas são colocadas no contexto completo do que se sabe sobre o assunto em questão, precisamente por causa da luta interna e da desinformação que qualquer assunto tabu criará.

Devemos saber muito mais sobre OVNIs e extraterrestres do que sabemos. A ciência é um processo democratizador – qualquer pergunta pode ser feita. Uma pergunta pode ser divisiva, racista, mal informada, ignorante, desarmante, esclarecedora ou perspicaz – mas pode ser feita. E dentro do sistema do Laboratório Nacional dos EUA e da National Science Foundation, pessoas talentosas gastam muito de seus esforços para encontrar, enquadrar e financiar pesquisas para responder a perguntas que são de interesse da população [dos EUA]. Mas quando as perguntas não podem ser feitas devido ao tabu cultural e ao medo da vergonha – mesmo quando há um grande interesse público por essas questões – então algo está quebrado. E nesse espaço quebrado com falta de informação em seu núcleo, uma população pode ser manipulada para pensar quase qualquer coisa, incluindo manipulações de maus atores que podem levar à desconfiança em nosso próprio governo.

É com o objetivo de tentar colocar o que se acredita sobre os OVNIs no contexto que oferecemos esta matriz de opiniões (veja abaixo) e os links que as acompanham para recursos. Este não é um guia oficial – é um guia construído por dois pesquisadores que estudam outros fenômenos, mas que estão curiosos sobre todas as áreas de pesquisa tabu. Nós levamos algum tempo para digerir o campo de OVNIs e conversar com alguns especialistas na área. Não os citamos aqui porque queremos direcioná-lo às informações da matriz, que são melhor relatadas e compiladas nesses links.

Parece-nos que os dois eixos principais que separam o pensamento sobre OVNIs são se os OVNIs são ou não considerados uma ameaça para a humanidade (toda ela) e se os OVNIs têm ou não algo a ver com extradimensionais ou multi- transferência ou viagem de informações dimensionais. Existem pesquisadores e organizações bem informados em todos os quatro quadrantes desta matriz, e há muitos que deixamos de fora – a matriz não pretende ser exaustiva. Em vez disso, foi projetada como um ponto de partida para um não especialista inteligente e engajado que deseje obter uma visão geral do campo de OVNIs.

Matriz de crenças ovnilógicas

E se os alienígenas quiserem ajudar, mas não formos humildes o suficiente?
E se os extraterrestres quiserem ajudar, mas não formos humildes o suficiente?Matriz de crença ovnilógica/ufológica: O original, em inglês, com links para artigos, livros e instituições, pode ser acessado clicando aqui.

A quem se destina esta matriz: Aqueles que querem ter um vislumbre do campo de OVNIs e ainda não querem cair de um lado ou do outro desses debates centrais.

A quem esta matriz não se destina: Aqueles que já acreditam fortemente que um desses quadrantes está correto e querem encontrar maneiras de deslegitimar indivíduos e organizações nos outros quadrantes.

Se você liderar um dos grupos que mencionamos ou se escreveu um dos artigos para os quais temos links e acredita que seu grupo ou artigo está no quadrante errado, entre em contato conosco.

Alguns exemplos de luta interna

Dentro da ovnilogia/ufologia, existem muitas controvérsias e acusações contra vários grupos que alguns acusam de ter uma agenda oculta. De acordo com os acusadores, essas agendas podem incluir tudo, desde engenharia social para apoiar vários sistemas de crenças sobre os fenômenos, até enterrar aspectos dos fenômenos a fim de esconder melhor os projetos negros (secretos).

Um grupo polêmico é a To the Stars Academy, criado por Tom DeLonge do Blink 182. A intenção dessa organização é:

  1. Coletar e estudar informações anômalas relacionadas aos fenômenos OVNI.
  2. Desenvolver tecnologia relacionada às suas descobertas.
  3. Explicar tudo isso à humanidade por meio de filmes e contos de histórias.

Esses são objetivos nobres. Colocamos essa organização nos quadrantes superior esquerdo e superior direito. To the Stars está fazendo parte das perguntas que esperamos que as organizações façam, e elas estão tentando respondê-la. Especificamente, eles estão abordando os aspectos relacionados ao que podemos aprender de fora, estudando os próprios OVNIs.

No entanto, como resultado de quase 100 anos de sigilo e descontos habituais de alegações de avistamentos de OVNIs por aqueles vistos como autoridades governamentais, muitos na comunidade OVNI geralmente não confiam em quaisquer organizações que tenham laços com o governo dos EUA. Os executivos e o conselho da To the Stars consistem de ex-oficiais da CIA, ex-funcionários do governo, um funcionário da Lockheed-Martin, oficiais de inteligência de carreira e pessoas da indústria de mídia e entretenimento. Portanto, para muitos pesquisadores e experimentadores independentes de OVNIs, esta organização pode ser considerada como uma forma de conter e controlar qualquer divulgação ao público, colocando um giro nas informações sobre OVNIs para ocultar certos aspectos delas. Por exemplo, mantendo as informações na parte “ameaça” da matriz. Outros pensam que a organização não está disseminando ativamente a desinformação, mas está cega para outras possibilidades por seus próprios preconceitos. Claro, esse é o caso de quase todo especialista que se concentra em uma parte específica de um problema em qualquer campo científico. Finalmente, outros apoiam a To The Stars e gostariam de se envolver mais em seu trabalho.

Voltando-se para a metade inferior da matriz, há rumores entre alguns ovniólogos e pesquisadores que a Sirius Disclosure (anteriormente conhecido como CSETI – sigla em inglês para Centro para o Estudo de Inteligência Extraterrestre), dirigido pelo Dr. Steven Greer, se trata de outra forma de divulgação controlada ao público. Essa ideia surge novamente de um sentimento de que nem todas as informações estão sendo transmitidas. O Dr. Greer acredita que os OVNIs são criados por inteligências extraterrestres (ET) e afirma que todos os ETs são benevolentes. Ele se encontrou com John Podesta e ex-Bill Clinton, Hillary Clinton e Barack Obama para reuniões, e ele participou de uma reunião no Rockefeller Ranch patrocinada pelo Rockefeller Group junto com muitas outras personalidades OVNI conhecidas.

Novamente por causa da desconfiança do governo e de indivíduos de alto status/poder, a reunião do Dr. Greer com altos funcionários do governo e os Rockefellers cria uma situação em que alguns suspeitam que o Dr. Greer seja um agente de desinformação, e outros, novamente, simplesmente suspeitam que ele apenas não concorda com a realidade da evidência para outras perspectivas. Além disso, muitos na comunidade OVNI, mesmo sabendo que há fenômenos OVNI ocorrendo, não estão a bordo com a hipótese da inteligência extraterrestre (ETI) – a ideia de que seres tridimensionais inteigentes de fora do mundo pilotam OVNIs. Aqueles neste campo são menos propensos a serem considerados pesquisadores de OVNIs “raíz” (lado esquerdo da matriz) – eles estão mais focados na consciência e em explicações multidimensionais para OVNIs (lado direito da matriz). Além disso, aqueles que concordam com a hipótese de ETI não concordam unanimemente que todos os ETs são benevolentes.

Se os tomadores de decisão do governo dizem à população que uma pergunta não pode ser feita porque é absurda, vergonhosa ou tabu, isso não ajuda a educar as pessoas sobre o que é a ciência e o que a descoberta científica pode fazer para iluminar o que antes era misterioso. Ao mesmo tempo, se os pesquisadores do governo abordarem a questão em segredo de uma forma que mais tarde venha a público, isso obviamente causa problemas de confiança para o eventual desacobertamento total. Além disso, causa ciúme e raiva em pessoas que tiveram experiências pelas quais foram menosprezadas – e que agora se sentem excluídas de organizações poderosas que buscam compreender essas mesmas experiências. Isso é tudo história, mas daqui para frente acreditamos que a transparência do governo nesta pesquisa seja fundamental. Esperamos que uma nova iniciativa de financiamento de inteligência apoie essa transparência no futuro.

Atualmente, é um longo caminho para as unidades militares e de pesquisa de inteligência do governo dos EUA, To the Stars, Sirius Disclosure e outras, para contornar esses problemas de confiança. Gerenciar a desconfiança torna difícil para eles fazerem o trabalho legítimo de examinar os fenômenos OVNI em cada um de seus ângulos específicos. Ao mesmo tempo, problemas de confiança tornam difícil unir a comunidade OVNI. Manter cada grupo no seu canto acaba dividindo e conquistando o próprio poder que poderia ser obtido a partir de uma onda de cidadãos pedindo transparência e investigação nas perspectivas representadas por todos os quadrantes da matriz.

Uma proposta modesta

Acreditamos que provavelmente haja alguma verdade nas perspectivas representadas por todos os quatro quadrantes. Se os extraterrestres estão de alguma forma relacionados aos fenômenos OVNI, e se eles são tão diversos quanto os humanos, pensamos que podemos esperar encontrar exemplos de seres fora do mundo que justifiquem os sistemas de crenças apresentados em cada quadrante. Com base nessas crenças, temos uma proposta modesta.

Nos EUA, (e em todo o mundo) realmente precisamos trabalhar a humildade. Por mais maravilhoso que seja nosso sistema e por mais bela que seja nossa população, não somos invencíveis e nem sempre estamos certos. Perceber o vermelho e o azul na matriz pode levar você a acreditar que as crenças das pessoas nas áreas vermelhss podem ter mais probabilidade de serem representadas no topo da matriz, e as pessoas nas áreas azuis na parte inferior. Isso poderia ser, e pensamos nisso com o esquema de cores.

Mas o esquema de cores tem o objetivo de mostrar que, ao aprendermos humildemente sobre as ideias e as evidências de cada um desses quadrantes, podemos realmente nos mover em direção à unidade de uma forma que não fizemos até agora. Somos vermelhos, somos azuis. Temos diferentes crenças políticas – há muitas evidências disso. Mas aqueles em todos os quatro quadrantes finalmente reconhecem que os OVNIs existem. E se usássemos nossas tentativas de entendê-los e a seus criadores como uma forma de nos lembrar que não sabemos tudo e ainda podemos aprender muito – uns com os outros, bem como com fenômenos mal compreendidos como OVNIs?

Colocado de outra forma, todos concordamos que os OVNIs são misteriosos e estranhos para nós. Se eles são enviados ou controlados por inteligências, são misteriosos e estranhos para nós também. Se eles existem, essas inteligências devem ser mais inteligentes do que nós quando se trata de engenharia. Portanto, eles irão nos dominar e potencialmente nos destruir ou nossa liberdade, ou eles nos deixarão viver e manter nossa liberdade. Se forem parecidos com os humanos, é mais provável que nos deixem viver e manter nossa liberdade se os abordarmos com curiosidade, em vez de agressividade. Além disso, manter nossa liberdade provavelmente exigiria que aprendêssemos sobre quem eles são e o que podem querer, para que possamos traçar estratégias de nosso relacionamento com eles. Isso significa que mesmo que não sejamos autenticamente curiosos e tudo com que nos importamos é nossa própria sobrevivência, ainda devemos ser humildes o suficiente para fazer as perguntas: O que podemos fazer para unir essas perspectivas para que possamos aprender o máximo possível sobre OVNIs? O que podemos aprender com quaisquer inteligências extra-mundiais relacionadas?

Se pudermos fazer essas perguntas, este ato humilde em si mesmo será o primeiro passo para descobrir as respostas. Mas fazer as perguntas também pode levar a um novo alvorecer para a humanidade, pois humildemente consideramos a orientação daqueles que querem ajudar, mas precisam que os tomadores de decisão aprendam a perguntar. Aqueles que podem responder de forma útil incluem especialistas em OVNIs anteriormente marginalizados no campo, indivíduos que tiveram experiências de abdução ou tiveram contato com inteligências extraterrestres, grandes organizações com peso político, pequenas organizações com funcionários dedicados e voluntários, e as próprias inteligências potencialmente de fora do mundo. É apenas a arrogância e o medo que nos impedem de pedir abertamente a todas essas fontes. Essa arrogância esconde nosso próprio desejo de sobreviver e potencialmente prosperar, e pode até levar à destruição do experimento americano.

Vamos mudar isso.

(Fonte)


Embora o artigo acima tenha sido escrito com a sociedade estadunidense em mente, ele parece se aplicar perfeitamente para todas as outras culturas da Terra.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.