Resultados da procura por tecno-assinaturas de ETs são revelados

Tempo de leitura: 2 min.
Resultados da procura por tecno-assinaturas de ETs são revelados
Tem alguém aí fora? Crédito da imagem: CC BY-SA 3.0 CSIRO

Astrônomos na Austrália conduziram a mais profunda e ampla busca por inteligência extraterrestre.

Com o Murchison Widefield Array (MWA) na Austrália voltado para a região Vela no céu do sul, os astrônomos Chenoa Tremblay e Steven Tingay do nó da Curtin University do Centro Internacional de Pesquisa em Radioastronomia (ICRAR) vasculharam os céus em busca de sinais de vida.

Seu objetivo era encontrar evidências de tecnossignaturas alienígenas – os sinais reveladores de atividade tecnológica (como sinais de rádio) indicativos de uma inteligência extraterrestre avançada.

Infelizmente, apesar de pesquisarem mais de 10 milhões de estrelas, eles não encontraram nenhum sinal de ET.

Tingay disse:

Como Douglas Adams observou em “O Guia do Mochileiro das Galáxias” o espaço é grande, realmente grande. E embora este fosse um estudo realmente grande, a quantidade de espaço que examinamos era o equivalente a tentar encontrar algo nos oceanos da Terra, mas apenas procurando um volume de água equivalente a uma grande piscina de quintal.

Visto que não podemos realmente supor como possíveis civilizações alienígenas podem utilizar a tecnologia, precisamos pesquisar de muitas maneiras diferentes.

Usando radiotelescópios, podemos explorar um espaço de busca em oito dimensões. Embora haja um longo caminho a percorrer na busca por inteligência extraterrestre, telescópios como o MWA continuarão a empurrar os limites – temos que continuar procurando.

(Fonte)


Procurar por sinais de rádio vindos de ETs não passa de um exercício em futilidade. Possíveis civilizações mais avançadas provavelmente não usam mais o rádio. Além disso, ondas de rádio relativamente fracas como as que usamos, provavelmente são muito suscetíveis à interferência de outras radiações do espaço, não sobrevivendo com integridade através de suas viagens pelas grandes distâncias interestelares. A não ser, é claro, se forem super poderosas, como as misteriosas Rajadas Rápidas de Rádio que os cientistas ainda estudam suas origens e não descartaram a possibilidade de terem uma origem inteligente.

Enquanto os cientistas estiverem procurando por mensagens alienígenas de rádio, as chances são próximas de zero de encontrarem algo. Mas, para eles, esta metodologia angaria fundos para suas pesquisas e mantém seus “buchos” cheios.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.