Resposta aos “negativistas” a respeito de operações de bandeira falsa – Opinião

Tempo de leitura: 4 min.

Desde que a To The Stars Academy começou seu trabalho em prol do desacobertamento dos OVNIs, não faltou gente combatendo suas ações e até mesmo alegando que aquela iniciativa poderia fazer parte de um plano de “invasão extraterrestre de bandeira falsa“.

Contudo, não provas concretas para tal alegação, e Joseph Burkes, membro do The AATIP UAP Task Force Group no Facebook, tendo acesso direto a muitas informações sobre o andamento das ações em prol do desacobertamento, postou sua opinião quanto a essa questão. A opinião do Sr. Burkes é publicada abaixo, com sua permissão:

Resposta aos “negativistas” a respeito de operações de bandeira falsa.
Tom Delonge, Christopher Mellon, Luis Elizondo, Steve Justice, Dr. Hal Puthoff e Jim Semivan, membros da To The Stars Academy.


Algumas das respostas negativas a esta foto de membros da TTSA nas páginas de mídia social me lembram de como o entendimento político é baixo na subcultura de discos voadores. A política é um negócio sujo, a política dos discos voadores talvez duplamente. Quanto mais fraco for um grupo, menos provável será que ele seja capaz de fazer alianças que promovam seus objetivos. Quanto mais forte é um movimento, mais provável é que ganhe aliados nas divisões políticas, ideológicas, religiosas e até mesmo de classe.

Uma vez que algumas das pessoas entre as pessoas que responderam negativamente a esta imagem são contatados, devo acrescentar que há divisões de raças/espécies. Algumas referências históricas ajudarão a colocar este tópico em perspectiva.

Durante a Revolução Americana, os patriotas lutaram contra a maior potência militar/naval do planeta, o Império Britânico. Este era chefiado por um rei que reivindicava o direito divino de governar e era odiado pelos revolucionários americanos. As coisas não estavam indo tão bem para o General Washington. Em quase todas as batalhas em que suas forças se envolveram, foram derrotadas ou tiveram um empate amargo contra um inimigo mais bem treinado e armado. Quando o rei francês, um tirano desagradável ofereceu ajuda, Washington e suas tropas recusaram a oferta porque estava ideologicamente contaminada por outro ditador real? Claro que não! Essa ajuda francesa permitiu-lhes obter uma vitória decisiva em Yorktown, encerrando assim a Guerra da Independência.

Uma lição um tanto semelhante pode ser aprendida com a Segunda Guerra Mundial. Os comunistas russos eram os inimigos declarados do que chamavam de classes “capitalistas”. Em junho de 1941, a URSS foi atacada pelo maior e poderoso exército do mundo, a Wehrmacht de Hitler. Os Vermelhos recusaram a ajuda de um presidente milionário americano que usava as iniciais FDR? Não, claro que não! Essa assistência desempenhou um papel decisivo na alimentação do Exército Vermelho. As forças lideradas pelos comunistas russos sangraram o exército alemão e tornaram possível a vitória dos Aliados.

Para os segmentos da subcultura OVNI, rejeitar a ajuda das forças de elite dentro do aparato militar-industrial-inteligência que estão pressionando por mais abertura no assunto de discos voadores é um sinal de sua estupidez política. A única maneira de criar um movimento de massa clamando por uma divulgação pacífica é convencer a população do planeta de que os OVNIs são reais e realmente importantes. Isso é exatamente o que a To The Stars Academy (TTSA) e seus aliados do Poder Executivo fizeram.

No entanto, vemos tanto ativistas do contato/desacobertamento, comuns e celebridades/’líderes’ como o Dr. Steven Greer, rejeitando os avanços feitos por nomes como os senhores Elizondo, Mellon, Delonge, Semivan e os senadores Reid e Rubio. Sem fornecer nenhuma evidência confiável e normalmente contando com “insiders” (informantes) não identificados, o Diretor do CSETI promoveu a noção de que o esforço atual da To The Stars Academy é parte de um acúmulo para lançar uma operação de bandeira falsa. Isso supostamente iria envolver “OVNIs” terrestres controlados atacando os meios militares dos EUA e culpando os extraterrestres por tais fraudes.

Por mais bizarro que tal cenário possa parecer, é concebível que no passado planos para tal operação pudessem existir e foram formulados por algum grupo pervertido de “intelectuais de defesa” enterrados nas profundezas do complexo industrial militar. A possível existência de tal plano, no entanto, não é prova de que um projeto tão perigoso vá algum dia entrar em operação.

Em abril de 1997, como funcionário voluntário do CSETI, participei de uma conferência chamada “Behind Closed Doors Briefings” (Informações a Portas Fechadas) em Washington DC. Isso foi parte de um esforço historicamente importante que viria a ser chamado de “Projeto de Divulgação”. Na conferência de 1997, congressistas, suas equipes e pessoas proeminentes na comunidade OVNI, como o astronauta que caminhou na Lua, Dr. Edgar Mitchell, estavam presentes. Eles tiveram a chance de se encontrar com testemunhas corporativas e governamentais que estiveram envolvidas com o assunto OVNI como parte de seu trabalho.

Uma das testemunhas que compareceu à recepção do pré-briefing era um homem muito bem vestido e muito inteligente, de cerca de cinquenta anos. O Diretor do CSETI nos disse que esse homem estava envolvido em trabalho de inteligência e estava inadvertidamente presente durante uma reunião de alto escalão em que uma operação de bandeira falsa contra os ETs foi discutida. Se bem me lembro, o eufemismo aplicado a tal esquema criminoso era a criação de “indicadores falsos”. Segundo o Diretor do CSETI, este agente anônimo estava preparado para depor na audiência no dia seguinte. Nunca mais vimos aquele homem. O Dr. Greer posteriormente nos informou que ele foi interceptado por alguns de seus “amigos” na comunidade de inteligência que, de acordo com o Diretor do CSETI, deteve a potencial testemunha em uma “casa segura”. Posteriormente, os voluntários do CSETI foram informados de que a testemunha foi posteriormente dispensada, por entenderem que não era o momento certo para uma revelação tão explosiva.

Os críticos do Diretor do CSETI podem responder a esse relato afirmando que a parte da falsa bandeira da história foi inventada. Essa não foi e ainda não é minha impressão do que aconteceu há quase um quarto de século. Embora eu não tenha mais nada para seguir além da intuição, tendo conversado com o cavalheiro bem vestido por apenas alguns minutos e depois de olhar em seus olhos frios, cruéis e altamente inteligentes, minha impressão era que ele era exatamente o tipo de agente que iria estar presente durante uma discussão sobre a possibilidade de criar “indicadores falsos”.

Agora, mais de duas décadas depois, este relato por si só não substancia de forma alguma a acusação de que os esforços altamente bem-sucedidos da TTSA são parte de algum plano maligno contra as inteligências OVNI. Os esforços importantes da To The Stars Academy não devem ser descartados imediatamente. Em minha opinião, seus esforços são um passo necessário para a criação de um novo tipo de movimento pela paz e justiça social. Eu imagino que vai ligar o fenômeno OVNI a possíveis soluções para os desafios aparentemente intransponíveis que a humanidade enfrenta.

– Joseph Burkes


Nossos agradecimentos ao Sr. Joseph Burkes pela permissão de publicação de sua opinião no OVNI Hoje.

Como alguém que tem acompanhado de perto a evolução do trabalho da TTSA, Burkes está melhor posicionado para opinar sobre este assunto do que a minha pessoa. Contudo, ainda penso que a evolução do trabalho proposto pela TTSA ainda está muito aquém do prometido, talvez devido às muitas pressões políticas que este tipo de assunto sofre.

Aguardemos para a próxima movimentação das peças de xadrez no jogo do desacobertamento dos OVNIs.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.