Piloto de F-16 foi “destruído” por um “piloto de IA” – Robôs estão vencendo

Tempo de leitura: 3 min.
Piloto de F-16 foi "destruído" por um "piloto de IA" - Robôs estão vencendo
PIXABAY / WIKIIMAGES

Um dos principais pilotos de caça F-16 da Força Aérea dos EUA ficou totalmente envergonhado em uma simulação de luta aérea da DARPA contra um “piloto” de Inteligência Artificial (IA), sendo esta mais uma prova de que estamos levando a tecnologia longe demais. Não há razão para empurrarmos a IA além dos limites humanos. Queremos que esses robôs trabalhem para nós, e não acordem um dia e percebam que podem facilmente nos derrubar em um instante.

O Piloto IA foi desenvolvido pela Heron Systems e superou um dos principais pilotos de caça F-16 da USAF 5 vezes em 5 testes. O humano não teve a menor chance. Este foi o culminar de testes de três dias para mostrar a capacidade de manobra e habilidade do “piloto” de inteligência artificial e os cenários de combate foram o clássico combate um-a-um em um combate ao estilo da Segunda Guerra Mundial. Aqui está um resumo da ação de Breaking Defense e há filmagens das finais abaixo.

A IA ainda tem um longo caminho a percorrer antes que os pilotos da Força Aérea estejam prontos para entregar o manche para uma inteligência artificial durante o combate, disseram oficiais da DARPA durante a transmissão ao vivo de hoje dos testes do AlphaDogfight. Mas os testes de três dias mostram que os sistemas de IA podem manobrar uma aeronave com credibilidade em um cenário de combate simples e um contra um, e disparar seus canhões para a frente em um clássico duelo no estilo da Segunda Guerra Mundial. Por outro lado, eles disseram, foi uma exibição impressionante de um agente de IA após apenas um ano de desenvolvimento. (Como relatei no início desta semana, o programa começou em setembro do ano passado com oito equipes desenvolvendo seus respectivos AIs.)

Heron, uma pequena empresa de propriedade de mulheres e minorias com escritórios em Maryland e Virgínia, constrói agentes de inteligência artificial e também participa do esforço Gamebreaker da DARPA para explorar táticas para interromper estratégias inimigas usando jogos do mundo real como plataformas. A empresa venceu outras oito equipes, incluindo uma liderada pelo gigante da defesa Lockheed Martin – que ficou em segundo lugar nas “semifinais” do AlphaDogfight que colocaram os pilotos de IA uns contra os outros esta manhã.

A IA da Heron Systems foi extremamente agressiva nos jogos, com seu piloto de IA consistentemente capazes de girar e acertar golpes mortais no F-16 simulado pilotado por um piloto não identificado da Força Aérea, com o indicativo de “Banger“, um graduado da Aeronáutica Escola de Armas altamente seletiva da Força em Nellis AFB. A IA exibiu “habilidade de mira sobre-humana” durante a simulação, disse Mock. (via Breaking Defense)

Aqui estão as filmagens das finais:

[Para informações de como ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora ela não seja precisa e possa não funcionar em dispositivos móveis, clique aqui.
(Macete: algumas legendas são melhores acompanhadas lendo-se somente a última linha)]

O Piloto IA venceu por 5 x 0 o melhor piloto que temos e eles não conseguiram vencer o robô UMA VEZ SEQUER. O que ainda estamos fazendo???? E se essa tecnologia de inteligência artificial cair nas mãos erradas (robôs/terroristas)? O que acontecerá então? Temos robôs maiores, mais perigosos e melhores preparados para serem implantados? O que acontece quando aquele avião de combate IA começa a se comunicar com este maldito cão robô:

Eles não estão dizendo que esta IA está pronta para ser implantada em uma situação de combate ainda, mas Justin “Glock” Mock da DARPA foi mais longe ao dizer que “tem IA que funciona” nesta situação de combate em particular.

Para realmente implantar essa tecnologia de inteligência artificial em uma escala ampla e significativa, eles têm incontáveis ​​outros cenários de combate para testar, que provavelmente serão os próximos passos.

(Fonte)


Talvez eu esteja imaginando coisas além da realidade, mas para mim a única forma de combater uma IA que se tornou nossa inimiga seria a de nos transformarmos e borgs. E Elon Musk aparentemente já está dando os primeiros passos para isso.

Será que a raça humana como está agora sobreviverá o século XXI?

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.