Nova pesquisa: O exoplaneta mais próximo da Terra pode hospedar vida

Tempo de leitura: 2 min.

“É um dos planetas mais interessantes conhecidos no bairro solar.”

Nova pesquisa: O exoplaneta mais próximo da Terra pode hospedar vida
Imagem ilustrativa do exoplaneta que pode parecer com a Terra.

Usando instrumentos astronômicos de ponta, uma equipe internacional de pesquisadores confirmou a existência do Proxima b, um planeta semelhante à Terra que orbita a estrela mais próxima do nosso sistema solar, o Proxima Centauri.

Alejandro Suarez Mascareño, principal autor de um artigo sobre a pesquisa publicada esta semana na revista Astronomy & Astrophysics, disse em uma declaração:

Confirmar a existência do Proxima b foi uma tarefa importante e é um dos planetas mais interessantes conhecidos no bairro solar.

Eles descobriram que Proxima b tem 1,17 vezes a massa da Terra, menor que a estimativa mais antiga de 1,3 vezes. Ele orbita sua estrela em apenas 11,2 dias. Confirmar a massa de um planeta distante com tanta precisão “é inédito”, disse Michel Mayor, vencedor do Nobel de 2019, que lançou as bases para a tecnologia que tornou possível a descoberta.

O Proxima b foi descoberto pela primeira vez em 2016 usando o HARPS (High Precision Radial Velocity Planet Searcher), um espectrógrafo de caça a planetas montado em um dos telescópios do Observatório Europeu do Sul, no Observatório La Silla, no Chile.

Os cientistas conseguiram aprimorar o planeta com o ESPRESSO, um espectrógrafo de nova geração também no observatório do Chile, que possui três vezes a precisão do HARPS.

Francesco Pepe, professor de astronomia da Universidade de Genebra, na Suíça, e líder do ESPRESSO e coautor do artigo, informou:

Nós já estávamos muito felizes com o desempenho do HARPS, que foi responsável pela descoberta de centenas de exoplanetas nos últimos 17 anos.

Estamos realmente satisfeitos que a ESPRESSO possa produzir medições ainda melhores, e é gratificante e justo recompensar o trabalho em equipe que dura quase 10 anos.

Embora Proxima b orbite sua estrela a uma distância tão próxima, ele ainda recebe aproximadamente a mesma quantidade de energia que a Terra recebe do Sol. E isso deixou os astrônomos empolgados com o potencial de encontrar vida alienígena.

Mas há algumas más notícias: o Proxima Centauri tende a bombardear todos os planetas nas proximidades com uma quantidade feroz de raios X – o Proxima b recebe cerca de 400 vezes a quantidade que a Terra recebe do Sol.

Isso leva à pergunta do coautor do artigo, Christophe Lovis, pesquisador que trabalhou no ESPRESSO, no comunicado.:

Existe uma atmosfera que protege o planeta desses raios mortais?

Lovis espera que a próxima geração de espectrógrafos – o sucessor do ESPRESSO, ‘RISTRETTO’, que já está em construção – nos ajude a encontrar esta resposta.

No entanto, para que possamos examinar mais de perto o Proxima b, o Proxima Centauri está a “apenas” 4,2 anos-luz do Sol – o que significa que ainda levaria vários milhares de anos para chegarmos lá usando a tecnologia de propulsão de hoje.

(Fonte)

Colaboração: Diana Artemis


Os cientistas ficam mudando sua opinião a respeito desse planeta “próximo” de nós, com alguns dizendo que lá é impossível ter vida, enquanto outros acham que há uma grande possibilidade.

Já eu, não me espantaria se, mesmo se sua estrela o bombardeia com altos níveis de radiação (pelo que sabemos), que Proxima b seja o lar de uma civilização avançada. Afinal, a Terra também é bombardeada pelo nosso Sol por raio-X, radiação UV, etc., mas nosso campo magnético e atmosfera nos tem protegido disso até agora. Além disso não sabemos absolutamente nada sobre a resistência de outras formas de vida fora da Terra para enfrentarem essas condições que para nós parecem nocivas. É até possível que muitas dessas formas de vida se alimentem daquilo que para nós é veneno.

Minha aposta é que há de tudo lá fora.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.