Nitrogênio fixo dentro do meteorito apoia antiga habitabilidade de Marte

Tempo de leitura: < 1 min.

Pela primeira vez na história, compostos orgânicos contendo nitrogênio foram encontrados dentro de um meteorito de Marte.

Nitrogênio fixo dentro do meteorito apoia antiga habitabilidade de Marte
Este meteorito conhecido contém uma riqueza de pistas quanto a vida em Marte. Crédito de imagem: NASA

Descoberto em Allan Hills, na Antártica, há mais de 35 anos, o meteorito – conhecido como ALH84001 – data de 4 bilhões de anos, quando Marte era muito diferente de como é hoje.

Você provavelmente já ouviu falar desse meteorito em particular antes – nos anos 90, uma equipe de cientistas afirmou ter identificado bactérias fossilizadas microscópicas contidas nele.

A descoberta se tornou manchete no mundo todo e, embora tenha sido subestimada, a pesquisa teve um papel fundamental no avanço do campo da astrobiologia.

Agora, mais de 20 anos depois, os cientistas que analisaram o meteorito descobriram evidências de nitrogênio fixo – uma forte indicação de que Marte pode ter sido o lar dos ingredientes da vida.

Atsuko Kobayashi, do Instituto de Tecnologia de Tóquio, informou:

No início da história do sistema solar, Marte provavelmente foi inundado com quantidades significativas de matéria orgânica, por exemplo, meteoritos ricos em carbono, cometas e partículas de poeira.

Alguns deles podem ter se dissolvido na salmoura e presos dentro dos carbonatos.

Embora ainda não esteja claro como esses compostos orgânicos podem ter surgido, sua presença representa algumas das evidências científicas mais fortes já encontradas da habitabilidade passada do Planeta Vermelho.

Os autores do estudo escreveram:

Qualquer que seja a origem, a presença de nitrogênio orgânico e reduzido em Marte no período Noachiano inicial/médio indica a importância do ciclo do nitrogênio marciano.

(Fonte)


É quase certo que, pelo menos no passado, que Marte podia abrigar algum tipo de vida, no mínimo microbiana. Mas há também indícios de vida mais avançada por lá no passado, embora os cientistas façam vistas grossas para essas descobertas.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.