Sinal extraterrestre é captado vindo de dentro da nossa própria galáxia

Tempo de leitura: < 1 min.

Os astrônomos detectaram a primeira Rajada Rápida de Rádio (de sigla em inglês, FRB – Fast Radio Burst) originada em nossa própria galáxia, relata o ScienceAlert.

Sinal extraterrestre é captado vindo de dentro da nossa própria galáxia - rajada rápida de rádio

O astrônomo da Caltech, Shrinivas Kulkarni, disse à ScienceAlert:

Algo assim nunca foi visto antes.

O sinal, uma onda de rádio milissegundos de ondas, foi rastreado até um magnetar da Via Láctea, um tipo de estrela de nêutrons com um campo magnético extremamente forte. O magnetar de repente se acendeu, emitindo uma explosão gigantesca de milissegundos de ondas de rádio, captadas pelos astrônomos em 28 de abril.

De acordo com o ScienceAlert, o sinal era tão intenso que poderia ser detectável em outra galáxia.

Kulkarni ainda informou:

Se o mesmo sinal viesse de uma galáxia próxima, como uma das galáxias FRB típicas , pareceria uma FRB (Rajada Rápida de Rádio) para nós.

A detecção pode finalmente estabelecer quanto a origem das misteriosas FRBs.

Kulkarni acrescentou:

Esse tipo de coisa, na mente da maioria das pessoas, estabelece a origem das FRBs como provenientes de magnetares.

Rajadas rápidas de rádio levantaram muito mais perguntas sobre o universo do que elas podem responder. Elas são extremamente imprevisíveis, apesar de algumas delas liberarem mais energia do que 500 milhões de sóis. Elas não parecem ter um padrão e duram apenas uma pequena fração de segundo.

Os astrônomos sugerem que o sinal pode ter se originado como resultado de forças gravitacionais maciças e mutáveis, causando um terremoto ou erupção magnetar, um distúrbio no campo magnético ao seu redor.

A enorme explosão de ondas de rádio também pode ser uma indicação de que existem muitas outras FRBs que atualmente não conseguimos detectar.

Shriharsh Tendulkar, pós-doutorado na Universidade McGill, disse so Gizmodo:

Foi tão brilhante que a vimos com o canto dos olhos, por assim dizer.

(Fonte)


n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.