Casos interessantes: Revendo a casuística dos anos 70

Tempo de leitura: 5 min.

Por PREDADOR

Como muitos do OH sabem, eu me interesso em pesquisar a casuística passada, pois é possível encontrar informações interessantes e muitas vezes coincidentes, permitindo tirar algumas conclusões sobre os OVNIs e seus ocupantes a partir do confronto de dados.

Casos interessantes: Revendo a casuística dos anos 70
Imagem meramente ilustrativa.

Hoje vou compartilhar alguns casos do meu arquivo pessoal para a leitura dos visitantes do OH.

Caso 1 – Chupacabras?

Na América do Sul, dentre os relatos antigos, registro esse dos anos 70:

Localização: próximo a San Pedro & San Pablo – Chile – 1970

Duas jovens irmãs, que moravam em uma área rural isolada, estavam cuidando de um rebanho de lhamas perto de um riacho, quando avistaram uma criatura bizarra que parecia deslizar acima do solo em velocidade muito alta. Deixou para trás uma nuvem de poeira. Passou tão rápido que nenhum detalhe pode ser discernido; só puderam ter certeza de que era pequena em tamanho.

Na manhã seguinte, o pai das meninas encontrou 10 lhamas grávidas mortas em um campo. Em outra inspeção, ele constatou que seus corpos tinham sido drenados completamente de sangue. A família tentou cozinhar um dos animais, mas a carne estava com gosto ruim. Vários abutres que tentaram comer os outros lhamas mortos foram vistos vomitando o que haviam comido, voando imediatamente para longe. As carcaças mais tarde foram queimadas.

Fontes: Albert Rosales e Calama UFO Center

Analisando este caso:

Muitas pessoas acham que o chupacabras é uma lenda urbana recente, dos anos 90 para cá.  Na verdade, o fenômeno é muito mais antigo, mas foi nos anos 90, com a televisão brasileira e a mídia nacional acompanhando uma onda de ataques que ocorreu em toda a America Latina e chegando ao Brasil, que o fenômeno se tornou popular aqui.

 Existem relatos bem antigos de ataques do padrão “chupa cabras”, nos anos 80, 70 e até mesmo de séculos atrás.  Na verdade, quando os conquistadores espanhóis chegaram a Porto Rico, os índios locais já falavam na criatura que era temida. Eles não se atreviam a ir ao monte El Yunque que consideravam a morada da criatura. Quando os conquistadores chegaram ao Texas, também se depararam como relato atemorizado dos indígenas locais.

Aliens por trás do desaparecimento inexplicável de certos navios?

Um relato interessante vem de um caso também dos anos 70. Eu nunca tinha ouvido falar desse desaparecimento, e resolvi investigar.

 Localização. Miami, Flórida – janeiro de 1970

Enquanto cursava a faculdade na Universidade de Miami, a testemunha, que se identificou como “Ron” afirma ter tido contato com alienígenas que disseram ser do planeta Vênus. Um deles uma vez o encontrou perto do portão da faculdade, quando a testemunha saía em um conversível alugado. Ele pediu para seguir uma determinada rota, até sair da cidade, onde avistou uma nave pousada. O alienígena disse para ele entrar, e lhe mostrou o interior da nave.

Ele disse a Ron que eles operavam na terra há bastante tempo, e que haviam tomado um navio de guerra (da Segunda Guerra Mundial) muitos anos antes no meio do Atlântico. Deu mais detalhes, dizendo que era um navio inglês, que havia sido alugado pelo Brasil, e que se chamava “São Paulo”.

Ainda segundo o alienígena, essa embarcação estava sendo devolvida à Inglaterra depois de serviço na Marinha brasileira. Estava sendo rebocada por dois rebocadores oceânicos, um dianteiro e um traseiro, com 4 amarras presas e mantidas firmes pelos rebocadores.

As 3 embarcações navegaram até passar por um misterioso nevoeiro verde no mar; as amarras ficaram frouxas e os dois rebocadores pararam para evitar colisão no denso nevoeiro. Esse nevoeiro diminuiu repentinamente e os rebocadores podiam ver um ao outro, porém não viram mais o encouraçado. As 4 amarras haviam sido rompidas de forma estranha, como se tivessem sofrido um corte limpo, perfeito. O navio de guerra nunca foi encontrado, embora o fundo do oceano no ponto do desaparecimento tenha sido minuciosamente pesquisado.

Fonte: Albert Rosales – Wendelle Stevens.

Intrigado com esse relato, resolvi investigar se havia efetivamente algum navio com esse nome desaparecido, e verifiquei que sim. Encontrei o caso mencionado pelo alienígena nos arquivos digitais do jornal Correio da Manhã, de 14 de dezembro de 1963 sob o título “E ninguém encontrou o encouraçado São Paulo”.  Diz a matéria, ao final:

No incrível número de dúvidas deixado pelo São Paulo, existe uma pouco ventilada e nunca explicada. O contato entre o casco do encouraçado e os dois rebocadores era feito por intermédio de um transmissor portátil, com bateria própria, que, por isso mesmo, não necessitava de fios. No momento em que os cabos se arrebentaram, todo contato acabou.

Para acessar a matéria na integra:

http://memoria.bn.br/DocReader/Hotpage/HotpageBN.aspx?bib=089842_07&pagfis=46927&url=http://memoria.bn.br/docreader#

Analisando este caso:

É interessante o detalhe do rádio ter emudecido de repente, fato notado nas investigações da época, e considerado como algo sem explicação. Se ligarmos à possibilidade do navio ter sido sequestrado pelos alienígenas, como fala o relato do americano que diz ter sido informado sobre isso por eles, encontramos uma explicação para esse mistério do rádio emudecido.

Outra coisa a ser destacada, é que o navio desapareceu próximo aos Açores.  Uma das linhas imaginárias do Triangulo das Bermudas para alguns passa justamente por essa região, onde, aliás, há um número de casos de desaparecimentos inexplicáveis ao longo dos séculos. Talvez muitas embarcações que sumiram sem deixar rastros, como o São Paulo, envolveram (e continuam a envolver) a atividade alienígena nessa misteriosa região que está conectada, para muitos pesquisadores, ao mistério do Triângulo das Bermudas.

Alguns casos interessantes na mesma região:

1938 – Anglo-Australian – embarcação desaparecida em março, com uma tripulação de 39 homens. Pediu socorro quando estava próxima ao Arquipélago dos Açores.

1963 – CARGOMASTER C-132 – Avião de carga desaparecido em 22 de setembro perto dos Açores.

Uma grande ‘Lua Nascente’ emerge do oceano, sendo observada pelos tripulantes do destróier USS Josephus Daniels, forçando o navio a mudar de curso; o diário de bordo foi apreendido no porto.

Fonte: (http://lendasemisteriosdomundo.blogspot.com/2010/05/triangulo-das-bermudas.html).

Um detalhe interessante que o alienígena informou a Ron foi sobre o nevoeiro.

Há inúmeros relatos de pessoas que estiveram na região do Triangulo das Bermudas mais a oeste do mar dos sargaços e dos Açores que relataram ter visto esse tipo de fenômeno bizarro aparecer do nada, fazendo instrumentos eletrônicos e bussolas enlouquecerem.

Alguns oficiais e comandantes de aeronaves afirmam que sentem uma sensação de estranheza e que a visão do mar os engana, fazendo crer que não há terra sob a nave, que o aspecto do oceano muda de cor, que não distinguem o horizonte, ou seja, não observam a habitual linha divisória entre o mar e o céu, mas sim um nevoeiro esbranquiçado ou mesmo verde”.

Fonte: (http://lendasemisteriosdomundo.blogspot.com/2010/05/triangulo-das-bermudas.html).

Tem um caso famoso nos anos 70 em que um barco da guarda costeira americana, que rebocava um outro barco, de repente entrou nesse nevoeiro inesperado… os tripulantes falam que nesse momento o barco rebocado de repente parecia estar sendo puxado por uma força misteriosa e descomunal, e eles estavam a ponto de abandona-lo quando o nevoeiro simplesmente sumiu e tudo voltou ao normal.

 Sabe-se que em vários casos os OVNIs aparecem envoltos em uma névoa misteriosa. Alguns pesquisadores acham que se trata de uma alteração magnética intensa gerada pela energia dos discos voadores, possivelmente até mesmo uma alteração no tecido espaço-tempo ao redor. Por isso algumas pessoas quando estão bem perto de uma nave afirmam que o tempo parece ter parado ao redor e que elas não veem nem ouvem mais nada. É como se estivessem em outra dimensão.

O Kaczmarczick aqui do OH, um dos moderadores, é uma das pessoas que fala que viu uma névoa ou nuvem descendo e só bem perto do solo ele, as irmãs e vizinhos puderam ver claramente a forma do objeto iluminado. O mesmo tem sido relatado em outros casos pelo mundo.

Talvez então as névoas relatadas no Triangulo das Bermudas e no Mar dos Sargaços mais a oeste até os Açores sejam alterações geradas pelo imenso campo magnético das naves que estão próximas ou por alguma tecnologia que eles têm para distorcer o espaço-tempo.

A menos que Ron tivesse profundo conhecimento dessas questões relacionadas à aparição de OVNIs, névoas e casos ufológicos pelo mundo, porque iria acrescentar esse detalhe no seu relato?

Por outro lado, se o alienígena que o contatou reportou o fenômeno da névoa, explicando-o como parte das ações de captura do navio de guerra São Paulo (lembrando que há muitos casos de névoas envolvendo aviões também no Triângulo), isso se encaixa perfeitamente na casuística dessa área e de outras partes do mundo envolvendo ação ou aparição de naves, tornando credível assim a história de Ron sobre seu contato e as informações que lhe foram passadas pelo alienígena. E também tornam compreensível esse estranho e singular fenômeno, que tem sido reportado em dezenas de casos e experiências relatadas por pessoas que transitaram pelo Triângulo e retornaram para contar a sua história.

Bem, esses são alguns dos casos intrigantes que envolvem o mistério dos OVNIs e os visitantes que há muito tempo são relatados. Oportunamente, postarei novos casos para a informação dos visitantes do OH.

Se você teve alguma experiência com OVNIs ou seres, ou conhece alguém, amigo, parente ou conhecido que teve e quer me relatar, pode me contar por e-mail: guyana.luis@hotmail.com

Manterei sigilo, se não quiser ter sua identidade revelada.

– PREDADOR

Compartilhe este artigo com a galáxia!

_______

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.