SETI libera outro conjunto de dados e convida o público a procurar por alienígenas

Tempo de leitura: 2 min.

Os alienígenas existem? Eles já estão entre nós? Definitivamente sim para ambas perguntas!

SETI libera outro conjunto de dados e convida o público a procurar por alienígenas
Em fevereiro de 2020, o SETI libera 2 petabytes de dados da pesquisa da Via Láctea para o público, a fim de receber ajuda na busca por vida alienígen. Foto John M. Chase via Sutterstock

E para ajudar os astrônomos a procurar sinais de civilizações alienígenas, o SETI lançou ao público 2 petabytes (ou 1015 bytes) de novas informações digitais.

Os dados divulgados representam a pesquisa mais abrangente já feita sobre emissões de rádio do plano da Via Láctea e da região em torno de seu buraco negro central.

Ao liberar os novos dados ópticos e de rádio, os pesquisadores destacaram as emissões de rádio de 20 estrelas próximas que estão alinhadas com o plano da órbita da Terra, de modo que uma civilização avançada em torno dessas estrelas possa ver a Terra transitando pelo Sol.

A segunda versão das informações da pesquisa SETI (Search for ExtraTerrestrial Intelligente – Procura por Inteligência Extraterrestre) foi feita pela Breakthrough Listen durante uma entrevista à imprensa em Seattle, sexta-feira, 14 de fevereiro, depois que um petabyte de dados de rádio e telescópio óptico foi lançado em junho passado.

Yuri Milner, o fundador da Breakthrough Listen, disse:

Durante toda a história da humanidade, tivemos uma quantidade limitada de dados para procurar vida além da Terra. Então, tudo o que podíamos fazer era especular. Agora, como estamos obtendo muitos dados, podemos fazer ciência real e, ao disponibilizá-los ao público em geral, também podem as pessoas que queiram saber a resposta para essa profunda pergunta.

É por isso que todos esses dados foram disponibilizados ao público. Eles estão pedindo ajuda de cientistas e codificadores, e até analistas de dados e qualquer pessoa que tenha interesse na busca de vida alienígena, para executar suas próprias análises.

(Fonte)


Os dados podem ser acessados no site da Breakthrough Listen, clicando aqui.

Mas cá entre nós, é a minha opinião pessoal que, por várias razões, procurar por sinais de rádio vindos de civilizações avançadas que estão extremamente distantes de nós não passa de um grande exercício em futilidade. Há coisas muito mais práticas que podem ser feitas para tal.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.