Mistério astronômico: Sinal do espaço vem de uma galáxia próxima

Tempo de leitura: 2 min.

A descoberta desafia suposições científicas sobre os misteriosos eventos conhecidos como Rajadas Rápidas de Rádio (de sigla em inglês, FRBs).

Mistério astronômico: Sinal do espaço vem de uma galáxia próxima
A Rajada Rápida de Rádio 180916 Galaxy Host. Crédito: Observatório Gemini / Laboratório de Pesquisa em Astronomia Ótica Infravermelha da NSF / AURA

A fonte das FRBs – rajadas breves, repentinas e extragaláticas de ondas de rádio que duram alguns milésimos de segundo – permanece desconhecida desde a descoberta em 2007. Geralmente, as fontes das FRBs (geralmente explosões pontuais) são eventos celestes misteriosos , mas ainda mais misteriosos são aquelas que emitem flashes repetidos.

A FRB recentemente descoberta – designada FRB 180916.J0158 + 65 – é uma das únicas cinco fontes com uma localização conhecida com precisão e apenas a segunda fonte que mostra explosões repetidas.

Kenzie Nimmo, estudante de Ph.D. da Universidade de Amsterdã e um dos principais autores deste artigo, disse em um comunicado de imprensa:

A localização desse objeto é radicalmente diferente da localização não apenas da FRB de repetição localizado anteriormente, mas também de todos as FRBs estudadas anteriormente

Isso obscurece as diferenças entre rajadas rápidas de rádio repetitivas e não repetidas. Pode ser que as FRBs sejam produzidas em um grande zoológico de locais em todo o Universo e apenas exijam que algumas condições específicas sejam visíveis.

No entanto, a fonte da FRB 180916.J0158 + 65 – que fica a aproximadamente 500 milhões de anos-luz da Terra – foi inesperada e mostra que as FRBs podem não estar ligadas a um tipo específico de galáxia ou ambiente, aprofundando ainda mais esse mistério astronômico.

Benito Marcote, do Joint Institute for VLBI European Research Infrastructure Consortium e principal autor do artigo da Nature, explica:

Esta é a FRB mais próxima da Terra já localizada.

Surpreendentemente, ela foi encontrada em um ambiente radicalmente diferente do das quatro FRBs anteriores – um ambiente que desafia nossas ideias sobre qual poderia ser a fonte dessas rajadas.

A localização da FRB 180916.J0158 + 65 exigia observações nos comprimentos de onda do rádio e da óptica. As FRBs só podem ser detectadas com radiotelescópios, portanto as observações por rádio são fundamentalmente necessárias para determinar com precisão a posição de uma FRB no céu.

(Fonte)


O mistério dessas enigmáticas Rajadas Rápidas de Rádio se aprofunda e uma origem inteligente não pode ser descartada ainda pelos astrônomos, pois estes não conseguem associá-las a nenhum fenômeno natural atualmente conhecido.

n3m3

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

ESTUDIOSO: "A 3a GUERRA MUNDIAL COMEÇARÁ EM 2020 E DURARÁ 16 ANOS."

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.