Objetos espaciais causaram o colapso da civilização e isto pode ocorrer novamente – cientistas

Tempo de leitura: 3 min.

Os cientistas culparam o fim de várias civilizações antigas nos objetos espaciais: um “furacão de meteoros” causado por um cometa moribundo.

Objetos espaciais causaram o colapso da civilização e isto pode ocorrer novamente - cientistas
Acredita-se que os objetos espaciais tenham causado estragos na Terra e tenham causado um apocalipse devastador que destruiu as sociedades primitivas (Imagem: Getty)

Por volta de 2350 a.C., houve um colapso “quase simultâneo” que viu grandes sociedades desmoronarem e o Oriente Médio mergulhar em uma idade das trevas. Isso resultou na morte da poderosa civilização acadiana, que foi fundada por Sargão da Acádia, e às vezes é chamada de primeiro império da história.

Os pesquisadores sugeriram agora que esse apocalipse pode ter sido causado por um encontro com os destroços jogados por um cometa em desintegração. Se um evento semelhante acontecesse hoje, a civilização humana moderna poderia ser completamente destruída e bilhões morreriam de fome.

Todos sabemos sobre o risco representado pelos asteroides, que tendem a ser relativamente sólidos e produzidos a partir de rochas ou metais. Mas os cometas também são muito perigosos. São enormes pedaços de gelo e gás, às vezes compactados, que se desfazem quando são aquecidos pelo sol ou envolvidos em algum outro evento, como uma colisão com outros objetos. Isso pode levar à criação de uma enorme quantidade de material que pode crescer até o tamanho da Terra ’em poucos dias’, alertou um novo estudo.

Essa cabeça de bronze é um governante acadiano que alguns acreditam ser o próprio Sargão de Akkad.

Nosso planeta é muito mais propenso a viajar pelos escombros do que a penetrar no núcleo do cometa. No entanto, esse encontro pode ter “efeitos terrestres significativos”.

Fragmentos de rocha ou outro material podem chover na Terra, iniciando incêndios e jogando tanta fuligem no ar que a luz do Sol fica bloqueada. Eles também podem ’empoeirar’ os céus ao despejar grandes quantidades de material na atmosfera, o que também apagaria a luz vital da nossa estrela. Ambos os processos reduziriam as temperaturas em todo o planeta. Sem luz, não pode haver fotossíntese e as plantas não podem crescer mais, o que significa que é impossível para as civilizações humanas cultivarem culturas para alimentar pessoas ou animais.

Em um artigo publicado no boletim mensal da Royal Astronomical Society, o pesquisador W.M. Napier da Universidade de Armagh, na Irlanda do Norte, escreveu:

Estudos da história da Terra nos últimos 150.000 anos revelaram que o clima está sujeito a mudanças repentinas de temperatura, com transições ocorrendo geralmente dentro de décadas ou mesmo alguns anos.

Nos tempos modernos, um resfriamento global repentino desse tipo teria um efeito calamitoso na agricultura. O colapso abrupto dos acadianos e outras civilizações por volta de 4.170 anos antes do presente foi atribuído a uma mudança para condições mais áridas, levando a um colapso social e político subsequente.

O autor sugeriu que isso poderia ter sido causado por um encontro com um cometa que estava se separando para formar o Cometa Encke – um objeto cujos destroços causam a chuva de meteoros Táuridas. Isso também pode ter causado outro cataclismo misterioso que ocorreu em uma época chamada Fronteira de Dryas Recente, há cerca de 12.800 anos atrás e deixou poeira e bolinhas de vidro ricas em platina espalhadas pelo mundo. É provável que este evento tenha sido causado por um cometa que provocou enormes ‘incêndios florestais globais’, queimando até 10% da biomassa do planeta e causando extinções em massa em todo o mundo.

O cientista ainda disse:

Modelei a desintegração de um grande cometa … usando o Cometa Encke como arquétipo e descobri que há uma expectativa razoável de um ou mais breves “furacões de meteoros” com intensidades muito além da experiência moderna. Fumaça suficiente pode ser criada durante esses encontros para gerar resfriamentos repentinos com duração de alguns anos, além de incêndios generalizados.

As perturbações terrestres no início da fronteira Dryas Recente, de 12.900 antes do presente, e o colapso simultâneo das primeiras civilizações por volta de 2350 a.C. podem ter sido desencadeadas por eventos dessa natureza.

O Império Acádio era uma grande civilização centrada em torno da Acádia na Mesopotâmia. Foi fundada por Sargão da Acádia, e floresceu por quase dois séculos antes de entrar em colapso no século 22 a.C.

(Fonte)


Se for verdade esta tese de que civilizações anteriores entraram em colapso devido a esses objetos espaciais oriundos de cometas, então, provavelmente, não há esperança para muito mais avanço da nossa própria civilização, pois isso deve acontecer de tempos em tempos. A não ser, é claro, que desenvolvamos tecnologia que possa proteger nosso planeta desses “furacões de cometas”.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.