Boeing renova contrato com NASA – haverá mais missões para a Lua

Tempo de leitura: 2 min.

A Boeing está encarregada de construir os foguetes SLS que levarão os astronautas da NASA para a Lua em 2024.

Boeing renova contrato com NASA - haverá mais missões para a Lua
Ilustração do SLS saindo da Terra. Fonte: NASA

A NASA estendeu seu contrato com a Boeing. Isso garantirá que a empresa aeroespacial construa estágios de foguetes para o seu Space Launch System (SLS), parte das missões Artemis I e II.

O novo contrato abrange a produção do estágio central do foguete para a missão Artemis III – o que deve enviar astronautas feminino e masculino de volta à Lua em 2024.

O que implica o novo contrato com a Boeing?

Essa medida permitirá à Boeing fazer pedidos em grandes quantidades, minimizando o custo da operação. Esses pedidos permitirão ‘materiais de entrega demorada’ para os foguetes SLS custarem menos e serem entregues a tempo.

Mais 10 serão encomendados e usados ​​em missões além da Artemis III.

Além disso, o novo contrato assegura que a Boeing possa garantir peças com bastante antecedência. Isso é importante principalmente para as peças que normalmente são escassas e precisam de mais tempo para serem produzidas.

A NASA e a Boeing ainda precisam dar os retoques finais no contrato que cobre o saldo remanescente dos estágios principais – até 10 – e pelo menos oito Estágios Superiores de Exploração (de sigla em inglês, EUS).

O EUS é um foguete de segundo estágio que utilizará oxigênio líquido e hidrogênio como combustível. Este foguete será usado para entregar cargas úteis além da órbita baixa da Terra.

O primeiro deles deve ser lançado durante a missão Artemis IV, com um objetivo final a ser usado para impulsionar a carga em destinos de exploração no espaço profundo.

O administrador da NASA, Jim Bridenstine, foi quem compartilhou as notícias durante sua extensa turnê pelos EUA.

Ele disse:

Essas etapas iniciais permitem que a NASA comece a construir o estágio principal que lançará os próximos astronautas para pisar na superfície lunar e construir o poderoso estágio superior de exploração que expandirá as possibilidades das missões Artemis, enviando hardware e carga junto com humanos, ou até cargas mais pesadas necessárias para explorar a Lua ou Marte

Bridenstine tem inspecionado as instalações de fabricação e os locais de fornecedores envolvidos na missão Artemis e no programa de lançamento da equipe comercial.

(Fonte)


n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.