Conheça os primeiros avistamentos registrados de OVNIs dos EUA (1639)

Tempo de leitura: 3 min.


Em 1º de março de 1639, John Winthrop abriu seu diário no qual registrou as provações e triunfos de seus companheiros puritanos quando eles procuraram por uma nova vida na América.

Quando o governador da Colônia da Baía de Massachusetts colocou sua pena no papel, ele começou a recontar um evento incomum que recentemente havia causado alvoroço entre os imigrantes ingleses.

Conheça os primeiros avistamentos registrados de OVNIs dos EUA (1639)
Retrato de John Winthrop. (Crédito: Domínio Público)

Winthrop escreveu que, no início do ano, James Everell, “um homem sóbrio e discreto”, e dois outros estavam remando um barco no rio Muddy, que fluía através do pântano e desembocava em uma bacia de maré no rio Charles, quando viram uma grande luz no céu noturno. “Quando ele parou, pegou fogo e tinha cerca de três metros quadrados“, relatou o governador, “quando funcionava, era contraído na figura de um porco“.

Ao longo de duas a três horas, os barqueiros disseram que a luz misteriosa “corria tão veloz quanto uma flecha” disparando entre eles e a vila de Charlestown, a uma distância de aproximadamente 3,2 quilômetros. “Diversas outras pessoas credíveis viram a mesma luz, depois, quase no mesmo lugar“, acrescentou Winthrop.

O governador escreveu que, quando a estranha aparição finalmente desapareceu, os três puritanos no barco ficaram atordoados ao se encontrarem a 1,6 km rio acima – como se a luz os tivesse transportado para lá. Os homens não tinham lembrança de remar contra a maré, embora seja possível que eles pudessem ter sido carregados pelo vento ou por um fluxo de maré inverso.

Jacques Vallee e Chris Aubeck escreveram em “Wonders in the Sky: Unexplained Aerial Objects from Antiquity to Modern Times” (“Maravilhas no Céu: objetos Aéreos Inexplicáveis ​​da Antiguidade Até os Tempos Modernos”):

O misterioso reposicionamento do barco poderia sugerir que eles não ficaram cientes de parte de sua experiência. Alguns pesquisadores interpretariam isso como uma possível abdução pore alienígenas se isso acontecesse hoje.

Alguns especularam que o brilho curioso poderia ter sido um ‘ignis fatuus‘, uma luz pálida que pode aparecer sobre o pântano à noite devido à combustão de gás da matéria orgânica decomposta. Se o relato de Winthrop estiver correto, no entanto, a luz não estava subindo do pântano, mas disparando pelo céu, o que torna essa explicação improvável.

Uma visão estranha voltou aos céus de Boston cinco anos depois, de acordo com outra anotação no diário de Winthrop, datada de 18 de janeiro de 1644:

Por volta da meia-noite, três homens, entrando em um barco para Boston, viram duas luzes surgindo da água perto do rio, ao ponto norte da enseada da cidade, em forma de homem, e foi a uma pequena distância até a cidade, e depois para o ponto sul, e desapareceu.

Uma semana depois, escreveu Winthrop, outro evento celeste inexplicável ocorreu sobre o porto de Boston:

Uma luz como a Lua surgiu sobre o ponto NE em Boston, e se encontrou com uma segunda em Nottles Island, e lá se fecharam em uma, e depois se separaram, e se fecharam e se separaram diversas vezes, e assim foram sobre a colina na ilha e desapareceram. Às vezes elas disparavamm chamas e às vezes brilhavam. Era cerca de oito horas da noite e foram vistas por muitos.

Seu relato prosseguiu: 

Na mesma época, uma voz foi ouvida na água entre Boston e Dorchester, gritando da maneira mais terrível possível:, Garoto! Garoto! Venha embora! Venha embora!’; e de repente mudou de um lugar para outro uma grande distância, cerca de 20 vezes. Ela foi ouvida por diversas pessoas. Cerca de 14 dias depois, a mesma voz da mesma maneira terrível foi ouvida por outros do outro lado da cidade em direção à Ilha de Nottles

Ao contrário do OVNI de 1639, Winthrop tinha uma explicação para a mais recente luminescência sobre sua “cidade sobre uma colina”. O governador observou que o espetáculo bizarro foi visto perto do local onde um navio capitaneado por John Chaddock havia explodido meses antes, após um marinheiro acidentalmente acender pólvora a bordo do navio. O capitão não estava a bordo na época, mas a explosão matou cinco tripulantes.

Winthrop observou que os socorristas haviam recuperado os corpos de todas as vítimas, exceto o homem considerado responsável pela calamidade, um marinheiro que professava a capacidade de se comunicar com os mortos e que era suspeito de assassinar seu mestre na Virgínia. Pensa-se que a mão do diabo tomou posse do corpo, e foi a voz assustadora do fantasma do marinheiro que teria acompanhado a estranha visão do OVNI que mistificou Boston.

(Fonte)


Como pôde ser visto acima, e como já registrado várias vezes aqui no OH, avistamentos de OVNIs têm acompanhado a raça humana por toda sua história.

Quem fica incomodado com este fato são aqueles que estão alegando agora que os avistamentos de OVNIs relatados pelos aviadores militares dos EUA não passam de drones de projetos secretos.

Sim, claro: drones fabricados pelo homem que podem descer de uma altitude de 24 mil metros até logo acima da superfície do mar em menos de 1 segundo, viajar a velocidades incrivelmente altas enquanto mudam de direção sem diminuir suas velocidades como se estivessem dobrando uma esquina, e parar instantaneamente.

A vontade dessa gente é tanta de negar o fenômeno dos OVNIs, que eles esquecem de usar a razão.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:



ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

ALGUÉM ESTÁ COLANDO CHAPÉUS DE CAUBÓI NOS POMPOS EM LAS VEGAS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.