NASA fecha negócio multibilionário com Lockheed para missão à Lua

Tempo de leitura: 2 min.

A NASA destinou na segunda-feira quase US$ 3 bilhões à Lockheed Martin para construir três cápsulas Orion, a fim de permitir que os astronautas dos EUA retornem à Lua em 2024.

NASA fecha negócio multibilionário com Lockheed para missão à Lua

O negócio multibilionário exige uma primeira fase, incluindo três cápsulas por US$ 2,7 bilhões, para as missões Artemis III a V – para levar os astronautas de volta à Lua.

Cada cápsula pode transportar quatro astronautas.

A agência espacial planeja encomendar mais três cápsulas durante o ano fiscal de 2022 para as missões VI a VIII, no total de US$ 1,9 bilhão, disse um comunicado da NASA.

Seis outras cápsulas poderão ser encomendadas posteriormente.

Jim Bridenstine, administrador da NASA, disse:

Este contrato assegura a produção da Orion até a próxima década, demonstrando o compromisso da NASA em estabelecer uma presença sustentável na Lua para trazer de volta novos conhecimentos e se preparar para enviar astronautas para Marte.

A cápsula Orion deve ser capaz de levar astronautas até a Lua e de volta, e também deve ser capaz de viajar para Marte e além.

Bridenstine adicionou:

[A cápsula] Orion é uma espaçonave de última geração, altamente capaz, projetada especificamente para missões espaciais com astronautas e parte integrante da infraestrutura da NASA para missões Artemis e futura exploração do sistema solar.

A Nasa acredita que encomendar grupos de três cápsulas – até uma dúzia que agora estão previstas – deve ajudar a economizar dinheiro.

O módulo de serviço – a parte da nave que tem os principais elementos para manter os astronautas vivos durante o voo – é de responsabilidade da Agência Espacial Europeia.

As cápsulas Orion também devem ser reutilizáveis ​​pelo menos uma vez.

Além da cápsula que orbitará a Lua anexada a uma mini estação (a Gateway), a NASA pediu ao setor aeroespacial no final de julho que propusesse projetos detalhados de veículos para pousar dois astronautas na Lua até 2024, inclusive a primeira mulher.

Por enquanto, o programa Artemis está atrasado, principalmente devido aos atrasos na construção do foguete SLS pela NASA.

O voo da missão Artemis I – não tripulado – está programado para 2020.

O primeiro voo tripulado, Artemis II, está programado para 2022.

(Fonte)

Colaboração: NINGUEM


E não esqueça que na nossa página principal várias notícias são publicas todos os dias. Clique aqui para acessá-la.

n3m3

Compartilhe este artigo com a galáxia!

_______

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)

_______

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

[Devido a problemas técnicos, dispositivos móveis que acessam a versão amp (Accelerated Mobile Pages) do OVNI Hoje não terão acesso ao sistema de comentários Disqus. Neste caso, para acessar os comentários simplesmente acesse o site ovnihoje.com diretamente, e não por intermédio do sistema de procura. Estou trabalhando para tentar resolver esta questão.]

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.