Júpiter tem um buraco negro? O mistério por trás da foto do planeta gigante

Tempo de leitura: 2 min.


A sonda Juno estava a cerca de 8.000 quilômetros da superfície de Júpiter, quando sua JunoCam capturou algo estranho.

A sonda Juno da NASA surpreendeu os cientistas depois que novas imagens mostram um enorme buraco negro na superfície de Júpiter.

Júpiter tem um buraco negro? O mistério por trás da foto do planeta gigante
Imagem: NASA / JPL-Caltech / SwRI / MSSS / Kevin M. Gill

Os astrofísicos estudam o início dos Buracos Negros há algum tempo. As fotos foram tiradas depois que a órbita elíptica de Juno chegou perto do planeta gigante gasoso. A sonda Juno estava a cerca de 8.000 quilômetros da superfície quando o JunoCam capturou essas imagens. No entanto, esta característica mais recente de Júpiter é apenas uma sombra projetada por uma de suas luas, Io, a quarta maior lua do Sistema Solar e a mais interna das quatro luas galileanas de Júpiter.

Júpiter, visto pela sonda Juno em 12 de setembro de 2019. O grande ponto preto é uma sombra projetada pela lua de Júpiter Io. Imagem: NASA / JPL-Caltech / SwRI / MSSS / Kevin M. Gill

Segundo a NASA, o principal objetivo da Juno é entender a origem e evolução de Júpiter. Sob sua densa cobertura de nuvens, Júpiter guarda segredos para os processos e condições fundamentais que governaram nosso sistema solar durante sua formação. Como nosso principal exemplo de planeta gigante, Júpiter também pode fornecer conhecimento crítico para entender os sistemas planetários que estão sendo descobertos em torno de outras estrelas.

Com seu conjunto de instrumentos científicos, Juno investigará a existência de um núcleo planetário sólido, mapeará o intenso campo magnético de Júpiter, medirá a quantidade de água e amônia na atmosfera profunda e observará as auroras do planeta.

No espaço, existem bilhões de corpos celestes, incluindo asteroides, meteoros, cometas, buracos negros e OVNIs sobre os quais realmente não sabemos muito. Só se pode dizer que esses corpos celestes também podem prejudicar a Terra e toda a galáxia.

Falando especificamente sobre buracos negros, é uma região do espaço-tempo que exibe aceleração gravitacional tão forte que nada – nem partículas ou radiação eletromagnética como a luz – pode escapar dela. No espaço, os buracos negros são uma das entidades mais complexas. Vale mencionar aqui que buracos negros supermassivos são poços monstruosos de gravidade, normalmente encontrados no centro morto das galáxias. E agora, um estudo realizado por astrofísicos japoneses de que pode haver até 100 milhões de buracos negros escondidos por toda a Via Láctea.

(Fonte)


Felizmente, Júpiter não está criando seu próprio buraco negro, senão estaríamos em grande perigo.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.