Pentágono ordena exercício repentino, de tamanho sem precedentes


Dezenas de navios de logística de reserva estão se preparando para navegar em meio a preocupações com a prontidão dessas frotas de apoio vital durante um grande conflito.

Pentágono ordena exercício repentino, de tamanho sem precedentes, para seus navios Sealift

O Comando de Transporte dos EUA, em cooperação com o Comando Militar de Transporte Marítimo da Marinha dos EUA e a Administração Marítima do Departamento de Transporte, iniciou um enorme exercício de transporte marítimo rápido na segunda-feira (16) nos Estados Unidos.

O exercício sem precedentes envolve 28 navios da Ready Reserve Force, uma frota de navios de apoio com tripulações da marinha mercante que seriam vitais durante qualquer conflito de larga escala, mas que enfrentaram sérios problemas de prontidão nos últimos anos, levando a preocupações de que não seriam capazes de apoiar um conflito sustentado no exterior.

O exercício, apropriadamente apelidado de Turbo Activation, começou em 16 de setembro de 2019 e envolve equipes da Ready Reserve Force recebendo ordens sem aviso prévio para ‘ativar’ seus navios e prepará-los para as operações.

O objetivo geral desses exercícios, quatro dos quais geralmente ocorrem todos os anos fiscais, é validar a prontidão dos navios envolvidos e testar a capacidade dos marinheiros mercantes de operá-los dentro de um prazo determinado. O tempo que a tripulação precisa se preparar varia de navio para navio e pode levar de quatro a 20 dias.

O Comando de Transportes dos EUA, de sigla em inglês TRANSCOM, informou num comunicado de imprensa:

Os navios ativados são direcionados para a transição de um status operacional reduzido para um status de tripulação total, prontos para uso e equipamentos de carga, dentro de cinco dias.

As ativações geralmente são seguidas imediatamente por um teste no mar.

O comunicado não diz quais navios receberam ordens de ativação, mas diz que eles são a Força de Reserva Pronta da Administração Marítima (de sigla em inglês, MARAD), bem como da frota de ‘surto’ do Comando Militar de Carga Marinha (de sigla em inglês MSC). Eles estão espalhados pelos portos das costas leste e oeste dos Estados Unidos, bem como pelos do Golfo do México.

Os portos-base dos navios da Força de Reserva Pronta, em dezembro de 2017.

…No total, sejam quais forem os resultados dessa iteração amplamente expandida do Turbo Activation, e não importa quantas embarcações sejam ativadas com êxito, ver o que está funcionando ou não para aumentar a prontidão das frotas de reserva da MSC e da MARAD será extremamente valioso para garantir que esses navios estejam realmente disponíveis quando mais importa.

(Fonte)


Nada a ver com OVNIs, mas tudo a ver com a situação delicada em que o mundo se encontra hoje.

Esperemos que seja somente um exercício de precaução.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.