web analytics

Busca por extraterrestres disponibiliza 1 milhão de gigabytes de dados ao público

Tempo de leitura: 3 minutos

A Breakthrough Listen está procurando no universo por sinais de tecnologia alienígena, e o projeto anunciou recentemente que fez a maior divulgação de dados de todos os tempos na busca por extraterrestres.

Busca por extraterrestres disponibiliza 1 milhão de gigabytes de dados ao público
Crédito: Breakthrough Listen / Danielle Futselaar

O empreendimento de US$ 100 milhões visa digitalizar 1 milhão de estrelas em nossa vizinhança, 100 galáxias próximas e a Via Láctea. De acordo com um comunicado recente, o projeto já lançou uma enorme rede em sua busca para capturar um sinal alienígena ou dois. Isso ainda não aconteceu, mas o projeto ainda tem novidades para relatar.

Em um comunicado divulgado na terça-feira (18 de junho), o Breakthrough Listen informou que coletou quase 1 petabyte de dados digitais, ou 1 milhão de gigabytes, deixando tudo acessível ao público.

Danny Price, cientista do projeto Breakthrough Listen no Rádio Telescópio Parkes, disse em comunicado:

Este lançamento de dados é um tremendo marco para a equipe do Breakthrough Listen.

Examinamos milhares de horas de observações de estrelas próximas, através de bilhões de canais de frequência. Não encontramos evidências de sinais artificiais vindos além da Terra, mas isso não significa que não há vida inteligente por aí: podemos simplesmente não ter olhado no lugar certo ainda, ou olhado profundamente o suficiente para detectar sinais fracos.

A equipe de cientistas da Breakthrough Listen na Universidade da Califórnia, no Centro de Pesquisas SETI de Berkeley, surgiu com uma maneira de analisar as grandes faixas de informação para o que os cientistas chamam de ‘identificações tecnológicas’. Essa categoria representa as pegadas potenciais de tecnologias como transmissores e dispositivos de propulsão, mas esses sinais são difíceis de serem extraídos de conversas tecnológicas feitas pelo homem. Pesquisadores descreveram as técnicas que estão usando para analisar os dados em dois estudos futuros, de acordo com a declaração.

Funcionários do Breakthrough Listen dizem que os pesquisadores do projeto de busca por extraterrestres estão ouvindo uma variedade de comprimentos de onda de rádio e óptico. Até agora, seus ouvidos são o Rádio Telescópio Green Banks, na Virgínia Ocidental – EUA, e o Rádio Telescópio Parkes, na Austrália, com mais instalações para começar a coletar as observações em breve.

Fundado em 2015 pelo bilionário russo Yuri Milner, o Breakthrough Listen já submeteu uma análise mais ampla de 1.327 estrelas, que, segundo autoridades, representam cerca de 80% de sua amostra de estrelas próximas.

Matt Lebofsky, administrador de sistemas do Centro de Procura por Inteligência Extraterrestre (SETI) de Berkeley, disse em comunicado:

Embora tenhamos tornado público subconjuntos de dados menores em diversos formatos e contextos, estamos animados e orgulhos de oferecer esta primeira coleção coesa junto com um manual de instruções, para que todos possam se aprofundar e nos ajudar a pesquisar. E estamos apenas começando – há muito mais por vir!

Os artigos não publicados descrevendo o trabalho do Breakthrough Listen estão disponíveis no site do SETI Berkeley.

(Fonte)

Colaboração: Lênio

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Veja abaixo o que a Breakthrough Listen diz em sua página:

Esta página apresenta os resultados de nossa análise de 1327 estrelas próximas observadas como parte do programa Breakthrough Listen com o Telescópio Green Bank e o Telescópio Parkes. Com esses novos resultados, o Breakthrough Listen concluiu a pesquisa de rádio mais abrangente e sensível sobre inteligência extraterrestre (SETI) da história. Também apresentamos o Breakthrough Listen Data Release 1.0, composto por quase 1 PB de dados, incluindo os conjuntos de dados usados ​​na análise de 1327 estrelas.

Convidamos o público a ler os dois artigos que acompanham o lançamento de dados e a análise científica e, para aqueles com habilidades técnicas, baixar alguns dos conjuntos de dados, explorá-los e realizar suas próprias análises.

Grande parte do nosso software está disponível ao público, incluindo o blimpy, uma ferramenta para carregar arquivos de dados em formato filterbank, hdf5 e raw, e o turboSETI, uma ferramenta para executar pesquisas com Doppler…

Artigos:

“The Breakthrough Listen Search for Intelligent Life: Observations of 1327 Nearby Stars over 1.1-3.4 GHz” – Price, et al. Supplementary tables

“The Breakthrough Listen Search for Intelligent Life: Public Data, Formats, Reduction and Archiving” – Lebofsky, et al.

Embora este empreendimento não tenha encontrado sinais de rádio vindos de civilizações alienígenas, não se pode desanimar quanto a busca por extraterrestres, pois já está claro que as ondas de rádio se deterioram ao atravessarem as imensidões interestelares.

Particularmente eu acho isso um desperdício de dinheiro, já que as chances de encontrarem algum sinal de rádio vindo de outra civilização é quase nula justamente pelo motivo citado acima. Seria mais fácil ganhar na mega sena, que tem uma probabilidade de uma em 54 milhões.

Como sempre reitero aqui, seria muito mais viável gastarem esse dinheiro na busca por extraterrestres se investigarem o fenômeno OVNI que ocorre todos os dias em nosso planeta, que é comprovadamente real. Com isso não quero dizer que o fenômeno OVNI seja comprovadamente de origem extraterrestre, mas as chances são muito grandes para isso.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.



ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado superior direito de cada comentário.

Obrigado.