Mistério do desaparecimento do voo MH370 pode ter sido solucionado

Tempo de leitura: 2 min.

O desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines tem sido o maior mistério da aeronáutica deste século. Agora, um investigador pode ter solucionado o mistério.

Mistério do desaparecimento do voo MH370 pode ter sido solucionado
MH370: Fatalidade planejada pelo piloto (Imagem: GETTY / SNAPCHAT)

O capitão Zaharie Ahmad Shah, do jato da Malaysia Airlines, que desapareceu há cinco anos, praticou com um simulador de voo similar ao do MH370, antes da fatalidade, afirmou um relatório do escritor de aviação norte-americano William Langewiesche.

O relatório da revista norte-americana The Atlantic relata que um exame do FBI mostrou que ele tentou simular com um perfil de voo muito semelhante ao do MH370. Enquanto investigava o simulador de voo, o Dr. Victor Iannello revelou que, de todas as simulações de voo que o piloto executou, o mais próximo do MH370 não foi um voo contínuo.

Todos os outros experimentos envolviam o Sr. Zaharie decolando com o avião e pousando.

No entanto, com o perfil de avião que correspondia ao MH370, o capitão saltou para a frente continuamente antes de liberar algum combustível até que tudo estivesse esgotado.

 O Dr. Iannello acredita que a simulação quase idêntica foi a maneira do capitão de replicar seu acidente fatal.

Falando do acidente, ele disse:

É como se ele estivesse simulando uma simulação [sic].

MH370: O piloto estava declaradamente deprimido (Imagem: FACEBOOK)

A notícia dos planos de simulação de voo de Zaharie vem logo após relatos de que ele estava “clinicamente deprimido”.

Langewiesche acrescentou:

Há uma forte suspeita entre os investigadores nas comunidades de aviação e inteligência de que ele estava clinicamente deprimido.

O relatório também afirma que Zaharie privou os passageiros de oxigênio antes do avião finalmente cair.

Zaharie teria ordenado que seu jovem co-piloto Fariq Abdul Hamid saísse da cabine de voo antes de despressurizar a aeronave.

Ao despressurizar o avião, o Zaharaie aparentemente subiu para 40.000 pés, a fim de aumentar o efeito da despressurização.

Embora as máscaras de oxigênio tivessem sido dispensadas, na altitude em que o avião estava viajando, elas teriam sido inutilizadas.

Como Langewiesche escreve:

Uma despressurização intencional teria sido um caminho óbvio – e provavelmente o único caminho – para subjugar uma cabine potencialmente desordeira em um avião que permaneceria em voo por horas a fio.

Os ocupantes da cabine ficariam incapacitados em poucos minutos, perderam a consciência e morreram suavemente sem engasgar ou ofegar por ar.

(Fonte)

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Aqueles que acompanham o OVNI Hoje sabem que este site tem acompanhado o misterioso desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines por várias razões, uma delas sendo a de que alguns pesquisadores levantaram a possibilidade do voo ter sido “abduzido” por um OVNI.

Certamente essa possibilidade é praticamente nula, até porque isso não é algo que ocorre frequentemente na casuística OVNI, principalmente com uma enorme aeronave. Mas o mistério continuou a assombrar o mundo inteiro.

Seja como for, mesmo se o investigador Dr. Victor Iannello estiver correto em sua análise, ainda é necessário encontrar destroços da aeronave e seus ocupantes, embora o governo da Malásia tenha alegado ter encontrado alguns pedaços. Se esse for realmente o caso, por que não encontraram o restante da aeronave na mesma área?

Um parêntesis aqui: tenho a maior dificuldade em entender a mente de um indivíduo, por mais depressivo que seja, em assassinar toda uma aeronave cheia de adultos e crianças, junto consigo mesmo. Não seria mais fácil pular de um prédio? Claro que aquilo que o investigador propõe é possível, pois há malucos para tudo neste mundo, mas é algo difícil de aceitar. Mas mesmo se isso for verdadeiro, o mistério continua, pois se faz necessário encontrar os destroços de forma conclusiva, e seja lá que restos mortais forem possíveis de serem recuperados.



AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.