web analytics

Jato comercial hipersônico da Boeing alcançará 6.300 km/h

Tempo de leitura: 2 minutos


Após ler o artigo abaixo sobre o novo projeto de jato hipersônico da Boeing, fica muito claro que precisamos, o mais cedo possível, do desacobertamento da tecnologia misteriosa que voa sobre nossas cabeças, a qual faz com que nossos caças militares de última geração pareçam aviõezinhos de papel.

Jato comercial hipersônico da Boeing alcançará 6.300 km/h

Embora essa ideia seja algo que diminua rapidamente a distância entre os EUA e o Japão, isso também é algo que levaria décadas para se concretizar. No entanto, a Boeing Airways trouxe esta notícia em uma convenção aeroespacial realizada em Atlanta. E presumivelmente, esta notícia gerou um grande burburinho, mesmo que ainda esteja a décadas de distância de nós.

A ideia é que o voo hipersônico de passageiros voaria na velocidade de Mach 5, ou simplesmente a 6.300 quilômetros por hora. Isso reduziria o tempo necessário para viajar de Los Angeles para Tóquio para menos de três horas e de Los Angeles para Londres para cerca de duas horas. A duração atual dos dois vôos é de 11 e 7 horas, respectivamente.

Dennis Muilenburg, o CEO da Boeing declarou no Paris Air Show de 2018, que a próxima década ou duas pode tornar isso uma realidade. E, em todo caso, essa era uma ideia brilhante que conectaria o mundo e reduziria o tempo de forma significativa.

Agora, a única maneira de colocar esse avião em uso é usar materiais mais leves para fazer a fuselagem, ao mesmo tempo em que traz novos motores para impulsionar o avião em velocidades mais altas. E isso pode muito bem levar anos para ser concretizado.

A próxima pergunta é mais financeira. Será que a companhia aérea lucraria em gastar bilhões de dólares nas próximas duas décadas para tirar essa ideia do computador e traze-la para vida real? E, em caso afirmativo, quanto as passagens custariam, para que seja lucrativo voar regularmente?

O presidente da AirLease Corp, John Plueger, é altamente duvidoso sobre todo o caso. Ele acredita que talvez o mundo nos próximos 15 a 20 anos não será tão competitivo quanto a Boeing está presumindo que será. E isso impediria que outras companhias aéreas tentassem criar seu próprio avião hipersônico.

(Fonte)

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Mais de 100 anos depois do desenvolvimento do primeiro avião, nossas aeronaves mais modernas ainda dependem de asas para sustentação de uma fuselagem, bem como motores a jato para impulsionar todo o conjunto.

Porém, como já comprovado por relatos de inúmeras testemunhas fidedignas, inclusive recentemente por pilotos militares, há objetos lá fora que utilizam uma tecnologia que desafia todas as leis da física que conhecemos. Daí a importância do desacobertamento dos OVNIs, para, no mínimo, incentivar os cientistas – que até hoje negam a existência desses objetos – a trabalharem com base em um ponto de vista totalmente diferente do que a academia os impôs até agora.

O desacobertamento dos OVNIs oficializado seria o marco do início de uma nova era tecnológica para a humanidade.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.



ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado superior direito de cada comentário.

Obrigado.