Explosão de estrela fez com que humanos caminhassem eretos, sugere estudo


Para os adeptos da Teoria de Evolução, o artigo abaixo é um prato cheio…

explosão de estrela fez com que humanos caminhassem eretos

Para os cientistas que estudam a história da evolução humana, determinar quando certas mudanças aconteceram e o que pode ter provocado essas mudanças são questões muito importantes a serem respondidas. É natural que nos perguntemos de onde viemos, mas há muito o que os fósseis podem nos ensinar e, às vezes, precisamos fazer grandes suposições sobre o que aconteceu em nosso passado distante.

Um dos mistérios mais enigmáticos gira em torno do período de tempo em que os ancestrais humanos começaram a andar eretos. Arqueólogos acreditam que, como alguns dos ambientes em que os seres humanos se arraigaram começaram a mudar da floresta para as pastagens, o bipedismo se tornou uma grande vantagem. Agora, um novo estudo sugere que a explosão de uma estrela próxima pode ter contribuído para essas mudanças ambientais em grande escala.

Um novo artigo publicado no Journal of Geology foca evidências de maiores depósitos de fuligem e carbono encontrados há cerca de 2,6 milhões de anos atrás. No artigo é argumentado que se trata da evidência de que uma estrela vizinha bombardeou a Terra com raios cósmicos enquanto morria.

A energia da estrela moribunda, na forma de raios cósmicos, pode ter dramaticamente carregado a atmosfera, causando um aumento nos raios que resultaram em um pico de incêndios florestais. Os incêndios – que se acredita serem a razão da fuligem que restou de milhões de anos atrás – poderiam ter desempenhado um papel importante na conversão de grandes porções de floresta da África para campos abertos.

Quanto ao motivo pelo qual isso pode ter empurrado os ancestrais humanos para os dois pés, os pesquisadores têm um palpite bem forte.

O principal autor do estudo, Adrian Melott, disse em um comunicado:

Acredita-se que já existe alguma tendência de os homininos andarem sobre duas pernas, mesmo antes do evento. Mas eles foram principalmente adaptados para escalar em árvores. Depois dessa conversão à savana, eles teriam que andar muito mais frequentemente de uma árvore para outra através da pastagem, e assim eles se tornariam melhores em andar na vertical. Eles podiam ver por cima da grama e observar os predadores.

Acredita-se que essa conversão à savana tenha contribuído para o bipedalismo à medida que se tornou mais e mais dominante nos ancestrais humanos.

(Fonte)

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Certo, certo, mas o que dizer dos outros símios que também tinham tendências de andar sobre as patas traseiras, como demonstram ainda hoje? Eles ficaram de quatro. Por que eles ficaram estagnados na rota da evolução?

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.