web analytics

Confirmado! Pentágono realmente liberou vídeos de OVNIs – Um passo mais perto do desacobertamento dos OVNIs

Tempo de leitura: 3 minutos

Autoridades da Marinha dos EUA emitiiram uma declaração impressionante há alguns dias. Ela anunciou que está desenvolvendo novas políticas que tornarão mais fácil para os pilotos e outros militares enviarem relatórios oficiais sobre encontros com ‘fenômenos aéreos não identificados’, também conhecidos como OVNIs. O que há por trás desse anúncio dramático? E isso está relacionado aos vídeos sobre OVNIs que foram divulgados no final de 2017?

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Pentágono realmente liberou vídeos de OVNIs

Para a Marinha dos EUA emitir uma declaração tão forte sobre OVNIs e a importância de investigar cada incidente é uma mudança muita abrupta. Isto está em contraste marcante com todas as declarações conflitantes feitas pelo Pentágono nos últimos 15 meses – alegações de que o estudo secreto patrocinado pelo senador de Nevada, Harry Reid, não era realmente sobre OVNIs, que terminou anos atrás, e que os três vídeos não foram realmente liberados pelo Departamento de Defesa. É suficiente dizer que as declarações do Pentágono simplesmente não são precisas.

Dois (1, 2) dos três (3) vídeos foram divulgados em dezembro de 2017, publicados simultaneamente pelo New York Times e pela To The Stars Academy. A origem dos vídeos tem sido disputada desde então.

Luis (Lue) Elizondo, um ex-oficial de inteligência, disse:

Os vídeos foram divulgados pelo Departamento de Defesa. O Departamento de Defesa tomou a decisão de libertá-los.

Repórter George Knapp:

-Então, alguém deu a luz verde?


Lue Elizondo: 

-Absolutamente sim, e não fui eu.

Luis Elizondo sendo entrevistado por George Knapp.

Lue Elizondo foi um oficial de inteligência de carreira, que por quase uma década dirigiu o AATIP (Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais), um esforço secreto do Pentágono que estudou e analisou casos de OVNIs – encontros entre naves desconhecidas e unidades militares. O programa foi iniciado por insistência do Senador de Nevada, Harry Reid.

Em 2017, Elizondo deixou o Pentágono, em parte porque achava que esses incidentes não estavam recebendo a prioridade que mereciam. Antes de sair, ele iniciou um processo para obter os três vídeos desclassificados, e muitos mais, para que o público pudesse vê-los. Ele insistiu em uma entrevista em junho de 2018, que esses encontros não são incidentes isolados.

    “O AATIP encontrou muitas coisas”, disse o ex-senador Reid. Isso não foi apenas uma observação do incidente do Nimitz. Houve muitos incidentes que observamos e os observamos de maneira contínua.

Os porta-vozes do Pentágono foram confusos sobre a legitimidade dos vídeos, e os críticos atacaram a ambiguidade. Mas o I-Team obteve parte da trilha de papel. Este é um DD 1910, a etapa final em um processo de várias etapas, emitida pelo departamento de pré-publicação e revisão de segurança do Departamento de Defesa.

A solicitação especifica os três vídeos: Go Fast, Gimbal e FLIR, que era o nome original do encontro Tic Tac. Algumas informações pessoais foram editadas, mas o documento mostra que a autorização para liberação foi concedida em 24 de agosto de 2017. O I-Team também adquiriu a diretiva do Departamento de Defesa que explicita como funciona o procedimento de liberação. O formulário mostra os vídeos foram liberados de acordo com as normas.

O senador Reid, que ajudou a iniciar o programa AATIP, confirmou que há muito mais vídeos de onde estes vieram.

Ele disse:

Você não pode simplesmente esconder sua cabeça e dizer que essas coisas não estão acontecendo. Nós temos instalações militares onde centenas e mais centenas de pessoas estão lá e vêem essas coisas.

Depois que o I-Team obteve a papelada, Elizondo foi perguntado se ele deu entrada no formulário junto ao Pentágono. Ele disse que não está autorizado a comentar, que a resposta cabe ao Departamento de Defesa. Sabe-se que os três vídeos – e os pilotos envolvidos nesses encontros – fizeram parte de vários briefings fechados ao Congresso no ano passado. Oficiais da Marinha de alto escalão juntaram-se aos briefings e relataram que estavam tão surpresos quanto o pessoal do Congresso. Esse esforço contínuo é o que levou ao anúncio impressionante da semana passada por oficiais navais. Eles agora querem encorajar os pilotos a relatarem encontros incomuns, sem medo de danificar suas carreiras.

Os briefings para o Congresso em curso no ano passado foram organizados por um homem chamado Chris Mellon, que trabalhou anteriormente para o Comitê de Inteligência do Senado e o Departamento de Defesa. Mellon, agora com a To The Stars Academy, enviou uma declaração ao I-Team, dizendo que, depois de altos oficiais da Marinha se juntarem aos briefings, eles perceberam que era ‘indefensável’ não ter um sistema que permitisse mais relatos desses incidentes.

(Fonte)

Colaboração: Marcelino Silva Melo


O I-Team, liderado pelo repórter George Knapp, trabalha através do Canal 8 de Las Vegas, e vem acompanhando as liberações das informações pela To The Stars Academy e por algumas entidades do governo dos EUA a respeito do fenômeno dos OVNIs.

São muitas as informações sendo liberadas nesses últimos meses, e embora nenhuma seja muita novidade para aqueles que acompanham essas notícias, todas reiteram o fato de que aquilo que tem sido divulgado é verídico, reafirmando assim a realidade dos OVNIs de forma incontestável.

Estaríamos próximos da admissão oficial, pelo menos por parte dos EUA, sobre a realidade alienígena, seja ela originária de onde for (extraterrestre, extra-dimensional, intra terrestre)?

O tempo dirá, e enquanto eu tiver saúde, você poderá acompanhar tudo aqui no OVNI Hoje, em grande parte também graças a todos os leitores que colaboram com as notícias.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS: