web analytics

Hacker que descobriu programa espacial secreto dá nova entrevista

Tempo de leitura: 2 minutos

O cidadão britânico Gary McKinnon é o mais famoso ‘hacker‘ de OVNIs de todos os tempos. Preso em 2002, ele ficou em perigo de extradição para os EUA por dez anos.

* Conteúdo da matéria ainda necessitando informações adicionais ou provas mais concretas para constatar a veracidade dos fatos, mesmo se vindo de fontes fidedignas. (Missão do OVNI Hoje)

Hacker que descobriu programa espacial secreto dá nova entrevista

O que ele encontrou foi evidência aparente de um programa espacial secreto, incluindo referências a ‘oficiais não-terrestres’ e transferências de naves para naves, que não fazem parte do inventário militar americano.

Hacker que descobriu programa espacial secreto dá nova entrevista 1
Oficiais não terrestres.

Além disso, ele viu uma fotografia de alta resolução, tirada do espaço, de uma nave em forma de charuto e fuselagem lisa e sem emendas. Gary também fala sobre as repercussões de ser procurado pelo governo dos EUA, sua depressão, pensamentos suicidas e muito mais.

Hacker que descobriu programa espacial secreto dá nova entrevista 2
Naves/Navios que não constam no inventário dos EUA, mas que McKinnon encontrou num dos computadores militares dos EUA (A palavra ‘ship‘ em inglês pode significar tanto ‘navio’ quanto ‘nave’).

Richard Dolan, que entrevista Gary, é um dos principais pesquisadores e escritores do mundo sobre o tema dos OVNIs, e acredita que eles constituem o maior mistério do nosso tempo.

(Fonte)


Como eu já havia mencionado num artigo de 2013, certamente, não há como negar que McKinnon encontrou algo anormal nos computadores do governo dos EUA. 

Por mais espetaculares que suas declarações possam ser, ele não teria motivo algum para mentir, especialmente estando sob risco de extradição do Reino Unido para os EUA.  Mas será mesmo que ele revelou tudo que viu durante seu acesso àqueles computadores, ou teria ele omitido algumas coisas para não comprometer ainda mais sua situação delicada, face aos processos jurídicos?

Para saber mais sobre McKinnon, acesso o artigo abaixo: