Lua anda para trás em estranho “eclipse solar” visto do espaço

Tempo de leitura: 2 min.


Na noite de 6 de março de 2019, a Lua começou a transitar pelo Sol, depois voltou para trás – pelo menos, foi isso que pareceu na perspectiva do Solar Dynamics Observatory (Observatório de Dinâmica Solar) da NASA, ou SDO, em orbita em torno da terra.

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Lua anda para trás em estranho "eclipse solar" visto do espaço

O SDO vê trânsitos lunares regularmente, quando a Lua passa em frente da sua visão do sol. O comportamento aparentemente incomum da Lua durante esse trânsito em particular é um fenômeno semelhante ao movimento retrógrado: quando um objeto celeste parece se mover para trás por causa da maneira como objetos diferentes se movem em velocidades diferentes, em pontos diferentes em suas órbitas. Neste caso, a primeira parte do trânsito – quando a Lua se move da esquerda para a direita – parece ser um movimento ‘reverso’. O SDO ultrapassa a Lua, movendo-se a cerca de 3,5 quilômetros por segundo perpendicularmente à linha Sol-Terra em comparação com os 1 quilômetro por segundo da Lua, fazendo com que a Lua pareça se mover na direção oposta que você veria se estivesse parado na Terra.

A segunda parte do trânsito – quando a Lua parece pausar e retroceder – acontece quando o SDO entra na parte crepuscular de sua órbita e começa a se afastar da Lua, quase paralelo à sombra que está lançando no espaço. Nesse ponto, a Lua mais uma vez se move mais rápido que o SDO – quando comparada com a linha Sol-Terra – ultrapassando-o. Assim, a espaçonave agora a vê movendo-se na outra direção – a mesma direção que um observador estacionário na Terra veria.

O Solar Dynamics Observatory da NASA detectou um trânsito lunar assim que começou a transição para a fase do crepúsculo de sua órbita, levando à aparente pausa e mudança de direção da Lua durante o trânsito. Esta animação (com órbitas em escala) ilustra o movimento da Lua, sua sombra e o SDO. Créditos: NASA / SDO

Esta não é a primeira vez que o SDO viu a Lua parecer se mover em duas direções diferentes durante um trânsito lunar. Desta vez, a Lua apenas permaneceu na visão do SDO quando começou a parte do crepúsculo de sua órbita.

Este trânsito lunar durou cerca de quatro horas, a partir das 17h às 21h07 (horário da costa leste dos EUA), e, no pico, a Lua cobriu 82% da face do Sol. A borda da Lua parece aguçada porque a Lua não tem atmosfera. Por outro lado, os eclipses da Terra do Sol têm uma borda embaçada quando vistos pelo SDO, porque os gases na atmosfera da Terra deixam passar apenas parte da luz do Sol.

(Fonte)

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PRESENTE PARA BEBÊ COMPRADO EM LOJA DA FLÓRIDA CONTINHA UM RIFLE CARREGADO

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.