web analytics

Ex-astronauta critica projeto espacial da NASA e diz que missão humana para Marte é um “plano estúpido”

Tempo de leitura: 2 minutos
Ex-astronauta critica projeto espacial da NASA
Bill Anders, ex-astronauta do projeto Apolo 8

Bill Anders, que foi um dos primeiros homens a orbitar a Lua, afirmou que é “estúpido” planejar missões humanas em Marte. Anders estava falando com a BBC Radio 5 Live quando ele exclamou que enviar tripulações para Marte era “quase ridículo”. Anders foi o piloto do módulo lunar da Apolo 8, o primeiro voo espacial humano a sair da órbita da Terra. 

Enquanto a NASA prepara novas missões humanas para a Lua, ela também quer lançar uma nova missão até Marte. Ela tem estado atenta para aprender as habilidades e desenvolver tecnologia para permitir um futuro pouso humano em Marte. 

O astronauta de 85 anos disse que é um “grande defensor” dos projetos “notáveis”, mas envolver apoio público implicaria financiar missões humanas muito mais caras. Ele também mencionou que sua principal razão para apoiar esses programas é porque eles são muito mais baratos sem os humanos. 

Ele disse:

Qual é o imperativo? O que está nos empurrando para ir a Marte?

Não acho que o público esteja tão interessado. 

Quando a NASA foi abordada para comentar a observação de Anders, a administração espacial não respondeu. 

No início de novembro, a sonda espacial InSight da NASA, a primeira sonda robótica projetada para estudar o interior profundo do Planeta Vermelho, aterrissou com segurança na superfície de Marte, com instrumentos para detectar movimentos sísmicos planetários.

A aterrissagem dramática da espaçonave que tem meio metro de altura foi o auge de uma jornada de quase sete anos, desde o projeto da espaçonave, até o seu pouso, marcando o oitavo pouso bem-sucedido em Marte na história da NASA. 

Anders, juntamente com seus companheiros de equipe Frank Borman e Jim Lovell, completaram 10 órbitas ao redor da Lua em dezembro de 1968. Eles decolaram do Cabo Canaveral, na Flórida, em cima de um foguete Saturno V. A tripulação da Apolo 8 passou mais de 20 horas em órbita antes de pousar na Terra. 

Foi o mais longe que os humanos já haviam estado de seu planeta natal naquele momento – e um marco vital no caminho para o histórico pouso na lua da Apolo 11, apenas sete meses depois. 

Anders disse:

A NASA não pode chegar à Lua hoje. Eles estão engessados … A NASA se transformou em um programa de empregos … muitos dos centros estão interessados ​​principalmente em se manter ocupados e você não vê o apoio público, além dos trabalhadores que lá recebem seus salários, e seus congressistas são reeleitos. 

Anders ainda criticou a decisão de se concentrar na exploração da órbita da Terra após completar o programa Apolo na década de 1970. 

Ele disse:

Eu acho que o ônibus espacial foi um erro grave. Ele dificilmente fez alguma coisa, exceto ter um lançamento emocionante, mas nunca cumpriu sua promessa. 

Ele acrescentou ainda:

A estação espacial só está lá porque você tinha um ônibus espacial, e vice-versa. A NASA realmente administrou mal o programa tripulado desde o último desembarque lunar. 

No entanto, os pontos de vista do orgulhoso patriota que serviu aos militares dos EUA não parecem ser aceitos por alguns na comunidade espacial. 

Ele explicou:

Eu acho que a NASA tem sorte de ter o que eles têm – o que ainda é difícil, na minha mente, justificar. Eu não sou um cara muito popular na NASA por dizer isso, mas é o que eu acho.

(Fonte)


Não tiro a razão do ex-astronauta, quando ele diz que a NASA administrou de forma muito ruim seu programa espacial após o início da década de 1970. Contudo, penso que devemos sim enviar humanos para Marte, pois nosso planeta, embora seja abundante em H2O, já começa a “pedir água”.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores: