web analytics

Uma pessoa pode prever o futuro? Novo estudo examinou esta possibilidade

Tempo de leitura: 4 minutos

Seguindo sua missão de informar seus leitores o máximo possível do que está sendo publicado na Internet a respeito de – além de seu tema principal – eventos que podem impactar a humanidade, ao longo do anos o OH já publicou alguns artigos sobre pessoas que alegam prever o futuro.

Mas seriam essas pessoas realmente capazes de tal feito, ou são todos charlatões à procura de seus “15 minutos de fama”?

Bem, veja o artigo abaixo e decida por si só:

prever o futuro

A precognição, é real? Se você examinar a pesquisa publicada neste campo, a partir de publicações revisadas por pares e experimentos controlados, combinada com a literatura anteriormente secreta de programas de parapsicologia de vários governos ao redor do mundo, a evidência da capacidade dos seres humanos de prever com precisão eventos futuros é esmagadora até o ponto que não se sabe porque isto seria considerado uma ‘pseudociência’. Mas, considerando-se os parâmetros atuais da ciência, é compreensível e, a partir dessa perspectiva, a evidência pode não ser ‘esmagadora’, mas você pode decidir isso por si mesmo.

Então, o que exatamente é precognição? É essencialmente a capacidade de ter uma premonição de um evento futuro que não poderia ser antecipado através de qualquer processo conhecido.

Os parâmetros atuais da ciência definitivamente precisam ser alterados e ajustados, pois eles permitem que um fenômeno observado, embora algumas vezes inexplicável, seja completamente desconsiderado, não importa quantas vezes ele seja replicado ou executado em experimentos controlados. Este é um resultado do dogma científico, regras e leis da ciência que foram estabelecidas e parecem permanecer lá devido ao fato de que novos conceitos de realidade simplesmente perturbam os sistemas de crenças. Tomemos o conceito de reinos metafísicos, por exemplo, as implicações e realizações desses reinos, se confirmadas, resultariam em uma mudança de paradigma de visão de mundo completa, e talvez na ruptura de múltiplos ensinamentos religiosos. Dito isto, muita religião e antiga filosofia oriental não argumentam contra esses reinos, mas falam deles também.

Parece haver uma preocupação profunda de que todo o campo seja manchado pelo estudo de um fenômeno que é manchado por sua associação com superstição, espiritualismo e magia. Proteger contra essa possibilidade às vezes parece mais importante do que encorajar a exploração científica ou proteger a liberdade acadêmica. Mas isso pode estar mudando. ”- Cassandra Vieten, PhD e Presidente / CEO do Institute of Noetic Sciences (fonte)

Quando se trata de precognição, o novo estudo publicado recentemente por cientistas do Institute of Noetic Sciences (IONS) examina múltiplos experimentos cientificamente controlados que produziram resultados significativos. Eles examinaram várias áreas de pesquisa, vários estudos e meta-análises mostrando como a evidência científica para pré-cognição é mensurável e continua a crescer.

Os autores são cuidadosos em sua escrita, apontando os efeitos observados:

Se evidências empíricas positivas continuarem a se acumular, especialmente se as recomendações metodológicas sugeridas por nós mesmos e por outros forem seguidas, então um tempo pode chegar quando somos forçados a pensar o impensável. De fato, as implicações da retrocausação são tão distantes dos modos de pensar enraizados, que a primeira reação a essa linha de pesquisa é que ela deve ser falha. A segunda reação pode ser um horror que representa um fato anteriormente inaceitável sobre a realidade. (fonte)

…O ponto acima é ótimo; talvez seja o nosso medo de tais confirmações que nos retém?

Outro conceito interessante discutido no estudo é o tempo, já que você não pode ter uma discussão sobre pré-cognição sem o conceito de tempo. Quando você pensa em pré-cognição, como na maioria das áreas parapsicológicas de estudo, você também tem que considerar a física quântica, porque essas duas disciplinas estão profundamente relacionadas uma com a outra. Estudos conduzidos ao longo dos anos apenas em física quântica mostraram como a intenção humana e outros fatores associados à consciência podem interagir com a nossa realidade material física.

Quando falamos sobre eventos futuros e tempo, se olharmos para a matéria em uma escala quântica, os eventos futuros são representados como uma onda de possibilidades, e realmente não se manifestam como matéria física até que nós, os observadores, os trouxermos em existência com nossa própria consciência. Em 2007 (Science 315, 966, 2007), cientistas na França lançaram fótons em um aparelho e mostraram que suas ações poderiam retroativamente mudar algo que já havia acontecido.

Se tentarmos atribuir um significado objetivo ao estado quântico de um único sistema, curiosos paradoxos aparecem: os efeitos quânticos mimetizam não apenas a ação instantânea à distância, mas também, como visto aqui, a influência de ações futuras em eventos passados, mesmo após esses eventos terem sido irrevogavelmente registrados. – Asher Peres, um pioneiro da teoria da informação quântica (fonte) (fonte) (fonte)

Então, o conceito de tempo, que é entrelaçado com os fenômenos de precognição, é muito importante de ser reconhecido, mesmo que não possamos realmente entendê-lo, porque é tão intrigante. O que aconteceu no passado pode mudar o futuro, e o que acontece no futuro pode mudar o passado.

Além da literatura científica, também existem os programas do Departamento de Defesa. O Dr. Paul Smith, um dos membros do exército dos EUA envolvidos no programa STARGATE, escreve em seu livro  The Essential Guide to Remote Viewing: The Secret Military Remote Perception Skill Anyone Can Learn (O Guia Essencial para a Visão Remota: A Habilidade de Percepção Remota Militar Secreta que Qualquer um Pode Aprender – título em tradução livre.), sobre um evento em que ele estava envolvido na previsão bem-sucedida de eventos futuros para o Departamento de Defesa. Tudo isso fazia parte do programa de visualização remota, que permite que uma pessoa perceba e descreva as características físicas de um local quando recebe apenas as coordenadas de localização. Ele já foi usado várias vezes para coleta de informações, conforme mostrado pela literatura anteriormente secreta, agora desclassificada. Em 2014, Smith também publicou um estudo no Journal of Scientific Exploration sobre a previsão do mercado de ações usando a visão remota. (Smith C. C., Laham D., Moddel J. (2014). Stock market prediction using associative remote viewing by inexperienced remote viewers (Previsão do mercado de ações usando visualização remota associativa por espectadores remotos inexperientes). J. Sci. Explor. 28, 7-16).

Assim, juntamente com todos os experimentos cientificamente controlados, também é importante considerar o tempo e todas as funções que a parapsicologia serviu e, na maioria das vezes, ainda servem no mundo do orçamento negro, especialmente quando falamos de pré-cognição. Esta área de estudo do governo é algo que os estudos revisados ​​por pares realmente não se referem muito como uma ferramenta de evidência…

…Estes experimentos indicam que o corpo humano pode realmente detectar estímulos distribuídos aleatoriamente que ocorrem com 1 a 10 segundos de antecedência. Em outras palavras, o corpo humano parece saber de um evento, e reage a um evento que ainda não ocorreu. O que ocorre no corpo humano antes desses eventos são mudanças fisiológicas que são medidas em relação à cardiopulmonar, à pele e ao sistema nervoso.

Mais de 40 experimentos investigando esse fenômeno em humanos foram publicados nos últimos 36 anos (incluindo:Hartwell, 1978Radin et al., 19952011Bierman and Radin, 1997Radin, 19972004;Don et al., 1998Bierman, 2000Bierman and Scholte, 2002McDonough et al., 2002;Spottiswoode and May, 2003McCraty et al., 2004a,bSartori et al., 2004May et al., 2005;Tressoldi et al., 200520092011Radin and Borges, 2009Bradley et al., 2011). Foi isso que promoveu a meta-análise.

A análise concluiu que:

A antecipação fisiológica preditiva de um evento futuro verdadeiramente aleatório e, portanto, imprevisível, está sob investigação há mais de três décadas, e uma recente meta-análise conservadora sugere que o fenômeno é real.

O argumento

Humanos com ‘habilidades especiais’ foram relatados ao longo da história. Aqui está um exemplo direto da sala de leitura eletrônica da CIA. O ponto é que podemos usar esses conceitos para desenvolver técnicas para melhorar nossas vidas e as vidas de toda a vida no planeta Terra. Talvez um dia possamos ser capazes de perceber os eventos futuros que não sejam melhores para a humanidade e, em seguida, tomar medidas para mudar esse futuro em potencial. É possível que aqueles que possuem dons para perceber o futuro possam estar obtendo linhas do tempo potenciais, como a onda de potenciais no experimento da dupla fenda quântica.

O principal argumento é que temos muitas outras habilidades nas quais nos fizeram acreditar, e ainda temos algumas que precisamos descobrir. No final, é a consciência por trás dessas descobertas que determinam se serão ou não usadas pela humanidade. É como a tecnologia, nós a usamos como armas, ou a usamos para o bem geral da humanidade?

– Arjun Walia

(Fonte)


Quem aqui já não teve algum tipo de precognição, ou, como a maioria das pessoas gostam de chamar, palpite ou intuição?

n3m3