web analytics

Mistério no espaço: dois telescópios espacias quebram ao mesmo tempo

Tempo de leitura: 2 minutos
Mistério no espaço: dois telescópios espacias quebram ao mesmo tempo

Foto ilustrativa do Telescópio Espacial Chandra.

Está começando a parecer que há algo estranho acontecendo no espaço.

Logo após o telescópio espacial Hubble, da NASA, entrar em modo de segurança após uma falha no giroscópio, o Chandra X-ray Observatory, da mesma agência, entrou num estado de proteção semelhante.

NASA anunciou o problema na sexta-feira, embora isso tenha acontecido na quarta-feira.

Quando o Chandra entra no modo de segurança, ele alterna para as unidades de backup de hardware, orienta seus painéis solares para coletar a luz solar máxima e aponta seus espelhos para longe do sol.

A NASA informou:

A análise dos dados disponíveis indica que a transição para o modo de segurança foi um comportamento normal para tal evento. Todos os sistemas funcionaram como esperado e os instrumentos científicos são seguros.

Os instrumentos entram no modo de segurança para se protegerem durante falhas ou problemas de hardware ou software, deixando apenas os sistemas de sobrevivência essenciais em funcionamento. A agência espacial agora está investigando a causa da transição do modo de segurança.

O Chandra é projetado para fazer observações de raio-X de características espaciais distantes, incluindo quasares, supernovas e buracos negros. Ele faz parte do programa Great Observatories da NASA, que inclui o Hubble e o Spitzer Space Telescope.

Como com o Hubble, Chandra sobreviveu por muito tempo à sua esperada missão original. O observatório tem agora 19 anos e foi originalmente projetado para funcionar por cinco anos. A NASA estendeu recentemente o contrato para operar o Chandra pelo menos até 2024.

A mudança do Chandra para o modo de segurança é apenas uma de uma longa lista de novos desafios para a NASA. Além do Hubble, a NASA também está lidando com a perda do contato com o jipe-sonda Opportunity em Marte, um problema de transmissão de dados com o jipe-sonda Curiosity, e uma falha de lançamento da missão Soyuz nesta semana.

(Fonte)

Coincidências… coincidências…

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores: