web analytics

Os misteriosos organismos vivendo dentro de gemas preciosas e a procura por vida alienígena

Tempo de leitura: 2 minutos
misteriosos organismos vivendo dentro de gemas preciosas

Granada.

Um estudo científico recente revela que a vida pode existir em lugares que não consideramos antes, possivelmente abrindo novas possibilidades em nossa busca por vida fora da Terra. De acordo com uma nova pesquisa publicada no PLOS One, as granadas (mineral) encontradas na Tailândia podem ser evidências de formas desconhecidas de vida microbiana, as quais são capazes de viver dentro das próprias gemas, possivelmente representando um habitat inteiramente novo para a vida.

Durante anos, os geólogos observaram estranhos sistemas de canais microscópicos ou túneis nos centros de granadas. Supunha-se anteriormente que estes eram o produto de algum processo geológico desconhecido, talvez os grãos de outro mineral trabalhando através das granadas. Isso seria difícil de provar, porque os únicos minerais capazes de atravessar as granadas são os diamantes ou as safiras.

Os misteriosos organismos vivendo dentro de gemas preciosas e a procura por vida alienígena 1

Canais dentro das granadas. Crédito: Ivarsson et al, 2018

Com esse mistério em mente, o Dr. Magnus Ivarsson, da Universidade do Sul da Dinamarca, viajou para a Tailândia, onde granadas são comumente encontradas em sedimentos fluviais, a fim de encontrar exemplares dessas granadas canalizadas e descobrir o que poderia estar criando os túneis. Depois de quebrar algumas gemas e procurar pistas, Ivarsson e sua equipe descobriram evidências de lipídios e ácidos graxos nos túneis – evidências de vida.

Os misteriosos organismos vivendo dentro de gemas preciosas e a procura por vida alienígena 2

Crédito: Ivarsson et al, 2018

De acordo com a sua publicação, a presença destas moléculas e a falta delas no exterior das granadas só podem ser causadas por algum tipo de micróbios desconhecidos que vivem dentro das próprias pedras:

O conteúdo orgânico do interior da granada detectado por [espectrometria de massa] e a natureza complexa dessas moléculas orgânicas indicam presença microbiana dentro do sistema de túneis das granadas. […] A falta de compostos orgânicos nas superfícies de granada, a relativa natureza complexa dos compostos orgânicos e sua abundância ao longo dos túneis indicam que eles provavelmente representam remanescentes de comunidades endolíticas que já viveram na rede de túneis nas granadas. Os processos exatos pelos quais micróbios podem comer granada e criar esses túneis permanecem desconhecidos. Existem organismos conhecidos como endólitos que podem viver dentro de rochas ou minerais, mas estes são tipicamente encontrados em minerais mais macios e mais porosos, ou rochas, como arenito.

Embora, por um lado, isso é apenas a descoberta de alguns germes estranhos dentro de rochas bonitas encontradas aqui na Terra, este estudo poderia ter ramificações de longo alcance para a nossa busca por vida extraterrestre. Se a vida pode ser encontrada dentro de um mineral relativamente duro na Terra, quem sabe em que outros lugares negligenciados ou considerados impossíveis por nós os extraterrestres possam estar escondidos?

(Fonte)


n3m3