web analytics

Vida extraterrestre encontrada na ISS (Estação Espacial Internacional)… novamente?

Tempo de leitura: 2 minutos

Em agosto e setembro de 2014, foram publicados dois artigos aqui no OVNI Hoje falando a respeito de bactérias que foram encontradas na parte externa da Estação Espacial Internacional – ISS, as quais eram suspeitas de serem originárias de fora da Terra.

Embora esta tenha sido uma notícia muito importante e confirmada pelos cosmonautas, parece que a comunidade científica ficou com medo de abordá-la para provar ou reprovar a descoberta – como fazem na maioria das vezes com coisas que envolvem provas de vida extraterrestre. Que medo, não?

Mas agora a notícia está novamente em pauta nos sites internacionais pois, aparentemente, novamente encontraram essas bactérias.  Abaixo está um resumo do que está sendo falado:

vida extraterrestre encontrada na ISS

O cosmonauta Anton Shkaplerov indicou que as bactérias encontradas na estação espacial poderiam ter vindo do espaço.

Embora não seja inédito achar microorganismos da Terra no exterior da Estação Espacial Internacional, Shkaplerov, que retornará ao posto avançado orbital em dezembro, afirma que cientistas coletaram amostras de bactérias do casco da estação que podem ter vindo de outro mundo.

Ele afirmou:

Acontece que, de alguma forma, esses ‘cotonetes’ revelam bactérias que estavam ausentes durante o lançamento do módulo ISS. Ou seja, elas vieram do espaço exterior e se estabeleceram ao longo da superfície externa.

Elas estão sendo estudadas, e até agora parece que não representam perigo.

Ainda que seus comentários sejam intrigantes, a afirmação de que esta bactéria pode ser extraterrestre de origem deve ser tomada com cuidado, pelo menos até a obtenção de resultados de testes mais definitivos. (Aqueles testes que estão enrolando há anos para fazerem, desde que a bactéria foi descoberta. Ou será que os resultados já foram obtidos, mas não nos contaram qual foi?)

É bem possível que esses microorganismos acabem no casco da estação espacial através de um fenômeno conhecido como “elevador de ionosfera” e sejam, de fato, da Terra, e não do espaço.

Exatamente porque Shkaplerov está tão convencido de que este não é o caso, ainda não está claro.

(Fonte)

Bem, à pessoa que escreveu o artigo acima (trechos em preto e não em verde), aqui está a resposta:

Shkaplerov está convencido porque ele já sabe o resultado. Ou será que o cosmonauta iria falar essas coisas sem comprovação e assim arriscar sua reputação… e seu emprego?

n3m3