Agência Espacial Europeia admite: Objetos misteriosos que aparecem numa filmagem do espaço não são meteoros, nem lixo espacial

Tempo de leitura: 2 min.

Aqui está uma “quase” declaração oficial de uma agência espacial, neste caso a Agência Espacial Europeia (ESA), de que objetos misteriosos que apareceram numa filmagem feita da Estação Espacial Internacional poderiam ser OVNIs, no sentido popular da sigla.

Veja o que o site Space.com escreveu sobre isto:

Objetos misteriosos - Agência Espacial Europeia

Um vídeo impressionante da Terra, filmado pela Estação Espacial Internacional mostra uma tempestade de raios sobre os EUA e “possíveis satélites” orbitando acima (Detalhe: quem colocou a frase “possíveis satélites” entre aspas foi o próprio site científico de tendência predominante, Space.com.)

A Agência Espacial Europeia (sigla ESA, em inglês) criou o vídeo utilizando imagens tomadas pelo astronauta francês Thomas Pequet, membro da tripulação da Expedição 51 em órbita no complexo…

Misteriosos objetos

Aproximadamente na metade do vídeo, você pode notar alguns objetos brilhantes pequenos passando pelo céu.  As autoridade da ESA disseram ao Space.com que estes são “provavelmente satélites em funcionamento”, embora os cientistas foram incapazes de confirmar quais satélites seriam.  O oficial de comunicação da ESA, Daniel Scuka, escreveu num e-mail:

Esta revelação está no fato de que as luzes não estão rodando, o que indica que são ativamente controladas.

O Escritório de Lixo Espacial da ESA determinou que os objetos provavelmente não seriam lixo espacial, porque “a claridade dos objetos no vídeo é consistente com objetos intactos”, disseram.  E eles provavelmente também não são meteoros, disse Detlef Koschny, um cientistas dor Programa de Consciência Espacial Situacional da ESA, o qual estuda objetos que se aproximam da Terra.

Koschny explicou que um meteoro queimando na atmosfera tipicamente tem a duração de um segundo ou menos, possivelmente 2 a 3 segundos para objetos maiores. Neste vídeo, porém, que é executado 25 vezes mais rápido do que o tempo real, ele disse que isto significa que os objetos são brilhantes por várias dezenas de segundos.

A altitude dos objetos não se encaixa com a de meteoros. Ele adicionou:

A altitude típica de um meteoro é de aproximadamente 80 a 110 quilômetros… …Estes objetos estão mais alto, a pelo menos 300 km. Meteoros não seriam visíveis à essa altura.

Como o próprio site Space.com confessou, “os cientistas foram incapazes de determinar quais satélites seriam”, o que pode levar a duas hipóteses se forem realmente satélites: ou o catálogo de satélites da ESA está incompleto, ou se trata de satélites de projetos secretos, não catalogados.

Obviamente há também uma terceira hipótese, já que a agência mencionou que esta seria uma possibilidade e não uma confirmação: os objetos não seriam satélites mas sim outros tipos de objetos, os quais as agências espaciais do mundo e os sites científicos de tendência predominante não ousam falar a respeito.

Veja o vídeo liberado, mostrando os objetos mais claramente aos 40 segundos:

n3m3

Fonte

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

ALGUÉM ESTÁ COLANDO CHAPÉUS DE CAUBÓI NOS POMPOS EM LAS VEGAS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.