Sonda que orbita Ceres apresenta defeito – NASA muda de opinião sobre luzes misteriosas

Tempo de leitura: 2 min.
Luzes de Ceres
“Luzes de Ceres”: já não é mais gelo.

Em 30 de junho passado, a sonda Dawn da NASA estava em órbita ao redor do planeta anão Ceres, quando de repente e inexplicavelmente desligou sem qualquer alerta.  Após alguns dias de conversas sobre “falhas de sistema” e “modo de segurança”, a NASA anunciou que a nave estava operacional novamente, mas em modo de espera.  Tão repentinamente, um perito da missão anunciou que aquelas luzes misteriosas na superfície do planeta anão, que diziam ser reflexo solar no gelo, não era isto, mas algo diferente.  Por que a mudança repentina? Estariam estes eventos relacionados?

A notícia oficial sobre o desligamento da Dawn em 30 de julho diz que o software da nave detectou uma anomalia desconhecida após ligar seus motores de íon para se deslocar até seu terceiro nível orbital, mais próximo de Ceres.  A sonda desligou todas as suas atividades, inclusive o empuxo, entrou em modo de segurança e “pediu” por mais instruções para a NASA.  Após dois dias, a NASA anunciou que o software havia sido reconfigurado e estava funcionando novamente.

PORÉM … a NASA decidiu manter a Dawn em sua órbita, até segunda ordem, e é lá que a sonda se encontra no momento da publicação deste artigo.  A razão dada foi que seria necessário completar uma análise do ocorrido e atualizar o plano de voo.

E inventar uma nova história sobre as luzes?  Enquanto tudo isso acontecia, Christopher Russell, o principal investigador da missão Dawn, anunciou repentinamente que sua equipe está “se afastando da ideia de que exista gelo sobre a superfície“.  Após forçar a explicação sobre gelo e publicar uma enquete para reforçar esta ideia, agora, de repente, você mudou de ideia?  O que é isso?

“O consenso geral da equipe agora é o de que a água definitivamente seja um fator em Ceres, mas que as manchas por si próprias mais provavelmente sejam somente sal altamente refletivo, ao invés de água.”

Russell alega que a equipe falhou na qualidade das mensurações obtidas para provar que as manchas eram gelo ou água.  É possível que a equipe na verdade encontrou água… e algo mais que eles não querem divulgar? A NASA teria desligado a Dawn de propósito, liberando a estória  do “sal” e mantendo num padrão de espera até que as autoridades decidam o que fazer com a descoberta?

Ou seria o defeito da Dawn relacionado ao defeito da missão New Horizons, em Plutão, e a NASA está tentando acobertar seus próprios problemas?  O fato de ambos os defeitos terem ocorrido a poucos dias de outro “defeito” que derrubou a Bolsa de Valores de Nova Iorque significaria que hackers expandiram seus horizontes para a Dawn e a New Horizon?

O que você acha?

Fonte: mysteriousuniverse.org

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

ALGUÉM ESTÁ COLANDO CHAPÉUS DE CAUBÓI NOS POMPOS EM LAS VEGAS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.