web analytics

Cientistas conseguem simular o envio de partículas quânticas ao passado

Tempo de leitura: 1 minuto

particula-the-history-channelCientistas australianos afirmam que os fótons (partículas individuais de luz) são capazes de se transportar no tempo. Para demonstrar essa teoria pela primeira vez na história, eles simularam o envio de partículas quânticas de luz ao passado.

O grupo de especialistas, a cargo do doutorando Martin Ringbauer, da Universidade de Queensland, na Austrália, conseguiu mostrar como dois fótons interagem, sugerindo a possibilidade de saltarem no tempo, através de dois resultados.

Enquanto o fóton número um viajaria ao passado por um buraco de minhoca, também conhecido como ponte de Einsten-Rosen, para interagir com sua versão anterior, o fóton número dois o faria através do espaço-tempo normal, mas para interagir com um fóton preso em uma espiral de tempo no buraco de minhoca, também conhecida como “curva fechada de tipo tempo”.

Dessa forma, a simulação do comportamento do fóton número dois permitiu que eles pudessem estudar o comportamento do fóton número um. Por fim, os resultados revelaram que a viagem no tempo seria possível em um nível quântico.

Apesar de o resultado ser estimulante, ainda é necessário saber se esta mesma possibilidade de se transportar no tempo é aplicável também a partículas maiores, inclusive a grupos de partículas, como os átomos.

Fonte: dailymail.co.uk , via noticias.seuhistory.com

Colaboração: G33k