Um vôo por sobre mares extraterrestres

Tempo de leitura: < 1 min.
Os mares do polo norte de Titã, uma das luas de Saturno.
Os mares do polo norte de Titã, uma das luas de Saturno.

Titã, uma das luas de Saturno, é um dos corpos celestes mais parecidos com a Terra no nosso sistema solar, e é o único, fora o nosso planeta, que possui líquido em forma estável sobre sua superfície.

Contudo, de acordo com os astrônomos, este líquido não é água, pois é muito frio na superfície de Titã para que a água exista neste estado.  Ao invés disso, os lagos e mares de Titã são constituídos de hidrocarbonetos líquidos, na maior parte metano e etano.

O vídeo abaixo, que foi colorido artificialmente, mostra um voo por sobre os mares extraterrestres de Titã, feito pela sonda Cassini da NASA, a qual tem estado em órbita de Saturno e monitorando suas luas desde 2004.  O maior desse mares tem 1.110 km de extensão, com os lagos menores espalhados pela região possuindo 50 km de largura, ou menos.

Veja:

Fonte do vídeo: NASA Jet Propulsion Laboratory

n3m3

 

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.