web analytics

Descoberta a galáxia mais distante da nossa, até agora

Tempo de leitura: 1 minuto

Descoberta galáxima mais distante de nós, até agora

Astrônomos estadunidenses descobriram a galáxia mais distante da nossa, que se conhece até agora.  A luz emitida desta galáxia, que está chegando hoje à Terra, é de quando o Universo só tinha 5% de sua idade atual, que é de 13,8  bilhões de anos, ou seja, o Universo tinha somente 700 milhões de anos.

A galáxia, que foi batizada com o glorioso nome de z8-GND-5296, foi detectada por meio de imagens infravermelhas obtidas pelo Telescópio Espacial Hubble.

Também foi observado pela equipe liderada por Steven Finkelstein, da Universidade do Texas, e Dominik Riechers, da Universidade de Cornell (Nova Iorque), que a nova galáxia tem uma taxa de formação de estrelas “surpreendentemente alta“, de aproximadamente 300 vezes a massa do nosso Sol anualmente.  Em comparação, a Via Láctea, nossa galáxia, forma somente duas ou três estrelas por ano.

Estes descobrimentos fornecem pistas sobre o nascimento do Universo e sugerem que podem abrigar zonas com uma formação de estrelas mais intensa do que se imaginava“, afirmou Finkelstein.

Com a construção de telescópios cada vez maiores no Havaí e no Chile e do telescópio James Webb no espaço, ao final desta década os astrônomos esperam descobrir mais galáxias a distâncias ainda maiores, comemorou Mobasher.

Quantos mundos iguais, ou similares ao nosso devem existir por lá?

n3m3

Fonte das informações: noticias.uol.com.br

Colaboração: Mago53 , Rafael MT