Marte pode ter tanta água em seu interior quanto a Terra

Tempo de leitura: 2 min.
Marte.

Aqui vamos nós novamente.  Informações em dose homeopáticas, que é para não assustar ninguém.

Esta semana falaram da água na Lua (clicar aqui para detalhes), e agora estão falando de Marte… novamente.

O interior de Marte possui vastos reservatórios de água, com algumas partes aparentemente tão úmidas quando o interior da Terra, dizem os cientistas.

A descoberta coloca abaixo os estudos anteriores, os quais tinham estimado que as reservas de água do planeta vermelho eram muito escassas, nas melhores das circunstâncias, o que era surpreendente, dado o fato de que havia um enorme fluxo de água em sua superfície há muito tempo.

Tem sido surpreendente o porquê das estimativas anteriores do interior do planeta terem sido tão ‘secas’“, disse em uma declaração o co-autor Erik Hauri, do Instituto Carnagie de Washington.  “Este novo estudo faz sentido e sugere que os vulcões podem ter sido os veículos primários para levar a água até a superfície“.

Os cientistas examinaram dois meteoritos marcianos que formaram no manto daquele planeta, que é a camada sob a crosta.  Estas rochas caíram na Terra há 2,5 bilhões de anos, após terem sido ejetadas de Marte por um impacto violento.

Usando uma técnica chamada de espectometria de massa por íon secundário, a equipe determinou que o manto, do qual os meteoritos se originam, continha entre 70 e 300 partes por milhão (ppm) de água.  O manto da Terra, como comparação, contém aproximadamente de 50 a 300 ppm, disseram os pesquisadores.

“Os resultados sugerem que a água foi incorporada durante a formação de Marte e que o planeta foi capaz de estocar água em seu interior durante a diferenciação do planeta”, disse Hauri.

Aparentemente, alguma desta água chegou até a superfície na antiguidade de Marte.  As sondas Spirit e Opportunity da NASA, que aterrissaram em Marte em 2004, encontraram muitas evidências de que Marte já foi mais quente e úmido há bilhões de anos.

n3m3

 

Fonte das informações: www.msnbc.msn.com

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.