Estariam os escombros de Atlântida sob o gelo da Antártica?

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.

A Atlântida, esse mítico lugar perdido, procurado há séculos, poderia existir nas profundezas da Antártica. É o que sugerem alguns autores. Acredita-se que a cidade perdida de Atlântida esteja a um quilômetro e meio sob o gelo.

Crédito da imagem ilustrativa: n3m3/Bing/DALL-E

A primeira história conhecida sobre a Atlântida foi documentada pelo estudioso grego Platão. Seus escritos apontam para esta misteriosa cidade e civilização que se acredita ter feito parte da história.

Existem muitas teorias sobre a Atlântida e sua aparência real. Foram feitas diferentes interpretações artísticas que deram origem a conceitos bastante interessantes.

Os nativos americanos têm lendas sobre uma civilização antiga que existiu. A área é conhecida como Aztlán, localizada ao sul e descrita como um “lugar de brancura”. A história deste lugar antigo descreve que ele foi perdido devido a um evento natural. Sugere-se que Aztlán poderia muito bem ser a cidade perdida da Atlântida.

Antes, a Atlântida era um lugar de vegetação exuberante e vida antes de se perder.

Hipótese de deslocamento da crosta terrestre

Um homem chamado Charles Hapgood mencionou uma hipótese particular sobre isso, a Hipótese do Deslizamento Polar. Ele acreditava que a Terra foi então alterada por um deslocamento da crosta. O que aconteceu em teoria é que a camada externa da Terra se moveu muito rapidamente, empurrando as coisas por uma grande distância de vários milhares de quilômetros. O resultado final moveu a Atlântida em direção à Antártica.

Investigações subsequentes realizadas por um certo Dr. W.D. Urry, de Washington DC, mencionou que encontraram depósitos finos comparáveis ​​ao que pode estar dentro de um rio.

O mapa de 6.000 anos do matemático e cartógrafo francês Orontius Finaeus mostrou como o mundo mudou e se formou. Acredita-se que a localização real da Atlântida esteja entre o equador e o Polo Sul.

O mapa Orontius Finaeus foi publicado pela primeira vez em 1951. Este mapa mostra diferentes costas fluviais, vales e a localização do Polo Sul. Coordenadas longitudinais também foram usadas.

Devido a esse movimento geográfico, a Atlântida conseguiu realmente prosperar, pois as temperaturas do clima seriam habitáveis ​​para as pessoas e a vida selvagem (antes de desaparecer sob as águas geladas).

Acreditava-se que esses deslocamentos da crosta terrestre ocorriam aproximadamente a cada 40.000 anos. Por causa disso, continentes inteiros se mudaram para lugares diferentes na Terra. Os pesquisadores acreditam que o último ocorreu há cerca de 10.000 anos.

Atualmente, a Antártica é coberta por uma espessa camada de gelo. Só podemos imaginar o que pode estar sob o gelo quando ele derreter. Houve até especulações sobre a presença de extraterrestres na Antártica, entre outras formas de vida ainda a serem descobertas. Foi sugerido que a Atlântida era uma civilização avançada e acredita-se que uma civilização de outro mundo os ajudou na criação de sua colônia original.

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Edward Vaz Jr. ❤️ Silas Raposo ❤️ Franklin Viana ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️ Jessica Luana de Souza ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:


AntárticaAtlântidahistória antiga
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.