No topo de montanha no Peru estão as ruínas de uma cidade de gigantes

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.

Yaynu é um sítio arqueológico no Peru que se encontra na região de Ancash, província de Pomabamba, distrito de Huayllan. Trata-se de um povoado de cume que é considerado o testemunho mais importante da chamada cultura Recuay na Região de Ancash.

Yaynu: Teria esta muralha sido construída por gigantes?

As construções de pedra de Yaynu estão situadas a cerca de 17 km ao sul de Pomabamba, a uma altura de mais de 4.000 metros, na encosta norte de Pañahirka (Pañajirca).

Yaynu é o maior sítio conhecido de Recuay e é melhor descrito como uma cidade fortificada no topo de uma colina. A área da cidade é de cerca de 25 hectares no seu núcleo. Contando as defesas, currais e socalcos associados, a área ultrapassa os 105 hectares.

O setor central é delimitado por muros perimetrais e longas trincheiras. Os edifícios são de pedra e densamente construídos.

Nas lendas dos habitantes das montanhas deste país, há informações sobre sete cidades que estão localizadas acima das nuvens. Aliás, uma delas foi construída por gigantes e outras seis por pessoas normais.

Apenas duas delas foram encontrados até agora. Yaynu é único porque consiste em pedras enormes e pesadas. Os cientistas ficaram muito surpresos com o método de construção das estruturas.

Nenhum vestígio de um composto de ligação foi encontrado entre as pedras, mas de alguma forma incrível, as paredes permaneceram por vários milênios. Os pesquisadores analisaram a erosão eólica e hídrica e concluíram que as estruturas têm cerca de 5,5 mil anos. Ou seja, é a cidade mais antiga encontrada no Peru.

Os edifícios foram construídos de acordo com o mesmo princípio – uma camada de blocos enormes pesando até 150 toneladas. Pequenas pedras foram colocadas sobre ela. Em seguida, veio uma camada de pedras médias, novamente pequenas no topo, e os próximos blocos megalíticos foram empilhados em cima.

Considerando todos esses fatores, o nível de preservação das construções antigas é mais do que satisfatório. Mas os fatos surpreendentes sobre as ruínas descobertas não param por aí. O material a partir do qual os edifícios foram criados está nos trechos mais baixos. Ou seja, alguém levantou blocos pesando mais de 100 toneladas a uma altura de 4.000 metros até o topo do Monte Yaina.

Os moradores, que ainda vivem nas imediações, afirmam que as pessoas nunca construíram esta cidade. Ela foi construída pelos gigantes. A ciência acadêmica se recusa a reconhecer esses fatos.

Eles geralmente datam a construção de 400-600 d.C., com base nos utensílios domésticos descobertos pelas pessoas.

Essas descobertas indicam que as pessoas viviam aqui naquela época, e não que os edifícios foram erguidos então. Além disso, os historiadores oficiais não conseguiram explicar com clareza como os montanheses arrastaram blocos e paralelepípedos pesando muitas toneladas até o topo da montanha.

Apesar de, supostamente, tudo ser conhecido pelos cientistas sobre este monumento cultural e histórico, não há respostas para as principais questões. Quem e como construiu esta cidade é um mistério.

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Edward Vaz Jr. ❤️ Silas Raposo ❤️ Franklin Viana ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:


arqueologiagigantesmistérioPeruYaynu
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.